Jump to content
×
×
  • Create New...


LAURO JARDIM: Como foi o jantar de Bolsonaro com os empresários


Recommended Posts

Numa noite em que não usou máscara, Jair Bolsonaro jantou com 25 empresários em São Paulo e, num discurso de cerca de dez minutos, praticamente não falou de vacinas. O foco foi a crítica ao lockdown, repetindo os argumentos que costuma usar em suas falas recentes, inclusive nas críticas que faz aos governadores.

 

Bolsonaro foi aplaudido duas vezes durante sua fala. Primeiro, quando reafirmou que o teto de gastos é intocável. E depois quando elogiou Paulo Guedes e brincou com o ministro da Economia:

 

— Se o Paulo Guedes deixar o governo, vou pedir uma pensão, por que nossa relação já é de uma união estável.

 

Em seu discurso, Bolsonaro, que não falou nem em reforma administrativa e nem reforma tributária, também reclamou da imprensa num jeitão Bolsonaro de ser: 

 

— Falam mal de tudo que eu faço. A única coisa que a imprensa ainda não disse de mim é que eu sou boiola.

 

Antes de Bolsonaro falar, empresários e banqueiros, como Luiz Carlos Trabuco (Bradesco) e André Esteves (BTG Pactual) discursaram. O tom dos discursos (curtos, de cerca de cinco minutos) dos empresários foi o de "não realçar os erros do passado e olhar para frente", conforme um relata um dos presentes". Nenhum empresário elogiou o governo, mas tampouco se ouviu críticas.

 

Na mesa principal, a que estava evidentemente Bolsonaro, se sentaram também os ministros Paulo Guedes e Fabio Faria; o presidente do BC, Roberto Campos Neto; os empresários Carlos Sanchez (EMS), José Isaac Peres (Multiplan), Rubens Menin (MRV e CNN), Rubens Ometto (Cosan)e Paulo Skaf; os banqueiros André Esteves (BTG) e Luiz Carlos Trabuco; e o anfitrião Washington Cinel.

 

Ao contrário de Bolsonaro, Marcelo Queiroga circulou o tempo inteiro de máscara. Em dado momento, antes do jantar, Queiroga ouviu de Bolsonaro uma pergunta em tom de gozação: "Tá de máscara?", numa espécie de sugestão para abandonar o equipamento. Queiroga respondeu, rindo: "tenho que dar o exemplo". E ficou como estava.

 

https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/como-foi-o-jantar-de-bolsonaro-com-os-empresarios.html

Link to post
Share on other sites


6 minutos atrás, Marcelo S.D disse:

Na mesa principal, a que estava evidentemente Bolsonaro, se sentaram também os ministros Paulo Guedes e Fabio Faria; o presidente do BC, Roberto Campos Neto; os empresários Carlos Sanchez (EMS), José Isaac Peres (Multiplan), Rubens Menin (MRV e CNN), Rubens Ometto (Cosan)e Paulo Skaf; os banqueiros André Esteves (BTG) e Luiz Carlos Trabuco; e o anfitrião Washington Cinel.

CNN presente.

Link to post
Share on other sites

Pior de tudo é saber que os presentes nesse jantar nunca serão punidos, de nenhuma forma, por estarem comemorando quase 350 mil mortes, sambando em cima das valas comuns, fora um claro deboche às internações mais graves.

 

Punição espiritual é balela e oração é placebo. Essa gente tinha que sofrer muito em vida.

 

Edited by Dom
Link to post
Share on other sites
18 minutos atrás, jornal do boris disse:

esses empresarios tao comemorando o que se a economia esta em frangalhos? 

Devem estar comemorando as promessas do Paulo Guedes de mais reformas, que em 3 anos não saíram do papel, pra poder conseguirem explorar ainda mais os funcionários e obter ainda mais lucro.

 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.






Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.