Jump to content


PierreDumont

Membro
  • Posts

    5,929
  • Joined

  • Last visited

  • Pontos

    3,977 [ Donate ]

About PierreDumont

  • Birthday 12/20/1990

Profile Information

  • Localização
    João Pessoa

Recent Profile Visitors

6,236 profile views

PierreDumont's Achievements

Apprentice

Apprentice (3/14)

  • Conversation Starter
  • First post
  • Collaborator Rare
  • Reacting Well
  • Dedicated

Recent Badges

2.6k

Reputation

  1. Mas não tenha dúvida que o Governo pode dar concessões à TV Jovem Pan, mas para isso acontecer teria que eles perderem o atual Loading e assim comprar a estrutura de transmissão. E se for ter concorrência pública é capaz de alguma igreja ganhar.
  2. A Globo nunca teria aberto mão de gravar suas novelas no Rio. O que provavelmente ocorreria é termos uma Globo São Paulo melhor estruturada funcionando em esquema de co-geradora bem antes do que realmente ocorreu (1999). A Globo já tentou gravar algumas minisséries em São Paulo no começo dos anos 80, mas não deu certo. Não iria mudar muita coisa não. Apenas o perfil da programação seria ligeiramente diferente do que foi. Teríamos mais programas paulistas desde o começo da rede e a capacidade de produção da Globo seria maior que foi. Alguns telejornais como o Hoje e o da Globo seriam produzidos de São Paulo desde o início. Outra possibilidade seria de termos um São Paulo Já ocupando o horário do almoço até hoje. A Globo tinha um sério defeito: subestimou sua capacidade de produção e tardou muito a criar o Projac (que foi inaugurado apenas no final de 1995), dependendo do aluguel de estúdios até 1999. O Projac deveria ter sido construído no final dos anos 70, pelo menos.
  3. E outra: a Globo não tentou comprar a TV Azteca, apenas sondou a possibilidade de participar como associada no processo. Houve um tempo que a Globo tentou estender seus tentáculos por vários países: comprou a divisão italiana da Telemontecarlo (TMC) de Mônaco para transmitir para a Itália e que durou 9 anos (1985-1994), também participou de uma licitação na França como associada e perdeu, tentou participar da licitação na Espanha e não conseguiu. O motivo da Globo só conseguir se estabelecer como associada em Portugal através da SIC em 1992 e ter flopado na Itália tem um nome: o ex-premier italiano Sílvio Berlusconi, amo e senhor da Televisão comercial na Itália: ele era dono de três redes na Itália (Canale 5, Rete 4 e Itália 1) e chegou a se estabelecer na Alemanha, França, Espanha e Polônia. Reza a lenda que o empresário italiano sondou uma possível compra da TV Record em 1987 através de empresários portugueses.
  4. Brevemente você terá novidades! Agradeço o prestígio e você não perderá por esperar! A Globo começou a se consolidar em São Paulo a partir de 1969, com a decadência das redes Tupi e Excelsior. Mais uma vez, o personagem fulcral nesse processo foi Sílvio Santos, que alavancou toda a programação. A Tupi poderia servir como contra-ponto à Globo, teve algumas produções com excelente audiência e repercussão como Mulheres de Areia, Os Trapalhões e Sílvio Santos, que bateu a Globo todo santo domingo de 1976 à 1989 e foi responsável por metade do faturamento da Rede Tupi no final dos anos 70. O que prejudicou a Tupi foi a péssima administração do canal, mais conhecido como "A Casa de Noca": todo mundo metia a mão no caixa e deixava os funcionários com salários atrasados em até 3 fucking meses como em 1977. Existe teoria de que tais incêndios que teriam atingidos a Globo, a Record, a Excelsior e a Bandeirantes teriam sido frutos de grupos guerrilheiros de esquerda, já que ocorreram quase todos juntos ao largo de uma semana. https://www1.folha.uol.com.br/banco-de-dados/2019/07/1969-para-sodre-incendio-nas-instalacoes-de-tvs-sao-obras-de-terroristas.shtml Por outro lado, existe uma outra teoria de que os incêndios da Globo teriam sido propositais para colocar o dinheiro nas apólices de seguro. Especialmente as de agosto de 1971 e a de junho de 1976. Reza a lenda que a Globo encomendou uma considerável quantidade de equipamento para TV em cores por um custo altíssimo e as despachou para Brasília. Então, ocorreu um incêndio no final de 1971 e os diretores da Globo teriam "comemorado" o incêndio porque o seguro pagaria o equipamento e a reforma do prédio. Igual teria ocorrido em 1976, já que a Globo comprou o segundo lote dos equipamentos em cores e finalizou as transmissões em preto-e-branco alguns meses após a reforma. Isso sem contar na introdução das câmeras com VT portátil (U-matic), que permitiu agilizar o Jornalismo.
  5. Depende de como teria sido costurado o acordo. Veja a Televisa, que foi fruto da associação entre três canais rivais (2, 4 e 5) que mais tarde assumiu o controle de um quarto canal (8, mais tarde transferido para o 9). Existia a possibilidade de haver um rompimento? porque não?! Lembrando que a própria Band chegou a ter um acordo com a Globo no começo dos anos 90 quando era sócia do Top Sport, mais tarde renomeado SporTV.
  6. A Globo assumiu a TV Paulista em uma situação calamitosa. O Boni já disse diversas vezes que a emissora só se manteve por causa do aluguel pago por Sílvio Santos pela programação dominical. Em meados dos anos 60, SS era uma figura essencialmente paulista. Seu programa só começou a se nacionalizar a partir de meados de 1969. Ainda assim, a falta de estrutura do canal 5 paulistano prejudicaria o desenvolvimento da praça até o final dos anos 90. Já a TV Bandeirantes, em seus primórdios (1967-1969) tinha uma estrutura muito moderna para a época graças à aparelhagem Marconi, de qualidade superior à RCA da Globo. O que ferrou que a Band foram duas coisinhas: a mentalidade tacanha e personalista da Família Saad (Walter Clark disse, certa vez, que a Band era administrada como uma lojinha da 25 de Março) e o incêndio de 1969, que paralisou a emissora por quase 3 anos e obrigou a emissora a ser reequipada praticamente do zero. Foi justamente no período em que a Globo ascendeu e se consolidou no mercado de São Paulo. No caso da Globo, os incêndios de 1969 (São Paulo), 1971 e 1976 (Rio) foram benéficos porque as apólices bancaram a sofisticada e cara aparelhagem em cores e financiaram uma estrutura de produção, além da formação da rede nacional nos anos 70.
  7. O TV Formosa sempre comete uns erros bem consideráveis, mas felizmente deixou aquela voz do Google Translator. Eu sabia da ideia da "Globandeirantes" desde os tempos do extinto Telehistória. Isso foi discutido em 1964, quando ambas as emissoras ainda não haviam entrado no ar. Se a Família Saad tivesse topado, a história da TV brasileira teria sido outra. A Bandeirantes teria entrado no ar bem antes e a Globo já entraria forte em São Paulo. Por sua vez, a Globandeirantes teria um poderoso núcleo de produção em São Paulo. Mas, o que poderia ter acontecido com a mouribunda TV Paulista? é certo que haveria espaço para outra rede. A rede norte-americana ABC nunca tentou comprar a Tupi. A ideia era de uma sociedade disfarçada, algo parecido com o que acontecia na Venezuela e na Argentina: a rede norte-americana deveria fornecer know-how administrativo, treinamento, orientar e financiar a comprar de equipamentos e a construção de estúdios. Existem duas versões que foram relatadas no vídeo: a de Edmundo Monteiro, que teria chegado a um entendimento em Nova York e que João Calmon teria atrapalhado, e outra de João Calmon, que David Rockefeller não teria se interessado em intermediar o acordo.
  8. Putz, finalmente um horário digno para o vôlei de praia. Em Sidney 2000 passava às 3:00 AM.
  9. Vira e mexe me deparo com este assunto no fórum. Li em algum canto que o "ideal" para uma rede nacional de médio porte seria pelo menos 5 estúdios de porte médio e para uma estação regional que produza muito, o ideal seria um estúdio de auditório, uma newsroom e um terceiro. Mais o que realmente é o ideal? vejo que, aqui no Brasil, os estúdios são terrivelmente atarracados e usa-se o mesmo estúdio para vários programas. Nem falo de estação regional e sim de rede. Para efeitos de comparação, a Central San Ángel da Televisa possui 16 estúdios de 900 m2, sem contar 4 da Central de Chapultepec e outros 4 de Santa Fé. Enquanto o maior estúdio da Globo no Jardim Botânico era de 450 ou 500 m2, o maior estúdio da TVE da Espanha era de 1.200 m2 já em 1964. Os estúdios de Jornalismo da TVE tem uns 300 m2 cada um. A Xuxa gravava seu Xou em um teatro limitado em comparação ao estúdio espanhol (1.100 m2) e o americano (mais de 1.500 m2). Mas, nos dias de hoje, as centrais de produção estão tornando-se coisa do passado. Não tem porque a RedeTV! ter tantos estúdios se produz tão pouco. Mas a TV Diário de 15 anos atrás precisava funcionar praticamente 24x7 para dar conta de tanto volume de produção. O que acham?
  10. Sim e não. Os terrenos ao redor do canal foram vendidos e não tem como expandir a sede atual para as laterais. Porém, muitas empresas do grupo devem deixar as atuais instalações, o que deve dar espaços para novos estúdios de TV. Lembrando que a Central de Jornalismo (sem contar os estúdios para gravação) tem 700 m2. Se for este o espaço a ser desocupado daria para construir pelo menos 2 estúdios de 350 m2 ou 1 de 700 m2.
  11. A Band nunca teve muita demanda de produção, a não ser, talvez, no começo dos anos 80. Houve um tempo [meados dos anos 90] que nem o estúdio de auditório era usado, dois estúdios davam conta de tudo e ainda sobrava espaço, já que a grade basicamente consistia de filmes, telejornais, esportes, o Amaury Jr, algum programa de entrevista, a Ofélia e só. Tanto é que desativaram o Teatro Bandeirantes no final de 1989. Então, eles nunca se preocuparam em investir em uma grande estrutura, já que as novelas que gravaram de 95 pra cá foram feitas de maneira intermitente em estúdios de produtoras. Os canais à cabo estão em "puxadinhos" e o Canal 21 locava 3 estúdios em uma produtora.
  12. Já fizeram várias vezes. O programa do Sérgio Mallandro era lá até 2002:
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.