Jump to content


Sonia

Membro
  • Posts

    4,543
  • Joined

  • Last visited

  • Pontos

    1,490 [ Donate ]

1 Follower

About Sonia

  • Birthday 08/23/1998

Recent Profile Visitors

3,541 profile views

Sonia's Achievements

Apprentice

Apprentice (3/14)

  • Reacting Well
  • Conversation Starter
  • First post
  • Week One Done
  • One Month Later

Recent Badges

976

Reputation

  1. @ RICMAC já pode ser contratado pela Band para substituir o Fausto.
  2. Morta que vão processar o @ LUCAS MAURÍCIO Terá que pagar R$ 1 mil em multa e indenização para a Globo.
  3. Sonia

    Band Novelas

    A tendência hoje é co-produzir com alguma plataforma como a Netflix, HBO ou o Prime Video.
  4. Mundo retratado pelo filme é superpovoado e passa por mudanças climáticas Há 50 anos a produção de Hollywood ‘No mundo de 2020’ fazia previsões ousadas. No filme, um planeta superpovoado passa por mudanças climáticas e catástrofes, e a população amarga condições econômicas difíceis, quando itens essenciais como legumes e verduras custam caro. O filme, que está disponível no serviço da Apple TV, é baseado no romance de Harry Harrison e gira em torno da investigação de um assassinato. Ainda assim, a produção causa espanto ao trazer previsões que se concretizam, de certa forma, com o momento que vivemos atualmente. Matéria publicada no Estadão, por meio do The Washington Post, trouxe essas ‘coincidências’ intrigantes. 1 – Comida sintética No filme, o consumo excessivo de alimentos fez com que alguns produtos ficassem escassos, e consequentemente muito mais caros. Em função disso, as pessoas passaram a substituir comidas frescas, como alface e tomate, por pílulas nutricionais. A carne, por sua vez, era item de luxo, consumida por pequena parcela da população. Assim, a população passou a ficar ‘refém’ de alimentos da corporação Soylent. Em uma cena, inclusive, um idoso descarta “um concentrado de vegetais de alta energia” dizendo ser “uma gororoba sem gosto nem cheiro”. No longa-metragem, a empresa lança um novo produto, a Soja Verde, que prometia ser um “alimento milagroso de plâncton de alta energia coletado dos oceanos do mundo”. Durante a trama o personagem principal acaba descobrindo que não é o que parece. 2 – Superpopulação A Nova Iorque de 2022 retratada pelo filme é superlotada. Imagens mostram agitação nas ruas, trânsito, fumaça e milhares de pessoas. Há, inclusive, a representação de uma nova profissão, a de “empurrador profissional”, pessoa que ficava nas estações de metrô enfiando as pessoas dentro dos trens. Em uma situação caótica, faltam empregos no país norte-americano. Em certo momento, o personagem principal comenta: “Tem dois milhões de caras desempregados só em Manhattan – e só de olho no meu emprego!” Existem semelhanças com os dias atuais. No ano passado Manhattan passou por um aumento no número de desabrigados, enquanto o governo tentava diminuir a aglomeração nos abrigos. No entanto, o filme erra numa previsão: Thorn observa que Nova Iorque registra 137 homicídios por dia. Enquanto isso, o relatório CompStat do NYPD lista cinco crimes no período de 27 de dezembro de 2021 a 2 de janeiro de 2022. 3 – Mudanças climáticas No Mundo de 2020 descreve uma situação de calor intenso, onde as temperaturas nunca ficam abaixo de 32 graus. Paira no ar uma névoa semelhante às históricas névoas fatais de Londres, o que faz com que as árvores que restam sejam protegidas por tendas. No entanto, o filme não deixa claro se as mudanças climáticas são culpa das pessoas, ou de um desastre natural. Na realidade, incêndios florestais são registrados no Colorado, deixando centenas de desabrigados, enquanto uma grande parte do Oeste, do Novo México a Idaho, passa por seca. Outro exemplo pode ser visto na Grã-Bretanha, que acabou de registrar a véspera de Ano Novo mais quente da história. No ano passado, Delhi, na Índia, entrou em lockdown temporário não por causa da Covid-19, mas para tentar combater a poluição do ar. 4 – Morte assistida No filme, a morte assistida era legalizada nos Estados Unidos. Uma cena mostra viúvas recebendo “o auxílio-morte”, que garante suporte financeiro para a família do ‘paciente’. Outra cena que chama atenção é quando o personagem Sol Roth (Edward G. Robinson) vai até uma dessas clínicas e é percebe um atendimento luxuoso. Uma atendente glamorosa pede que ele escolha sua cor e trilha sonora favoritas. Enquanto isso ele toma um remédio e é colocado na cama, e um outro funcionário aperta dois botões em um painel. Uma TV gigante mostra imagens tranquilizantes, e o personagem diz “Eu te amo” para Thorn. Um detalhe curioso é que o ator (Robinson) morreu 12 dias depois das filmagens. A morte assistida hoje é legal na Austrália, Canadá, Colômbia e em algumas regiões da Europa. Somente em 2018, 142 pessoas viajaram de países como Alemanha, França e Grã-Bretanha para as instalações Dignitas, na Suíça, onde a política de morte assistida por médicos é permitida. No local não exige idade mínima, diagnóstico de doenças ou sintomas específicos. 5 – Tempo de tela Videogames são a principal forma de lazer da elite do filme. Cenas mostram o luxuoso apartamento de um dos executivos da Soylent, com um aposento dedicado exclusivamente para abrigar o Computer Space, que na vida real de 1971 se tornou o primeiro jogo de fliperama operado por moedas. Sem dúvidas um dos grandes problemas da atual sociedade é a excessiva conectividade, principalmente com o advento dos dispositivos pessoais, que permitem que a pessoa tenha o mundo em suas mãos. No entanto, diferente do filme, ainda é possível encontrar uma gama de outras atividades para “escapar” da tecnologia. Mesmo com visões mais severas, o filme acertou muito em escancarar a ganância e a desigualdade da sociedade. De certa forma, esses problemas sociais estão no âmago das principais discussões atuais. Com a consciência tranquila e sem o apego aos detalhes, o filme traz um ponto de vista interessante, gerando importantes reflexões. ND+ https://ndmais.com.br/cinema/filme-de-1973-no-mundo-de-2020-volta-a-tona-apos-acertar-previsoes-veja-lista/
  5. @ RICMAC Compre o horário nobre da Band para dar as suas aulas.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.