Jump to content


Tiago

TVs católicas, evangélicas e comerciais "passam pires" no governo

Recommended Posts

Faça login ou cadastre-se para visualizar

 

Foi preciso uma doença mortal e uma crise econômica sem precedentes para "pacificar" a relação midiática entre católicos, evangélicos e laicos.

Em uma verdadeira romaria ecumênica, feita presencialmente ou por telefone, líderes católicos, neopentecostais e até executivos ateus —todos proprietários de emissoras de TV e rádio— estão literalmente "passando a sacolinha" na Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social), em Brasília.
 

Emissoras evangélicas como rede Gospel, TV Mundial, Internacional da Graça, Universal, Vitória em Cristo, católicas como Rede Vida e as comerciais menores, como RBTV (Rede Brasil) e Gazeta estão indo a Brasília "suplicar" por mais verbas federais em suas programações.

Essas TVs estão sendo abatidas pela pandemia de coronavírus e pela queda impressionante de publicidade causada pela quarentena e o fechamento da economia.

 

Comerciais também pedem

 

Mas, as pedintes não são apenas esta: redes comerciais maiores como RedeTV, SBT, Record e Band também estão literalmente com o pires na mão.

No caso dessas, o governo já autorizou a volta dos famigerados sorteios na TV (o antigo 0900 em nova roupagem), mas a conclusão é que só isso não vai adiantar. A implantação da jogatina e o retorno está muito lento.

Pior: no caso de emissoras como RedeTV a interrupção constante de programação normal para fazer os sorteios está derrubando também a audiência.

Segundo a coluna apurou, atender a esses pedidos pode ser uma das causas do "reforço" de R$ 83,9 milhões que o governo federal deu para a Secom investir em propaganda, o que foi divulgado esta semana.

 

Apoio católico

 

Segundo o "Estado" publicou neste sábado, líderes da igreja Rede Vida, João Monteiro de Barros Neto, dono da Rede Vida, e o padre Wellington Silva, a TV Pai Eterno, estão chegando a oferecer apoio explícito ao governo Jair Bolsonaro em troca de apoio publicitário .

Outras emissoras como a Rede Gospel, do casal Hernandes, têm linha direta com o governo e também clamam por mais verbas.

A Gospel fez um enorme corte de pessoal desde março, início da pandemia.

O mesmo vale para Valdemiro Santiago, da Mundial do Poder de Deus, que já afirmou que sua igreja poderia "quebrar" por causa do fechamento de cultos. Santiago é um apoiador de Bolsonaro desde o primeiro momento.

No caso das emissoras comerciais, a Record, ligada à Universal, já vem dando apoio claro e palpável ao governo Bolsonaro em seu jornalismo. O mesmo vale para SBT e a RedeTV.

 

Lavoura arcaica

 

O senso crítico em relação ao governo nessas emissoras simplesmente inexiste.

As três formam a Simba, uma joint-venture, e reivindicam mais dinheiro de publicidade governamental em suas grades.

A TV brasileira aposta que só o governo federal pode salvar a lavoura.

Com o alto endividamento federal, a explosão do déficit público causado por necessários programas de auxílio à população mas, principalmente, devido à péssima qualidade da programação dessas emissoras (isso sim afugenta telespectadores e anunciantes), não é preciso ser astrólogo ou vidente para prever:

Essa é uma aposta fadada ao fracasso.

 

https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/ooops/2020/06/06/tvs-catolicas-evangelicas-e-comerciais-passam-pires-no-governo.amp.htm

Share this post


Link to post
Share on other sites
Faça login ou cadastre-se para visualizar

Vem

Faça login ou cadastre-se para visualizar
 :clo6:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Faça login ou cadastre-se para visualizar

 

Faça login ou cadastre-se para visualizar

 

Faça login ou cadastre-se para visualizar

 

As emissoras Católicas não possuem comerciais, vivem dos breaks do governo (que eu acho que são obrigadas a passar e ganham uma moeda) e lógico das doações. Elas tem "parceiros", mas o presidente gente foi eleito pela massa Cristã, leia-se "Católicos" e "Protestantes".. Até aqui nenhuma novidade.

 

Como Católico não me identifico com esse posicionamento das emissoras, mas eles têm contas a pagar, né?

Então estão se virando com o que tem... Se o jeito for esse para se manter, eles vejam o que é melhor...

Se fosse outro governo... Seria a mesma coisa, creio eu, afinal TODOS PRECISAM DE DINHEIRO! :gret6:

 

Maaaaaaaaaas a Canção Nova em especial nunca escondeu sua aproximação com o governo... Amo a Canção Nova, mas não concordo...

 

É isso! :clo11:

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pavoroso acompanharmos o estrangulamento da mídia no Brasil, só está faltando de fato ser institucionalizada a ditadura oficialmente

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.



×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.