Jump to content


Gessinger

Membro
  • Posts

    5,644
  • Joined

  • Last visited

  • Pontos

    9,976 [ Donate ]

Profile Information

  • Localização
    Ceará

Recent Profile Visitors

5,472 profile views

Gessinger's Achievements

Enthusiast

Enthusiast (7/14)

  • Collaborator
  • Conversation Starter
  • First post
  • Reacting Well
  • Dedicated

Recent Badges

3.2k

Reputation

  1. Acho que até tenta não ser (ou acreditar que não é), mas o discurso e a retórica é total dos propagandistas russos.
  2. Os EUA podem entender o que quiserem, assim como a Rússia. De entender algo como uma ameaça a invadir um país soberano com essa desculpinha é um abismo gigante. E nem tô dizendo que os EUA não fariam isso, pois já cometeram muitas arbitrariedades também. Mas nossa discussão aqui não é sobre os EUA, nem sobre o Brasil e nem sobre algo que não aconteceu e provavelmente nunca acontecerá, né? O “e os EUA” já está mais que batido. Todo mundo tá cansado de saber dos defeitos dos EUA, mas eles não servem como base pra absolver a Rússia e nem toná-la menos culpada por invadir um país soberano.
  3. Pq vc acha que a Ucrânia, um país livre e soberano, deve se abster de entrar numa organização que bem entender apenas pra agradar um lixo como o Putin? A Ucrania tava ameaçando entrar na OTAN na época da anexação da Crimeia? Qual a garantia que a Ucrânia tem de que, não entrando na OTAN, não terá seu território invadido outra vez pela Rússia? Parece que o que você quer é que a Ucrânia simplesmente dê de mão beijada tudo o que o Putin quer (seu território), o único entendimento possível para esse posicionamento.
  4. Acho que não é bem essa a crítica. Não dá pra pegar todo e qualquer conflito e tratar como se fossem duas partes com argumentos coerentes divergindo. No caso da Ucrânia, por exemplo, o agressor e a vítima estão bem claros, de modo que não é sensato alguém chegar e dizer que uma guerra começou também por causa do país invadido (e não do invasor). Vale bem recordar que tentativas de negociação não faltaram para a Guerra da Ucrânia, mas é como o Viz falou acima: negociação nesse caso seria a Rússia deixar o território ucraniano e não ficar com um pedaço de terra que não a pertence (em troca do fim das sanções ou algo do gênero), e não negociações nos moldes que o país agressor deseja. E também não dá pra você esperar que os países vejam essa agressão e fiquem parados e não apliquem qualquer punição ao país que a causou. Não faz sentido NENHUM. Mesmo que a guerra se estendesse por décadas, os países do Ocidente estariam com razão ao aplicar as sanções (certamente o país agressor estaria bem mais tranquilo sem elas). Repare que é bem diferente defender a reação ucraniana com defender a reação desproporcional de Israel, por exemplo, ao ataque do Hamas (onde eles estão cometendo crimes de guerra e o diabo a quatro). E acho que ninguém é bobo a ponto de entrar num tópico desses e pedir pro Lula impor sanções à Venezuela do seu amiguinho Maduro, né? Posso estar enganado (e amarei se eu estiver), mas é algo que dificilmente acontecerá.
  5. Ignora completamente o fato de que o Bolsa Família é um dos maiores incentivadores da ida das crianças à escola. Sem o Bolsa Família seria bem pior.
  6. Só não é a melhor época da Record porque Prova de Amor ainda não havia estreado.
  7. Rebelde Brasil muito bem nessa primeira temporada. Quem diria! Edit: comentário repetido
  8. Eu nem sabia que ele ainda tinha uma carreira. Só me lembro de ter ouvido falar dele nesse caso do acidente, porque fazia tempo que tava bem sumido.
  9. pronto, queridos, ele já adicionou mais um recorte de ser uma emissora grande mas ele esqueceu que o programa é no SBT, que tá beirando os 3 pontos de média dia e desesperado com qualquer coisa que possa trazer o mínimo de audiência de volta ao canal
  10. Não precisa, mas não mentir é suficiente. Bastaria um "SBT revolucionará na causa LGBT com programa de Lucas Guimarães" Aí seria apenas discutível, mas não necessariamente uma fake news (click bait) como está agora.
  11. Fora é que ele precisa adicionar um milhão de variáveis pra tentar provar um ponto errado. Ao falar do Miguel Falabella, vem com argumento de que ele já havia sido apresentador na Globo antes. Zero coerência.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.

Por favor, desabilite seu bloqueador de anúncios para continuar navegando.

 

Você pode se tornar um Membro VIP ou Assinante para se livrar dos anúncios. Clique aqui para saber mais.

Ok