Jump to content


Search the Community

Showing results for tags 'discussão'.

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Base
    • Brazilian TV News
    • Retro TV
    • International TV
    • Entertainment
  • Geral
    • General Area
    • Music
    • Politics
  • Parceiros do Eplay
    • Não deixe de visitá-los!
  • Feedback
    • Compra de pontos
    • Site Questions
    • Archive

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Website URL


Twitter


Instagram


Spotify


Snapchat


Last.fm


TVShow Time


Banco de Séries


Filmow


Skype


Localização


Interesses

  1. OPINIÃO PROVAVELMENTE IMPOPULAR Como valorizo este espaço muito bem frequentado que é o fórum Política, gostaria de compartilhar a minha opinião sobre este tema, e ouvir os nobres foristas. A democracia brasileira é incontestável! Apoiada pela maioria esmagadora da população pensante, sim, pois quem prefere regimes totalitários ou é doente ou fala isso em forma de protesto. As instituições brasileiras com seus erros e acertos, também funcionam muito bem.... E TODAS MUITO BEM ESTABELECIDAS. A chance de um golpe é ZERO, e todos sabem disso... Enfim, óbvio que é papel da imprensa refutar as falas do Bolsonaro com fake News, reafirmar o nosso sistema sólido, e etc, etc etc. A Democracia é essencial, mas vamos falar também de fome, da pandemia, dos absurdos em números deste governo... Com todo respeito aos que assinaram a carta, é sempre simbólico a junção de diversos “lados”, e óbvio que esta união quer DIZER MUITO. Mas a 2 meses da eleição a gente tem que botar a banda na rua! Dar climas de Copa do Mundo a essa defesa pela democracia é exagerado, e da gás ao Bolsonaro pois a maioria da população tá cagando pro tema e deve até ficar com "ranço" desse "excesso"... Em um momento que ele vai surfar no pacote de bondades, o contraponto não pode ser "Democracia"... Desculpem. A hora de manter consolidado o lado democrático que se demostra maioria tranquila há meses nas pesquisas é agora, mas tb não vamos subestimar o Bozo.... Lula e os demais candidatos tem de falar com o povo! Com o que o povo precisa ouvir e necessita. Enfim, é isso! Creio que deu pra explicar meu ponto... Convido os a opinar amigos. @ Moraes @ Conde de Lages @ Vida @ RuPaul @ Ricardo Viz @ Pedro Recc @ Xonada @ Mar @ TherezaCris @ Halle @ Faxi @ Leonardo. @ Matheusbp + todos os amigos que queiram opinar ou eu esqueci de marcar agora
  2. De 2010 pra cá - Tempos Modernos - Aquele Beijo - Amor Eterno Amor - Além do Horizonte - Saramandaia - Meu Pedacinho de Chão - I Love Paraisópolis - Novo Mundo - Espelho da Vida - O Sétimo Guardião - Nos Tempos do Imperador (fonte: não achei essas no catálogo da Globo)
  3. Não vi ninguém repercutindo aqui mas o destaque no JN foi bem grande. O que acham, amigas?
  4. O aumento no valor do Auxílio Brasil tá tendo uma influência grande no resultado das pesquisas. Isso já era esperado, mas assusta — sobretudo depois da pesquisa em MG. Claro, tem que esperar as próximas rodadas pra ver o quanto desse crescimento do Bolsonaro é pelo “fator novidade” do Auxílio e quanto é realmente orgânico. Mas de qualquer forma, o Lula tem que se fazer do bom tempo de TV que tem pra ser bem didático quanto o benefício: só dura até passar as eleições. Tem que colar no povo a percepção de que o Bolsonaro tá sendo oportunista.
  5. Com as chances do Bolsonaro crescendo de vencer essas eleições, eu tô com medo. Vamos aguentar mais 4 anos de um governo desses? As universidades vão resistir com os investimentos caindo cada vez mais? E o povão com a inflação do ano que vem? E as minorias, com os ataques fada vez maiores da parte do executivo? O que vai ser da gente com os religiosos tomando o poder de vez, e invadindo mais o supremo? Tô com muito medo...
  6. AFONSO FLORENCE - 1301 (Atual Deputado Federal) ALICE PORTUGAL - 6522 (Atual Deputada Federal) BACELAR - 4343 (Atual Deputado Federal) DANIEL - 6565 (Atual Deputado Federal) ELISÂNGELA - 1334 (Ficou na suplência de deputado federal em 2018, com 64.300 votos) IVONEIDE CAETANO - 1300 (Candidata de Caetano, que teve 124.00 votos para deputado federal em 2018) JORGE SOLLA - 1313 (Atual Deputado Federal) JOSEILDO RAMOS - 1361 (Atual Deputado Federal) JOSIAS GOMES - 1312 (Atual Deputado Federal) MAJOR DENICE - 1309 (Candidata a prefeita de Salvador em 2020) MARIA MARIGHELLA - 1331 (Vereadora de Salvador com 4.800 votos em 2020, neta do guerrilheiro Carlos Marighella) MARTA DE IRMÃO LÁZARO - 1320 (Filha do ex-deputado federal Irmão Lázaro, falecido em 2021) MARTA RODRIGUES - 1346 (Vereadora de Salvador com 7.200 votos em 2020, irmão do candidato ao governo Jerônimo) VALMIR ASSUNÇÃO - 1310 (Atual Deputado Federal) VILMA REIS - 1303 (Socióloga) WALDENOR PEREIRA - 1322 (Atual Deputado Federal) ZÉ NETO - 1323 (Atual Deputado Federal) Quantas cadeiras vocês acham que a Federação consegue fazer?
  7. Bastidor da @AndreiaSadi e @NatuzaNery: aliada de Bolsonaro, a deputada Carla Zambeli se encontrou com o hacker da Lava-Jato Walter Delgatti Neto. Ela nega e a assessoria do presidente também. ➡ Assista na #GloboNews o #Estúdioi: https://t.co/bFwcwLpLU9 https://t.co/Em2vSKyLRE.
  8. Olhando no Divulgacand, essas chapas tem uns 6 candidatos MUITO competitivos, seja por já terem sido eleitos em 2018, seja pelo alto grau de conehcimento e popularidade Por outro lado, acaba sendo arriscado para todos, porque é difícil um partido eleger 6, então alguém vai acabar ficando de fora. Mas uns 4 ou 5, creio que eles elejam, sim. Principalmente o PSOL/Rede, porque o PSOL já elegeu 4 em 2018, e esse ano além de ter novos nomes fortes (Chico, Tarcísio, Heloísa e Henrique), ainda deve se beneficiar dos votos do Freixo e do Molo, que não vão concorrer à reeleição. Minha aposta é que o PSOL/Rede faça 5 ou 6, e o PSD faça 4 ou 5. PSOL/REDE CHICO ALENCAR - 5050 GLAUBER BRAGA - 5080 HELOÍSA HELENA - 1818 PASTOR HENRIQUE VIEIRA - 5033 TALÍRIA PETRONE - 5077 TARCÍSIO MOTA - 5000 PSD DR DANIEL SORANZ - 5588 HUGO LEAL - 5510 LAURA CARNEIRO - 5566 MARCELO CALERO - 5501 PEDRO PAULO - 5555 RENAN FERREIRINHA - 5521
  9. É sobre o fato dessa liberação de emprestimo consignado do Auxilio Brasil, vcs ja viram a taxa de juros MÍNIMA que o governo autorizou aos bancos pegarem? E isso com desconto direto do benefício da pessoa? Gente que roubo a mão armada, como é que a mídia e o Lula não estão batendo nisso? O beneficiario vai pegar um emprestimo de 2.5k e vai pagar quase 5k, sendo que nao vai ter chance de dar calote justamente pq vai ser descontado em folha, como podem aprovar um projeto malevico desse em pessoas que estão necessitadas e com fome?? Cara eu to muito revoltado, o triste é que muita gente vai cair nessa por dinheiro rápido e vai se ferrar, e infelizmente não temos uma mídia verdadeiramente isenta e do lado do povo pra mostrar isso, o tanto de gente que vai continuar ainda abaixo da linha da pobreza mesmo com o benefício vai ser assustador, e mais uma vez os banqueiros ficando rico e o pobre ainda mais pobre... Que decepção hein Lula...
  10. SALVADOR Haddad (PT) - 68,59% (985.532 votos) Bolsonaro (PSL) - 31,41% (451.273 votos) ARACAJU Haddad (PT) - 52,76% (155.892 votos) Bolsonaro (PSL) - 47,24% (139.603 votos) MACEIÓ Bolsonaro (PSL) - 61,63% (268.027 votos) Haddad (PT) - 38,37% (166.838 votos) RECIFE Haddad (PT) - 52,50% (482.673 votos) Bolsonaro (PSL) - 47,50% (436.764 votos) JOÃO PESSOA Bolsonaro (PSL) - 54,80% (228.710 votos) Haddad (PT) - 45,20% (188.655 votos) NATAL Bolsonaro (PSL) - 52,98% (220.770 votos) Haddad (PT) - 47,02% (195.938 votos) FORTALEZA Haddad (PT) - 55,61%( 739.265 votos) Bolsonaro (PSL) - 44,39% (590.033 votos) TERESINA Haddad (PT) - 62,73% (273.796 votos) Bolsonaro (PSL) - 37,27% (162.652 votos) SÃO LUÍS Haddad (PT) - 57,78% (306.690 votos) Bolsonaro (PSL) - 42,22% (224.108 votos)
  11. Estava pesquisando sobre os candidatos, pois ainda não decidi meu voto pra governador. Fiquei surpreso que na coligação dele tem praticamente todos os mesmos partidos que apoiam o Bolsonaro. PSC, Republicanos, PP.... Eu não duvidaria nada que se o Bolsonaro não fosse rejeitado na Bahia, o Neto apoia ele. Isso me deixou com receio de votar nele e, por enquanto, aparentemente vou de Jerônimo. E vocês? O que pensam disso e dos candidatos a governador?
  12. Considerando o 2º turno em todas as eleições nas quais houve, e os 2 primeiros colados nos pleitos que terminaram no 1º turno 2018 Haddad (PT) - 68,59% (985.532 votos) Bolsonaro (PSL) - 31,41% (451.273 votos) 2014 Dilma (PT) - 67,28% (918.160 votos) Aécio (PSDB) - 32,72% (446.487 votos) 2010 Dilma (PT) - 73,34% (932.949 votos) Serra (PSDB) - 26,66% (339.061 votos) 2006 Lula (PT) - 84,77% (1.109.289 votos) Alckmin (PSDB) - 15,23% (199.347 votos) 2002 Lula (PT) - 89,39% (1.028.006 votos) Serra (PSDB) - 10,61% (122.025 votos) 1998 Lula (PT) - 55,43% (447.565 votos) FHC (PSDB) - 27,06% (218.502 votos) 1994* Lula (PT) - 386.881 votos FHC (PSDB) - 284.569 votos 1989 Lula (PT) - 74,81% (603.749 votos) Collor (PRN) - 25,19% (203.252 votos) *Porcentagem de 1994 não encontrada
  13. É um streaming freezão, tá sempre aumentando a grade de canais e ainda tem o conteúdo on demand que é interessante. Tava dando uma olhada ontem e eles tem bons filmes, alguns nacionais inclusive, e séries da Nick que nem o Paramount+ tem, como Zoey 101 que eu amo. Alguém aqui usa?
  14. Ou é só impressão que conseguiram com o ângulo da foto ou algo do tipo? https://www.instagram.com/p/Cg0P9zfOg4R/
  15. Por que nomes como Beyoncé e Lizzo ainda lançam músicas capacitistas Em artigo, advogado, paratleta e ativista explica o termo preconceituoso usado recentemente pelas popstars *Emerson Damasceno Duas notícias recentes, envolvendo o cenário pop mundial, vêm comprovar que o capacitismo é uma realidade estrutural em todos os aspectos da sociedade, e a arte e cultura não ficam alheias a ele. O novo álbum de Beyoncé, Renaissance, trouxe um termo capacitista na faixa Heated, e isso gerou protestos em larga escala, o que deve levar a cantora a modificar a letra da música, segundo informações de sua assessoria. Algo semelhante já havia acontecido com a rapper Lizzo, que igualmente se desculpou pela utilização de um termo capacitista no álbum Special, na faixa GRRRLS. Na ocasião, Lizzo também afirmou que sabe a dor que um termo preconceituoso pode causar, pois ela mesmo já sofreu gordofobia e racismo. O que se depreende dos dois fatos é que, de um lado, as pessoas com deficiência e aliadas estão demarcando bem o espaço e sabendo protestar quando necessário. Por outro, ainda temos um longo caminho a trilhar a fim de que a sociedade compreenda como termos capacitistas causam dor e são impróprios. A atitude de Lizzo, ao se corrigir e pedir desculpas, é absolutamente correta, pois demonstra o comprometimento que artistas devem ter ao não tolerar termos capacitistas, os quais podem induzir ao ódio e à discriminação. É de se esperar que Beyoncé também faça o mesmo. Termo capacitista se refere a espasmo A utilização de termos como “spaz” (que remete a espasmo), como ocorreu nas duas músicas, fere pessoas que sofrem espasmos em decorrência de suas deficiências, como também quem possui doenças e condições neurológicas que causam essa reação. Isso acontece comigo, rotineiramente aliás, por conta da lesão medular que possuo. Não se trata de algo engraçado, ou triste, mas um fato. A utilização depreciativa de tais termos, entretanto, atinge e discrimina pessoas com deficiência. É aí que reside a necessidade de se agir através de protestos, boicotes etc., a fim de que um eventual capacitismo recreativo não ganhe corpo, desinforme e ainda assegura renda a quem age em detrimento do respeito que a legislação (além do bom senso) impõe. Isso também vale para quem trata de forma estigmatizada e negativa qualquer deficiência. É necessário lembrar que em casos assim sempre há quem chame a atuação da militância como “mimimi”, mas ressaltemos: só age desta forma quem não é o alvo do preconceito. Não por acaso, a governança de grandes empresas, corporações e entes públicos, cada vez mais, se ocupa do comprometimento com pautas como diversidade, inclusão e equidade, pois são ligadas diretamente à responsabilidade social que têm. Siglas como ESG e DEI, portanto, vão muito além do que um conjunto de letras representa, motivo pelo qual quem não se preocupa em estar atualizado num momento histórico tão feérico já está partindo com desvantagem. A percepção que populações ante invisibilizadas até mesmo para o consumo estão cada vez mais exigindo a atenção que merecem, também norteia gestões inclusivas, seja na esfera pública ou privada. A rica e exuberante diversidade que há no planeta, em suas várias representatividades, não é um óbice, mas sim uma característica fundamental para nossa condição humana. A inclusão, em vez de ser um empecilho como ainda pensam alguns, é justamente um instrumento poderoso a fim de que construamos e preservemos pontes, sendo a cultura e suas inúmeras manifestações, um dos mais necessários mecanismos de aproximação entre diversos. Protestos contra o capacitismo vieram para ficar Essa atitude inclusiva e respeitosa às diferenças, além de uma tendência moderna, também representa uma evolução necessária da sociedade. Termos e ações capacitistas, racistas, misóginas, lgbtfóbicas, por exemplo, perdem cada vez mais espaço na arte, pois a compreensão de que elas são excludentes, não o contrário, vai sendo cada vez mais pacificada. O resultado disso tudo ainda acarreta —e acarretará— o esperneio de uma minoria que resta apavorada com a inegável transição que testemunham. São figuras que remetem aos dinossauros que provavelmente ignoravam ou agiam indóceis contra o cometa que surgiu nos céus do planeta há bilhões de anos e vaticinava uma grande mudança. É assim que agem hoje aqueles que destilam ódio ou insensibilidade ao buscar defender o direito de agredir ou de se deliciar com o sofrimento alheio. Estes, enfim, não terão êxito. As vozes que exigem respeito, que protestam contra o capacitismo e as várias outras formas de preconceito em todas as estruturas sociais, vieram para ficar. O preconceito, um dia —espero que em breve— passará. Nós, com a licença de Quintana, passarinhos. * Emerson Damasceno é advogado e paratleta. Presidente da Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência da OAB-CE, da Comissão Especial de Defesa da Pessoa Autista do Conselho Federal da OAB e Coordenador Especial da Pessoa com Deficiência da Prefeitura de Fortaleza. Advogado graduado desde 1996 e pós-graduando em Direito Constitucional pela Universidade de Fortaleza. Pessoa com deficiência desde 2014, após um atropelamento durante um treino para mais um Ironman, em 2019 falou na sede da ONU em defesa das pessoas com deficiência. https://tangerina.uol.com.br/musica/capacitismo-beyonce-lizzo-artigo/
  16. Se a candidatura da senadora Soraya Thronicke (União-MS) à presidência se confirmar, vai ser um “tiro no peito” da candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS). A principal aposta da emedebista até o momento é no fato de ser a única mulher “competitiva” no pleito — apesar de estar tecnicamente empatada com a Vera Lúcia (PSTU), ela está em um partido com capilaridade bem maior. Mas a candidatura da Soraya atinge em cheio esse discurso. O União Brasil é um partido tão competitivo quanto a coligação da Tebet (MDB, PSDB e Cidadania) e ela vai ter palanques estaduais semelhantes — alguns, inclusive, compartilhados, como Rodrigo Garcia em SP e Eduardo Leite no RS. Há pouco mais de dois meses da eleição, Simone vai precisar reinventar se não quiser perder completamente as suas chances, que já eram baixas.
  17. Hello Everyone I Am new Here I Just Want to Ask Through My Post That I want To See Stranger Thing Season 4 And I Don't Have Any Type Of Subscription Plan Could Anyone Can Help Me How Could I Watch This Web Series Without Purchase Any Type Of Cost
  18. NORTE Bolsonaro - 51,9% (4.242.504 de votos) Haddad - 48,1% (3.933.615 de votos) NORDESTE Haddad - 69,8% (20.343.812 de votos) Bolsonaro - 30,2% (8.824.454 de votos) CENTRO OESTE Bolsonaro - 66,6% (5.163.023 de votos) Haddad - 33,4% (2.595.426 de votos) SUDESTE Bolsonaro - 65,4% (28.351.800 de votos) Haddad - 34,6% (15.016.238 de votos) SUL Bolsonaro - 68,3% (11.084.395 de votos) Haddad - 31,7% (5.152.685 de votos)
  19. Considerando desde a retomada nas eleições diretas para Governador em 1982, qual vocês consideram a melhor administração já feita por um partido/grupo politico? Desenvolvimento do estado, melhora nos indicadores, avanços sociais, etc etc. Exemplo: SP - PSDB (1995 - Atual) CE - Ferreira Gomes e PT (2007 - Atual) MG - Marconi - PSDB e Aliados (1997 - 2018) BA - PT (2007 - Atual) OPINEM AMIGOS @ Conde de Lages @ Vida @ Moraes @ Ricardo Viz @ Faxi @ recc33 @ Henri @ Mar @ Gótico @ Matheusbp @ Massis @ TherezaCris
  20. Veja que quase não tem poluição visual e sonora. A Globo deveria seguir este modelo
  21. O crescimento do Bolsonaro se deu muito a isso tb e fora que Temer não era tão ruim quando Bolsonaro é
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.