Jump to content


NATELINHA: Pioneiro na TV, Walther Negrão faz 80 anos entre altos e baixos com grandes sucessos e novelas consideradas fracas


Marquinhos C.
 Share

Recommended Posts

  • VIP Premium Pride

Pioneiro na TV, Walther Negrão faz 80 anos entre altos e baixos

Walther Negrão de óculos dando entrevista para câmera
Walther Negrão completa 80 anos - Foto: Reprodução

O autor Walther Negrão completa 80 anos nesta segunda-feira (24) com a consagração de ser um dos melhores novelistas do Brasil. O escritor é considerado um dos pioneiros em produzir obras para a teledramaturgia e o mais antigo ainda em atividade, mesmo tendo se afastado da telinha em 2017. Negrão nasceu em Avaré, cidade do interior de São Paulo, e não demorou muito para sua veia artística falar mais alto.

Logo na adolescência, ele se mudou para a capital paulista para estudar dramaturgia e chegou até a participar de algumas produções como ator na TV Tupi. Mas a escrita era sua paixão e, com apenas 17 anos, estreou como roteirista televisivo, produzindo para o Grande Teatro Tupi e adaptações de textos de rádio para a Record, onde foi colaborador na novela Renúncia (1964).

O dinamismo de seu texto chamou à atenção de outras emissoras e, de lá, partiu para a Band, emissora que confiou sua primeira experiência de novela nas mãos de Negrão. Depois de passar pela Tupi novamente, escrevendo nessa fase duas obras importantes da teledramaturgia, Antonio Maria (1968) e Nino, O Italianinho (1969), despontou na Globo em 1970, escrevendo novelas no horário das 7 e, alcançando o horário nobre três anos depois, com Cavalo de Aço (1973).

Entre altos e baixos nesse período, Negrão teve ainda sua última passagem pela Tupi, já próximo da falência do canal, onde escreveu mais quatro novelas pouco expressivas. As tramas inesquecíveis do autor se deram em seu retorno à Globo, em 1980, de onde não saiu mais.

 

Walther Negrão e seu estilo único

ester_e_cassiano_final_a3ec4696ae303a876

Ester (Grazi Massafera) e Cassiano (Henri Castelli), em Flor do Caribe, penúltima novela de Negrão - Foto: Reprodução

Ao longo dos anos, o escritor marcou a teledramaturgia imprimindo seu estilo peculiar, se caracterizando pela ambientação de folhetins em praias, como Top Model (1989), Tropicaliente (1994), Flor do Caribe (2013), entre outros sucessos, e em cidadezinhas do interior, como Livre para Voar (1984), Fera Radical (1988) e Era Uma Vez... (1998), esta última em atual reexibição no Canal Viva.

Apesar de ser considerado um autor versátil, já que foi responsável pela autoria de tramas nos mais diversos horários, incluindo minisséries e seriados, nem só de sucesso o escritor marcou sua carreira. Títulos como Anjo de Mim (1996) e Vila Madalena (1999) são consideradas fracas pela crítica e não obtiveram números expressivos de audiência.

Em seu último trabalho até então, Sol Nascente (2016), coleciona inúmeros problemas tanto no bastidor da novela quanto ao desenvolvimento, a começar pela escalação de um elenco equivocado. No núcleo japonês da trama, Giovanna Antonelli e Luis Mello marcaram presença na família oriental, mesmo não tendo traços da raça.

O próprio casal protagonista, defendido por Giovanna e Bruno Gagliasso não caíram nas graças do público. Durante a trama, depois de tanto estresse, Negrão chegou a ser internado quatro vezes com problemas de saúde.

 

Estado de saúde de Walther Negrão

Em abril, Negrão deu entrada mais uma vez no Hospital Israelita Albert Einstein por causa de complicações vasculares, após mais um AVC. O NaTelinha entrou em contato com a assessoria da unidade de saúde, que informou que não vai comentar sobre o quadro clínico do autor.

A reportagem também procurou a Globo, que informou que Negrão não está mais no quadro de funcionários do canal. O desejo do público é que, aos 80 anos de idade, Walther ainda possa nos brindar com mais tramas, seja ensolaradas ou ambientadas em cidadezinhas do interior como faz tão bem.

 

https://natelinha.uol.com.br/televisao/2021/05/24/pioneiro-na-tv-walther-negrao-faz-80-anos-entre-altos-e-baixos-164340.php

Link to comment
Share on other sites



30 minutos atrás, Alessil disse:

Fera Radical e Top Modelo são suas melhores novelas e a pior deles são todas a partir de Tropicaliente ...

TROPICALIENTE sucesso fora deste país, mas aqui não percebem o brilhantismo da novela, fez CORPO DOURADO ser vendida como TROPICALIENTE 2

 

4 horas atrás, Marquinhos C. disse:

 

O dinamismo de seu texto chamou à atenção de outras emissoras e, de lá, partiu para a Band, emissora que confiou sua primeira experiência de novela nas mãos de Negrão.

Pioneiro da BAND

Link to comment
Share on other sites

  • VIP Premium Pride
3 horas atrás, Alessil disse:

Fera Radical e Top Modelo são suas melhores novelas e a pior deles são todas a partir de Tropicaliente ...

Tropicaliente era ruim, mas fez sucesso, né? 40 geral, acho.......

Link to comment
Share on other sites

9 horas atrás, Marquinhos C. disse:

A reportagem também procurou a Globo, que informou que Negrão não está mais no quadro de funcionários do canal. O desejo do público é que, aos 80 anos de idade, Walther ainda possa nos brindar com mais tramas, seja ensolaradas ou ambientadas em cidadezinhas do interior como faz tão bem.

Ele falou tempos atrás que ia parar de escrever, mas a Globo podia produzir A Dama da Noite (a minissérie que ele deixou pronta antes de Sol Nascente) pra encerrar com chave de ouro.

Link to comment
Share on other sites

  • VIP Premium Pride
Agora, thefpmaximiano disse:

Ele falou tempos atrás que ia parar de escrever, mas a Globo podia produzir A Dama da Noite (a minissérie que ele deixou pronta antes de Sol Nascente) pra encerrar com chave de ouro.

Exato, nem que fosse pro Globoplay apenas.

Link to comment
Share on other sites

Posted (edited)

Tenho muita vontade de ver as novelas dele dos anos 80 que ainda não voltaram no Viva (Direito de Amar, Livre para Voar e Pão Pão, Beijo Beijo)

 

Edited by Pric
Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, Marquinhos C. disse:

Tropicaliente era ruim, mas fez sucesso, né? 40 geral, acho.......

É que ela era sala de espera para A Viagem e substituiu o fenômeno Sonho Meu e isso ajudou ... Tropicaliente era chata demais e ela deu 39,1 de média geral segundo aqui no fórum...

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

5 horas atrás, RICMAC disse:

TROPICALIENTE sucesso fora deste país, mas aqui não percebem o brilhantismo da novela, fez CORPO DOURADO ser vendida como TROPICALIENTE 2

 

Pioneiro da BAND

Que eu sei quem foi vendida como Tropicaliente 2 foi Mulheres de Areia...as imagens eram bonitas e a novela bem feita ,mas o enredo não ajudava e tudo era sem graça ,se não fosse A Viagem essa novela não ia passar dos 35 que era meta da época....

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.