Jump to content


Eurocopa 2020 - Itália e á campeã da Eurocopa


Marcelo S.D
 Share

Recommended Posts

Por muita sorte e Deus o desfecho não foi o pior. Na minha visão, apoiado no protocolo de Suporte Básico de Vida (SBV), houveram erros que poderiam ter prejudicado a recuperação da vítima.

 

Primeiro os jogadores reagiram rápido e o árbitro também, porém veio a ajuda equivocada para o caso, dos fisioterapeutas da seleção. Estes ja demoraram cerca de 30 segundos pra chegar ao jogador, e demoraram na avaliação. Essa avaliação consiste em analisar a responsividade da vítima, que claramente era inconsciente, verificar a respiração e o pulso, onde podemos observar a distância que estávamos diante de um quadro de parada cardiorrespiratória, a causa pode ser arritmia, mas a causa não era important naquele momento, e sim o quadro. Eles deveriam imadiatamente ter solicitado a presença de serviço especializado de urgência com desfibrilador. Isso tudo deveria ser feito em menos de 30 segundos de acordo com o protocolo. Demoraram mais de 1 minuto. Assim que os médicos chegaram, eles realizaram de novo uma avaliação, e nisso estamos perdendo tempo precioso, pelo primeiro socorro ter sido ruim, ai sim os medicos identificaram a parada cardiorrespiratória, viraram o atleta de barriga pra cima, levantaram a camisa e começaram o RCP.

 

Graças a Deus, ele readquiriu a consciência com a reanimação, mesmo tardia. Mas poderia ter sido irreversível ou ter deixado sequelas, pois ficou sem oxigenação no cérebro desde o momento que ele cai, até o inicio do RCP pelos médicos, foi muito tempo perdido, segramente mais de 1 minuto e meio, como não vi ao vivo não posso precisar, mas só na cena repetida do sportv chegamos a esse tempo, mas como tem corte de imagem, deve ter demorado ate mais tempo.

 

Sobre a ambulância, o equipamento essencial é o desfibrilador, e os medicos carregam naquelas mochilas. Mesmo que a ambulancia entrasse, o atendimento inicial teria de ser continuado no gramado, pois não poderia ser interrompido até a vitima ser estabilizada. A ambulância no gramado, agilizaria o transporte, pois não precisaria ter atravessado o gramado de maca para colocá-lo em uma unidade móvel. 

 

Na minha avaliação, houve uma acentuada demora, e um certo despreparo para esse tipo de atendimento por parte da equipe medica da Dinamarca que foi a primeira equipe a chegar e não realizou os procedimentos. Porém houve demora também no acionamento da equipe médica do estádio e na cegada deles até a vítima. Mas felizmente, aparentemente, já está tudo bem com o jogador, isso que é importante. Mas os erros devem ser discutidos para melhorar esses protocolos, que numa eventualidade próxima, talvez a vítima não resista dependendo da gravidade da ocorrência.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites



12 minutos atrás, Laila Organa disse:

É vdd msm q antes da morte do Serginho do São Caetano, n tinha ambulâncias nos Estádios??

Aqui no país depois da morte dele, só pode ter partida de futebol, se tiver ambulância. Antes, realmente não havia essa obrigatoriedade. 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.