Jump to content


pesquisa VEJA: Marcelo Freixo lidera disputa para o governo do Rio (Paraná Pesquisas)


OiOiOi
 Share

Recommended Posts

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) aparece à frente em três cenários para o governo do Rio de Janeiro sondados pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 28 de maio e 1º de junho – em um deles está empatado com a delegada Martha Rocha (PDT).

O governador Cláudio Castro (PSC), que vai disputar a sua primeira eleição para o cargo – ele era vice de Wilson Witzel, que sofreu impeachment –, aparece com percentuais que variam de 15,6% a 16,7%, variando entre a segunda e a terceira posição dependendo do cenário.

Veja os três cenários abaixo:

 

Cenário 1

Marcelo Freixo 23,8%

Martha Rocha 23,1%

Cláudio Castro 16,3%

Filipe Santa Cruz 2,1%

 

Cenário 2

 Marcelo Freixo 23,5%

Cláudio Castro 15,6%

Rodrigo Maia 12,8%

Washington Reis 8%

Bernardinho 5,6%

 

Cenário 3

Marcelo Freixo 25,2%

Cláudio Castro 16,7%

Washington Reis 8,8%

Rodrigo Neves 7%

Bernardinho 6%

 

 

O cenário eleitoral do Rio de Janeiro para 2022 ainda está bastante indefinido. Em todas as simulações, o contingente de eleitores que não apontaram um candidato — disseram que vão anular o voto, votar em branco ou em nenhum, não sabem ou não responderam — ultrapassou um terço dos entrevistados

Outra variável é que o xadrez eleitoral está bastante confuso, inclusive com alguns políticos tradicionais do estado mudando de partido.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, trocou o DEM pelo PSD em movimentação visando a eleição do próximo ano. Ainda não está certo quem ele irá apoiar. Uma das possibilidades é Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Já Marcelo Freixo pode trocar o PSOL pelo PSB ou até pelo PDT – é boa também a possibilidade de ele ter o apoio do PT, já que esteve recentemente com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, onde discutiram a formação de alianças para enfrentar o bolsonarismo em 2022 tanto no Rio quanto no país.

Outro que vai trocar de legenda, mas não se sabe para qual, é o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que deixará o DEM após desavenças públicas com a cúpula da sigla – as alternativas principais são o PSD e o PSDB. Tanto Maia quanto Freixo, no entanto, só podem trocar de partidos na janela partidária, em abril de 2022, para não perderem os mandatos de deputados federais.

Já no núcleo bolsonarista, o senador Flávio Bolsonaro deixou o Republicanos – para o qual havia migrado em 2020 – e foi para o Patriota, partido que também poderá abrigar o pai, o presidente Jair Bolsonaro. O governador Cláudio Castro deve ser apoiado pelo bolsonarismo.

O levantamento do Paraná Pesquisas ouviu 1.530 eleitores em 44 municípios do Rio de Janeiro, por meio de entrevistas pessoais telefônicas (sem o uso de robôs). A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

https://veja.abril.com.br/blog/maquiavel/eleicoes-2022-marcelo-freixo-lidera-disputa-para-o-governo-do-rio/amp/?utm_source=whatsapp&__twitter_impression=true

 

Pesquisa  completa: https://www.paranapesquisas.com.br/pesquisas/pesquisa-estado-do-rio-de-janeiro-situacao-eleitoral-para-o-executivo-estadual-e-legislativo-federal-em-2022-e-avaliacao-da-administracao-estadual-junho-2021/

Link to comment
Share on other sites



Unidade de esquerda em cima do Freixo pra ontem, essa eleição é dele.

 

Derrotar o bolsofascismo no RJ é uma importante conquista, dar fim a política de extermínio nas comunidades.

Link to comment
Share on other sites

Ate que enfim, o RJ ta escolhendo alguem melhor.. sinceramente, ja era pro Freixo ser governador ha tempos.

Vamos ver como ele vai lidar com a situacao da Policia no RJ pois ele sempre foi um dos que mais criticos. 

Link to comment
Share on other sites

Esquerda/centro-esquerda com 46,9%, isso é de se comemorar em um estado que deu 70% ao Bolsonaro em 2018

 

Vem Martha Rocha! 

Em pensar que há 1 mês creio que eu a tenha visto, e ela estava fazendo feira no Largo do Machado, tão simplezinha e simpática

 

Rodrigo Neves com potencial de crescer muito, no começo do ano ele tinha 2/3%

 

O problema do Freixo não é o primeiro turno, mas o segundo. A sorte é que existe uma negociação para que o vice dele seja o César Maia, o que diminuiria a rejeição a ele

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.