Jump to content
×
×
  • Create New...


Search the Community

Showing results for tags 'pesquisa'.

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Entertainment
    • TV News
    • International TV & Streaming
    • Movies
    • On Air
    • A Fazenda 12
  • Geral
    • General Area
    • Tecnologia
    • Music
    • Esportes
    • Politics
  • Feedback
    • Compra de pontos
    • Site Questions
    • Archive
  • Funhouse EPlay's Monte seu Top 10
  • Funhouse EPlay's Geral
  • Funhouse EPlay's Avalie a Celebridade
  • Funhouse EPlay's Avalie o Bofe
  • Funhouse EPlay's Avalie o País

Calendars

  • Community Calendar

Categories

  • Anúncios
  • Novelas
    • Review
  • Política
    • Review
  • Music
    • Review
  • Esportes
    • Review
  • Cinema
    • Review
  • Reality Shows
  • Varieties

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Website URL


Twitter


Instagram


Spotify


Snapchat


Last.fm


TVShow Time


Banco de Séries


Filmow


Skype


Localização


Interesses

  1. Ainda faltam 70 dias para as eleições municipais, que este ano foi remarcada para 15 de novembro (1º turno), mas o retrato atual mostra um cenário favorável ao vice-prefeito e pré-candidato a prefeito Bruno Reis (DEM). Segundo estudo do Instituto Paraná Pesquisa divulgado ontem, ele é quem soma mais intenções de votos em dois cenários estimulados, com aproximadamente o dobro de pontos percentuais que o segundo colocado em ambos; é, entre os pré-candidatos melhor posicionados o que tem menor rejeição, sendo que todos os adversários apresentam índices superiores a 50%; e, ainda, o que tem o melh
  2. "O Paraná Pesquisa divulgou o levantamento sobre a intenção de voto para as eleições municipais em Niterói (RJ), nesta quinta-feira (3). A pesquisa apresentou dois cenários estimulados aos entrevistados, ou seja, quando os pesquisadores citam o nome de possíveis candidatos. Axel Grael (PDT) aparece na liderança nos dois cenários. Já na pesquisa espontânea, os entrevistados citam os nomes dos candidatos sem a interferência dos pesquisadores. No levantamento espontâneo feito pelo Paraná Pesquisas, Rodrigo Neves (PDT) foi mais citado. Porém, o atual prefeito de Niterói não pode tentar a reel
  3. A primeira pesquisa eleitoral para a Prefeitura de Curitiba foi divulgada nesta sexta-feira (28) e traz o atual prefeito, Rafael Greca (DEM), bem à frente dos demais candidatos. A pesquisa foi feita pelo Instituto Ágili Pesquisas e Marketing, entre os dias 11 e 15 de julho de 2020, e publicada pelo site da Gazeta do Povo. Cenário 1 Rafael Greca (DEM): 38,11% Gustavo Fruet (PDT): 9,29% Ney Levrevost (PSD): 6,30% Delegado Francischini (PSL): 6,14% Luciano Ducci (PSB): 3,78% Christiane Yared (PL): 3,15% Luizão Goulart (Republicanos): 2,05% Dr. João Guilherme (Novo)
  4. O governo do presidente Jair Bolsonaro é aprovado por 50% dos brasileiros que receberam ou aguardam receber o auxílio emergencial. É o que mostra pesquisa PoderData, realizada de 31 de agosto a 2 de setembro. Houve queda de 5 pontos percentuais em relação ao levantamento anterior, feito de 17 a 19 de agosto. Agora a taxa de aprovação da administração federal entre os beneficiários do programa de socorro financeiro está igual à da população em geral. A desaprovação entre quem recebe o auxílio está em 40% –oscilação dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais. O govern
  5. Um estudo encomendado pela direção nacional do Partido Democrático Trabalhista (PDT) para o pleito majoritário de 2020 no Recife coloca o deputado federal e pré-candidato a prefeito no Recife Túlio Gadêlha em 5º lugar nas intenções de voto. Gadêlha aparece com 8,6% na pesquisa estimulada. Ele fica atrás de Marília Arraes (PT), que tem 19,9%; Mendonça Filho (DEM), com 13,5%; Daniel Coelho (Cidadania), 13,4%; e João Campos (PSB), que aparece com 10,3%. O partido divulgou a pesquisa na última sexta-feira (28). De acordo com o PDT, Túlio já cresce significativamente se comparado a prim
  6. Pesquisa PoderData mostra que 50% dos brasileiros aprovam o governo do presidente Jair Bolsonaro e 41% desaprovam. As variações das taxas ficaram dentro da margem de erro (de 2 pontos percentuais) se comparadas com o último levantamento (de 17 a 19 de agosto). A parcela da população que avalia positivamente a administração federal cresceu 10 pontos percentuais desde o início de julho. A melhora na taxa de aprovação coincide com 1 período de mudança no comportamento do presidente, que passou a evitar falar com a imprensa ou fazer ataques a adversários. A nova pesquisa PoderData
  7. Pesquisa PoderData mostra que 68% dos brasileiros acham que o presidente Jair Bolsonaro deve explicar os depósitos de R$ 89.000 feitos por Fabrício Queiroz e sua mulher, Márcia Aguiar, na conta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Para 19%, o chefe do Executivo não deve nenhuma explicação. Queiroz é investigado por suposto esquema de “rachadinha” no gabinete de Flávio Bolsonaro, quando o agora senador pelo Republicanos era deputado estadual no Rio de Janeiro. Segundo reportagem da revista Crusoé, o ex-assessor repassou R$ 72.000 a Michelle Bolsonaro de 2011 a 2016. Já Márcia Aguiar
  8. A rodada de agosto da pesquisa XP/Ipespeconfirma movimento de retomada na popularidade de Jair Bolsonaro identificada no levantamento de julho e registra os maiores níveis de aprovação ao presidente desde março de 2019. O grupo que considera o governo ótimo ou bom saltou de 30% para 37%, enquanto os que veem o governo como ruim ou péssimo caíram de 45% para 37%, o menor índice desde agosto de 2019. O movimento positivo para Bolsonaro é seguido por outros indicadores, como a expectativa positiva para o restante do mandato (crescimento de 33% para 37%, enquanto a negativa teve queda de
  9. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está com a melhor avaliação desde que começou o seu mandato. Segundo o Datafolha, 37% dos brasileiros consideram seu governo ótimo ou bom, ante 32% que o achavam na pesquisa anterior, feita em 23 e 24 de junho. Mais acentuada ainda foi a queda na curva da rejeição: caíram de 44% para 34% os que o consideravam ruim e péssimo no período. Consideram o governo regular, por sua vez, 27%, ante 23% em junho. O instituto entrevistou por telefone 2.065 pessoas de 11 a 12 de agosto. A margem de erro é de dois pontos percentuais para
  10. Poucos dias depois de o Brasil atingir 100 mil mortos pelo novo coronavírus, os brasileiros mostravam-se divididos em relação à responsabilidade de Jair Bolsonaro (sem partido) pela trágica marca. Quase metade deles, 47%, dizem acreditar que o presidente não tem culpa nenhuma pelos óbitos. Os que acham que Bolsonaro tem responsabilidade somam 52% —são 11% os que o veem como principal culpado e 41% os que dizem que ele é um dos culpados, mas não o principal. Os dados são de pesquisa Datafolha feita por telefone com 2.065 brasileiros adultos que têm celular, nos dias 11 e
  11. Rosana Valle (PSB) - 24,3% Banha (MDB) - 9,5% Paulo Corrêa (PATRIOTA) - 5,0% Rui de Rosis (PSL) - 4,8% Douglas Martins (PT) - 3,0% Rogério Santos - 2,9% João Villela - 2,6% Ivan Sartori - 1,3% Guilherme Prado - 0,9% Márcio Aurélio - 0,7% Tanah Corrêa - 0,7% Ariovando - 0,6% Nenhum deles - 30,5% Não sabe - 14,2% https://www.santaportal.com.br/noticia/62589-confira-os-resultados-da-pesquisa-badrasistema-santa-cecilia-em-santos
  12. https://www.poder360.com.br/poderdata/62-dos-votos-do-petista-haddad-vao-para-o-algoz-moro-no-2o-turno/
  13. Pesquisa PoderData confirma a tendência de melhora na aprovação do governo de Jair Bolsonaro e também de avanço da avaliação positiva do trabalho do presidente. O levantamento mostra que a atual administração federal tem 45% de aprovação e 45% de desaprovação. A avaliação positiva do governo ficou 2 pontos percentuais acima da verificada na última pesquisa, realizada há 15 dias, de 20 a 22 de julho, quando era de 43%. A variação está no limite da margem de erro (2 pontos percentuais). Há 2 meses, a administração federal era rejeitada por 50% e aprovada por 41%. A diferença era de 9 p
  14. O vice-prefeito Bruno Reis (DEM) lidera as intenções de voto para Prefeitura de Salvador nas eleições deste ano, conforme pesquisa publicada nesta quarta-feira (4), pela Rede Record/Itapoan. Em segundo lugar está o deputado federal Sargento Isidório (Avante), e a deputada Lídice da Mata (PSB), ocupando a terceira posição, no segundo cenário o terceiro lugar ocupado por Olívia Santana. A pesquisa foi feita pelo Instituto de Pesquisa RealTime BigData em julho deste ano, encomendada pela Record. Na estimulada o instituto fez dois cenários. Cenário 1 Bruno Reis em primeiro com 3
  15. Pesquisa DataPoder360 mostra que passaram de 37% para 43% os eleitores que acham bom para o Brasil que militares participem do governo e da política em geral. O grupo que avalia ser ruim oscilou dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais: passou de 37% para 35%. Em maio havia empate entre os que diziam ser bom e os que afirmavam ser ruim. https://www.poder360.com.br/datapoder360/sobe-de-37-para-43-apoio-a-militares-no-governo-diz-datapoder360/
  16. O prefeito de Belo Horizonte (MG), Alexandre Kalil (PSD), tem 56% das intenções de voto para as Eleições municipais de 2020, segundo pesquisa de opinião. A votação para prefeitos e vereadores vai acontecer nos dias 15 e 29 de novembro, em primeiro e segundo turnos. O resultado é de pesquisa estimulada feito pelo Instituto Paraná Pesquisas. Na pesquisa estimulada, são apresentados os nomes dos possíveis candidatos ao eleitor, e ele escolhe um ou nenhum. Nos dois cenários feitos pelo instituto, um com mais candidatos e outros com menos, Kalil tem cerca de 56%: 55,9% no primeiro cenário, co
  17. O governo Jair Bolsonaro passou nos últimos três meses por uma tempestade política perfeita. À crise inaugurada pela pandemia do novo coronavírus, menosprezada pelo presidente desde o início, somaram-se a conturbada demissão de seu ministro mais popular, Sergio Moro, duas trocas no Ministério da Saúde, a abertura de um inquérito para apurar interferência política na Polícia Federal, a divulgação em vídeo de uma escabrosa reunião de seu gabinete, o cerco a bolsonaristas radicais em duas investigações do Supremo, a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos
  18. Ainda não formalizada pelo PT, a deputada aparece com vantagem em pesquisa do Atlas Político Levantamento divulgado pelo Atlas Político nesta quinta-feira (23) mostra que a deputada federal Marília Arraes (PT-PE) lidera com nove pontos de vantagem as eleições municipais de Recife, que vão ocorrer em novembro. Na pesquisa, a pré-candidata petista – que ainda não foi oficializada pelo partido – aparece com 20,6% dos votos no primeiro turno. Em seguida, aparecem empatados tecnicamente o ex-ministro Mendonça Filho (DEM), com 11,5%, o deputado Daniel Coelho (Cidadania), com 10,6%.
  19. Pesquisa DataPoder360 mostra que o governo do presidente Jair Bolsonaro tem 43% de aprovação e 46% de desaprovação. A avaliação positiva da administração federal teve alta de 3 pontos percentuais em relação ao último levantamento, realizado há 15 dias, de 6 a 8 de julho, quando era de 40%. Há 6 semanas, o governo era rejeitado por 50% e aprovado por 41%. A diferença era de 9 pontos. Hoje, a rejeição recuou para 46%, e a aprovação foi a 43%. Ou seja, o gap caiu para 3 pontos. A pesquisa foi realizada de 20 a 22 de julho. A margem de erro é de 2 pontos percentuais A alta
  20. Cenário 01: Se as eleições para prefeito de Campina Grande fossem hoje e os candidatos fossem esses, em que o(a) Sr.(a) votaria? (Resposta Estimulada e Única em %) Bruno Cunha Lima (PSD): 15,8% Inácio Falcão (PCdoB): 14,3% Dra. Tatiana (MDB): 10,5% Ana Cláudia Vital (PODEMOS): 8,0% Tovar (PSDB): 7,0% Artur Bolinha (PSL): 4,3% Fábio Maia (PSB): 1,5% Lucas Ribeiro (PP): 1,5% Branco/Nulo/Nenhum: 24,7% Indecisos/Não Sabem: 12,4% Cenário 02: Se as eleições para prefeito de Campina Grande fossem hoje e os candidatos fossem esses, e
  21. Hoje igrejas/templos religiosos têm imunidade tributária. Isso deve mudar? Para entender/contextualizar melhor a questão: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/12/10/igrejas-imposto-imunidade-isencao-tributaria-templos-cultos.htm O que vocês acham?
  22. A rodada de julho da pesquisa XP/Ipespe traz uma série de indicadores de melhora na percepção da população sobre o governo Jair Bolsonaro. No principal deles, a aprovação manteve tendência de alta, indo a 30%, dois pontos a mais que em junho, e a reprovação voltou a oscilar negativamente, indo a 45%, três pontos a menos que no mês anterior. Também manteve tendência de alta a avaliação positiva da atuação do presidente na crise do coronavírus, movimento observado desde maio, além de ter sido registrada melhora na percepção de que a economia está no caminho certo, que pas
  23. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, do PSDB, aparece em primeiro lugar na intenção de votos para a eleição municipal de São Paulo, de acordo com uma pesquisa feita pela Ideia Big Data. Na primeira simulação, Covas lidera com 30%, à frente de Márcio França, do PSB, (16%), Guilherme Boulos, do PSOL, (11%), Marta Suplicy, do Solidariedade, (9%), Joice Hasselmann, do PSL, (3%), Andrea Matarazzo, do PSD, (2%) e Jilmar Tatto, do PT, (1%). Há ainda 18% dos eleitores que afirmaram que optariam pelo voto nulo, branco ou que não votariam em nenhuma das alternativas apresentadas. Os que afirm
  24. Se a eleição para a Prefeitura do Rio fosse agora e todos nós pudéssemos votar, qual dessas pré-candidaturas vocês estariam mais inclinados a apoiar hoje?

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.