Jump to content


Carlos Eduardo

Como Regina Duarte jogou mais de 50 anos de carreira no lixo em apenas 40 minutos

Recommended Posts

Faça login ou cadastre-se para visualizar

 

A entrevista de Regina Duarte na tarde de ontem (7) à CNN Brasil foi um marco na carreira da atriz. Mais do que quando aceitou ocupar um cargo político sem nunca ter tido a mínima experiência pública, nem ao menos ter um passado de luta em defesa da classe artística, Regina Duarte jogou na lata do lixo toda sua carreira de 55 anos como atriz em pouco mais de 40 minutos de entrevista ao jornalista Daniel Adjuto.

 

Se antes sua escolha em aceitar o cargo de secretária especial da Cultura podia ser justificada como um certo idealismo de ver a arte no país ir para frente, depois da desastrosa entrevista não há mais como encontrar defesa. Até mesmo o mais cego dos fãs conseguiu enxergar o horror nas palavras de Regina.

 

Seu despreparo estava evidente em suas próprias mãos. Na ausência de um ponto eletrônico, com alguém soprando o que dizer em seu ouvido, coisa comum na televisão, ela fez uso de uma "colinha", com a justificativa de que já decorou "muito texto na vida" e não queria correr o risco de errar nada. Lendo e ainda assim enrolando-se, tentou explicar as medidas tomadas pela Secretaria de Cultura, num ato demorado de apoio a uma das classes mais prejudicadas pelo coronavírus.

 

Como uma personagem coadjuvante inadequada, que pretende ser cômica para aliviar o drama de uma trama pesada como a da pandemia, protagonizada por um presidente despreparado e na contramão do mundo, Regina revelou-se fora de tom, fazendo piada musicada de um passado nada glorioso para o país, rindo descontroladamente (descaradamente?) da dor de famílias vítimas da ditadura, tentando minimizar mortes. Enterrando sua própria carreira.

 

Para coroar o descontrole, ao ser questionada pelos âncoras Reinaldo Gottino e Daniela Lima, ao vivo no estúdio em São Paulo, Regina perdeu as estribeiras, dizendo que o combinado seria uma entrevista apenas com Adjuto. Um ataque de estrelismo em um ambiente bastante diferente dos bastidores de uma televisão. Nos corredores do poder em Brasília, ego demais pode significar a dose que difere o remédio do veneno.

 

Já na parte em que sua colega Maitê Proença, em vídeo gravado, a cobra por um posicionamento diante de mortes de nomes relevantes da Cultura brasileira desde que assumiu a secretaria especial, Regina finalmente despiu-se da personagem e mostrou quem é de fato.

 

Ali estava a diva, que sempre teve tudo o que quis, mas agora obrigada a se ver contrariada. Em anos de uma carreira brilhante como atriz, em que convenceu o público com a verdade, o humanismo e o progressismo de Rachel, Helenas e Malu, Regina parece nunca ter aprendido a fugir do script.

 

Não teve jogo de cintura para lidar com o imprevisto. Não teve humanidade de reconhecer que estava errada. Não tem preparo para estar onde está, um caso evidente de erro escalação, um desfecho triste para uma carreira artística emblemática na teledramaturgia nacional.

 

Certamente, Regina, era muito mais fácil dar entrevista explicando o fracasso de novela ruim. Saudade de Três Irmãs, né, minha filha?

 

Faça login ou cadastre-se para visualizar

 

FONTE

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa mulher merece todo ostracismo.

 

Gente que defende tortura, preconceito e romantiza governos autoritários não merece empatia.

  • Like 17

Share this post


Link to post
Share on other sites

Merecia ser presa por tratar com deboche um fato histórico que foi um crime contra humanidade e ainda romantizar tortura e autoritarismos 

 

Seria um exemplo de respeito a memória dos mortos que ela quer enterrar junto as atrocidade que manchou nossa história

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

A lavagem cerebral que ela sofreu foi forte, ela está irreconhecível!

 

Aa vezes penso que ela estava ensaiando para viver uma personagem esquizofrênica, e não conseguiu mais sair dela e ficou assim pra sempre, é a unica explicação!

 

Talvez se jogasse nela um banho de balde de agua fria, ela voltaria ao estado normal, aprendi isso vendo Chaves!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Faça login ou cadastre-se para visualizar

 

Lavagem cerebral nada, ela é cretina por vontade mesmo, e não é de hoje. 

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foi um marco na vida dela, algo que marcará pra sempre. Um desastre. 

Ainda mais em uma emissora que nem é ferrenha contrária ao Bozo. Se fosse a Globo, a gente entenderia que ela poderia estar assim doida.

 

Mas a CNN lida com o desgoverno de forma tão neutra. 

 

Mulher demente mesmo. Perdeu a chance da vida dela de ao mesmo tempo ficar em cima do muro com os artistas e com o chefe maluco dela. 

 

A Maitê depois cagou nela nas redes sociais. Bem feito. Perdeu grandes amigos que fez na carreira. 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Fiz questão de assistir a entrevista inteira. E é impressionante que a única reação possível durante toda a entrevista é esta: :hmconfu1:

Fora que a entrevista no começo parece que está acabando e no final parece que está começando, de tão transtornada, estranha, irreal e insana que é. 

 

A Regina não está doida, ela sempre foi o que é agora - vide a campanha do "tô com medo" - , só que na velhice estes aspectos da personalidade vêm mais à tona. 

 

Porém, como brasileiro tem memória curta, daqui 6 meses todos esqueceram e daqui 1 ano é capaz de estar de volta às novelas. 

Edited by MERCURY
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

O importante disso tudo: ela se desnudou e mostrou quem e o que de verdade é

Share this post


Link to post
Share on other sites

A CNN é verdadeiramente a Record da tv fechada. tá vivendo de polêmicas, de confusão, de entrevistas bizarras etc.

Essa da Regina só foi mais uma.

A mesma já deu entrevista na Globo, falou as bobagens dela, mas não causou essa repercussão. Parece que desde antes do seu lançamento essa era a proposta da CNN: vestir roupa de Globo e agir como a Record. Bem ao estilo do seu diretor chefe. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Final de carreira ( e de vida) dela vai ser triste, taxada de louca ( e com razão) a gente sabe que a história dela como ministra da cultura não vai ter um bom desfecho, não acredito que após a saída dela da secretaria ela consiga se manter na política , vai terminar no limbo.  

Share this post


Link to post
Share on other sites

O fim de vida e carreira mais desprezível e melindroso que uma atriz nesse país já teve. 

Faça login ou cadastre-se para visualizar

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.



×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.