Jump to content
×
×
  • Create New...


Festival de Cannes 2018 / Shoplifters ganha a Palma de Ouro


Recommended Posts

Os filmes abaixo serão apresentados na competição oficial e disputam a Palma de Ouro:

Spoiler

1168878.jpg

Todos lo Saben, de Asghar Farhadi (Espanha / França / Itália)

Depois de vencer o festival de Berlim com A Separação e levar prêmios em Cannes com O Passado (melhor atriz) e O Apartamento (melhor roteiro e ator), o diretor iraniano apresenta na abertura do festival a sua primeira produção em língua espanhola, com um elenco de peso: Penélope Cruz, Javier Bardem, Ricardo Darín e Barbara Lennie. A história gira em torno de uma reunião familiar que desencadeia uma tragédia e revela segredos do passado.

3826785.jpg

Under the Silver Lake, de David Robert Mitchell (Estados Unidos)

Após o sucesso inesperado do filme de terror Corrente do Mal na Semana da Crítica, o diretor David Robert Mitchell foi catapultado diretamente para a competição oficial com seu terceiro filme. Nesta mistura de comédia e suspense, Andrew Garfield interpreta um jovem apaixonado por sua vizinha, que desaparece misteriosamente. Sem pistas, ele começa a interpretar números e rabiscos encontrados no apartamento dela, mas talvez tudo não passe de uma grande alucinação.

5034038.jpg

BlackKklansman, de Spike Lee (Estados Unidos)

Conhecido pelos filmes sulfurosos de temática racial (Faça a Coisa Certa, Febre da Selva), o diretor tem desenvolvido uma carreira irregular, com alguns projetos fracos que sequer chegaram aos cinemas. Desta vez, Cannes apostou no novo filme sobre um policial negro (John David Washington) que coordenou um esquema para se infiltrar na Ku Klux Klan e sabotar o movimento. Até as vésperas de Cannes, a imagem acima foi a única foto oficial divulgada de BlackKklansman.

2219154.jpg

The Image Book, de Jean-Luc Godard (França)

O veterano da Nouvelle Vague tem investido cada vez mais em projetos experimentais, com uma montagem extremamente fragmentadas que evitam a narrativa linear (caso dos recentes Adeus à Linguagem e Filme Socialismo). Este parece ser o caso também de Le Livre d'Image (no original), que pretende apresentar cinco capítulos refletindo sobre as representações do mundo árabe.

4397007.jpg

At War, de Stéphane Brizé (França)

Depois de interpretar um operário em busca de emprego em O Valor de um Homem, Vincent Lindon repete a parceria com o diretor Stéphane Brizé para mais uma crônica do mundo do trabalho. No drama, uma grande indústria decide fechar as portas e demitir 1100 funcionários. Os sindicatos se reúnem e começam a briga pela manutenção dos cargos, provocando o MEDEF, poderosa organização patronal das 40 empresas mais ricas da França.

3453690.jpg

Sorry Angel, de Christophe Honoré (França)

Cronista habitual das relações amorosas, o cineasta francês volta aos romances e à pluralidade sexual neste retrato sobre o estudante universitário Arthur (Vincent Lacoste) que conhece o escritor Jacques (Pierre Deladonchamps) e se apaixona. Quanto Jacques fica doente, um amigo mais velho (Denis Podalydès) passa a cuidar dele e interfere na relação.

2206884.jpg

Knife + Heart, de Yann Gonzalez (França)

Inspirado no universo underground de Paris nos anos 1990, este suspense acompanha a vida de Anne (Vanessa Paradis), uma produtora de filmes pornográficos. Ela luta para reconquistar a mulher que ama, enquanto prepara o filme mais ambicioso de sua carreira. De repente, um assassino em série começa a atacar os participantes do projeto. Depois do sucesso de Os Encontros da Meia-Noite na Semana da Crítica, o diretor tem seu primeiro filme na competição oficial.

3638220.jpg

Girls of the Sun, de Eva Husson (França)

Este drama de guerra se passa no Curdistão, onde Bahar (Golshifteh Farahani) lidera o batalhão das "Filhas do Sol", formado exclusivamente por mulheres. Ela está prestes a entrar numa cidade tomada por guerrilheiros, na esperança de encontrar o seu filho. A jornada é registrada por uma jornalista (Emmanuelle Bercot), que logo descobre ter muito mais em comum com Bahar do que imaginava. O projeto dirigido e estrelado por mulheres tem potencial de se destacar na competição.

2372879.jpg

Dogman, de Matteo Garrone (Itália / França)

Diretor acostumado à competição em Cannes, Garrone retorna às histórias violentas de Gomorra com esta fábula sobre o tímido Marcello, conhecido na periferia onde mora por seu trabalho numa pet shop, onde dá banho em cachorros. Quando um grande amigo sai da prisão e começa a praticar crimes no bairro, Marcello acaba participando sem querer dos planos violentos, e se vê entrando num caminho sem volta.

2383817.jpg

My Bitter Land, de Alice Rohrwacher (Itália)

A minúscula cidade de Inviolata vive separada do resto do mundo. Governados a mão de ferro pela marquesa Alfonsina de Luna, os habitantes desenvolvem o hábito de abusar de Lazzaro (Adriano Tardiolo), um garoto inocente e gentil com todos. Quando ele desenvolve uma boa amizade com Tancredi, o filho da marquesa, descobre a habilidade de voltar no tempo, para corrigir algumas injustiças. Na última passagem da diretora em Cannes, ela venceu o Grande Prêmio do Júri pelo drama As Maravilhas.

4285522.jpg

Ash is Purest White, de Jia Zhang-Ke (China / França / Japão)

O novo filme do aclamado diretor chinês combina romance e crime. Mais uma vez, sua atriz fetiche Zhao Tao lidera a trama sobre uma bailarina apaixonada por um mafioso local. Quando a vida dele corre risco, ela saca uma arma e mata o agressor de seu amado, mas vai a cadeia e cumpre penas de vários anos pelo assassinato. Saindo da prisão, ela pretende retomar o relacionamento de onde ele tinha parado.

2428627.jpg

Shoplifters, de Hirokazu Kore-eda (Japão)

Presente nos cinemas brasileiros atualmente com O Terceiro Assassinato, o diretor japonês já tem mais um filme pronto. O drama se passa junto a uma família extremamente pobre, com vários filhos, onde todos vivem de pequenos crimes. Em uma dessas ações, encontram uma garota abandonada e decidem acolhê-la. Mas a presença da pequena vai alterar completamente o meio de vida dos personagens.

2667507.jpg

Asako I & II, de Ryusuke Hamaguchi (Japão)

Ao contrário dos veteranos japonês e chinês acima, o jovem Hamaguchi nunca havia sido selecionado em Cannes. Ele apresenta a curiosa história de amor sobre uma garota de 21 anos cujo namorado desaparece completamente. Dois anos mais tarde, ela encontra um homem idêntico àquele por quem estava apaixonada. Asako não consegue resistir ao mistério, mas logo descobre uma pessoa de personalidade muito diferente do namorado desaparecido.

3338123.jpg

Burning, de Lee Chang-Dong (Coreia do Sul)

Aparentemente, os asiáticos vão garantir a cota de suspense e mistério na competição oficial. Neste filme, Jong-soo (Yoo Ah-in) trabalha fazendo entregas pela cidade, quando encontra por acaso Hae-mi (Jeon Jong-seo), uma garota que morava em sua vizinhança. Ela pede que ele cuide do gato dela enquanto faz uma viagem à África. Na volta, ambos têm coisas a explicar um para o outro: Hae-mi quer apresentar um amigo misterioso que trouxe da viagem, e Jong-soo precisa confessar um sombrio passatempo.

0785097.jpg

The Wild Pear Tree, de Nuri Bilge Ceylan (Turquia / França)

Vencedor da Palma de Ouro por Sono de Inverno, o cineasta turco traz mais uma história de grandes paisagens e profundos dilemas morais. Sinan (Dogu Demirkol) é um jovem escritor de talento, que retorna à cidade natal na intenção de juntar dinheiro para seu primeiro livro. Mas ele descobre que precisa arcar com uma dívida deixada pelo pai. Logo, Sinan deve tomar algumas decisões importantes.

0239005.jpg

Cold War, de Pawel Pawlikowski (Polônia)

Depois do premiadíssimo Ida, vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro, Pawlikowski apresenta mais um drama de guerra filmado em preto e branco. A sinopse oficial, ainda com poucos detalhes, precisa que a história se passa na Guerra Fria, mais especificamente no conflito entre Polônia e a França. Neste contexto, um músico e uma cantora vivem um relacionamento impossível.

1991150.jpg

My Little One, de Sergey Dvortsevoy (Rússia / Alemanha / Polônia)

O drama do diretor de Tulpan (vencedor da mostra Um Certo Olhar) apresenta o cenário da imigração clandestina na Rússia. Ayka é uma garota vivendo escondida em Moscou, trabalhando sem permissão. Ela engravida e dá à luz, mas abandona o bebê no hospital. Pouco tempo depois, no entanto, se arrepende do gesto, e começa uma jornada para encontrar o filho de volta.

1293747.jpg

Summer, de Kirill Serebrennikov (Rússia)

Mais conhecido pelo controverso O Estudante, apresentado no Brasil durante a Mostra de São Paulo, o diretor russo investe numa narrativa musical sobre a influência do rock no país durante os anos 1981. Neste contexto, um triângulo amoroso se forma entre o músico Viktor, a esposa Natasha e o mentor artístico dele, Mike. O caso se tornou público e gerou forte repercussão no país.

1220616.jpg

Three Faces, de Jafar Panahi (Irã)

Mesmo proibido de filmar em seu país, por causa dos projetos críticos ao governo, Panahi continua fazendo projetos escondidos, de baixo orçamento, que são levados para fora do Irã graças à ajuda de colaboradores. Desta vez, a história gira em torno de um vídeo encontrado por uma atriz. Nas imagens, uma garota implora por ajuda. Junto de Panahi, a atriz tenta descobrir se o material é verdadeiro, ou alguma montagem. Eles embarcam juntos na solução do mistério, através das repressivas leis locais.

3313076.jpg

Yomeddine, de A.B. Shawky (Egito / Estados Unidos / Áustria)

Único filme de um diretor estreante na briga pela Palma de Ouro. No centro da história está Beshay, homem que passou a vida inteira numa colônia para leprosos, mas hoje está curado. Quando a esposa desaparece, ele coloca seus pequenos bens sobre um burro e leva um garoto órfão consigo numa jornada pelo Egito, em busca de suas raízes.

2433460.jpg

Capernaum, de Nadine Labaki (Líbano)

Ainda sem fotos oficiais divulgadas, o drama da diretora de Caramelo apresenta Zein, um garoto de doze anos de idade. Inconformado com a vida miserável que leva, ele decide processar os próprios pais num tribunal, por o terem colocado no mundo.

http://www.adorocinema.com/noticias/filmes/noticia-139725/

 

 

Edited by Shaun
Link to post
Share on other sites


  • Replies 56
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Muitos filmes bons, mas pra escolher alguns pra acompanhar: Under the Silver Lake - Quero ver esse, achei muito interessante a Sinopse. Todos lo Saben - Javier Bardem eleva o nível de qualqu

Ainda bem que o pedido foi rejeitado, esse filme precisa ser lançado.

Vi, the meyerowitz stories, os fantasmas de ismael e 120 batimentos por minuto. Os fantasmas de ismael eu vi pela Marion Cotillard, amo o trabalho dela mas o filme é muito ruim agora os outros do

Estes são alguns dos filmes apresentados dentro da seleção oficial, mas fora de competição:

Spoiler

 

1330405.jpg

The Man Who Killed Don Quixote, de Terry Gilliam (Espanha / Reino Unido / França / Portugal / Bélgica)

O projeto dos sonhos do diretor sofreu com inúmeros problemas, incluindo acidentes nas filmagens, processos dos criadores, trocas de elenco e abandono dos investidores. Agora ele está pronto, mas ainda pode ser barrado, pois uma liminar pretende impedir sua exibição em Cannes. Caso seja mostrado no encerramento do festival, como previsto, o filme revelará o encontro de um produtor de TV contemporâneo (Adam Driver) com Dom Quixote (Jonathan Pryce) após uma viagem no tempo, de volta ao século XVII.

2185213.jpg

Han Solo - Uma História Star Wars, de Ron Howard (Estados Unidos)

Cannes tem a tradição de organizar pré-estreias de grandes produções de Hollywood, sempre fora de competição. O escolhido este ano foi o novo filme da saga Star Wars, estrelado por Alden Ehrenreich. Ele interpreta o jovem Han Solo, numa história de origem que revela como ele encontrou Chewbacca e Lando Calrissian (Donald Glover).

2196150.jpg

The House that Jack Built, de Lars von Trier (Dinamarca / França / Suécia / Alemanha)

Após ser banido de Cannes pelos comentários pró-Hitler, o diretor dinamarquês foi perdoado e volta a integrar a competição oficial - mas pela primeira vez, fora da disputa pela Palma de Ouro. Seu novo filme acompanha doze anos na vida de um assassino em série (Matt Dillon) especializado na morte de mulheres, e obcecado com a intenção de cometer o crime perfeito.

2484054.jpg

Fahrenheit 451, de Ramin Bahrani (Estados Unidos)

Refilmagem do clássico de mesmo nome, e adaptado do livro de Ray Bradbury, este filme da HBO imagina um futuro pós-apocalíptico no qual livros são considerados um perigo para a sociedade, assim como o livre pensamento da população. Michael B. Jordan interpreta um funcionário encarregado de queimar todos os livros, até encontrar pessoas que o fazem questionar estes atos.

5596670.jpg

Whitney, de Kevin MacDonald (Reino Unido)

Uma das sessões mais populares de Cannes deve ser a apresentação deste documentário sobre a vida e a carreira da cantora Whitney Houston. Julgando pelas primeiras imagens e trailers, o diretor da cinebiografia sobre Bob Marley investe numa narrativa bastante tradicional, misturando imagens de arquivo e depoimentos da família da artista.

1660913.jpg

Pope Francis - A Man of His Word, de Wim Wenders (Estados Unidos)

Mais uma cinebiografia apresentada em Cannes: desta vez, o projeto traz Wim Wenders (O Sal da Terra, Pina) encontrando o Papa Francisco para conversar sobre questões como a vida e a morte, a justiça, a evolução da sociedade e a resistência da fé católica pelo mundo.

 

 

Edited by Shaun
Link to post
Share on other sites

Além da competição oficial, existem três grandes mostras paralelas: Um Certo Olhar, Quinzena dos Realizadores e Semana da Crítica. Descubra os principais destaques em cada uma:

Um Certo Olhar

Spoiler

4588594.jpg

Donbass, de Sergei Loznitsa (Alemanha / França / Ucrânia / Holanda / Romênia)

O diretor habituado a Cannes, tanto por suas ficções quanto pelos documentários, agora apresenta um projeto ambicioso, destinado a refletir sobre a maneira como a História é contada à população de um país. Misturando atores profissionais e amadores, Loznitsa pretende estudar como atos de violência são vendidos como proteção, e como iniciativas de guerra são apresentadas como necessárias para a paz.

4539323.jpg

Angel Face, de Vanessa Filho (França)

Marion Cotillard é a grande estrela deste drama, o primeiro dirigido por Vanessa Filho. Na história, ela interpreta uma mulher que leva uma vida de excessos, sem se preocupar com a filha pequena. Um dia, depois de encontrar um homem interessante numa festa, ela deixa a garotinha sozinha. Mas a própria filha está disposta a colocar a mãe de volta nos eixos.

4550261.jpg

Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos, de João Salaviza e Renée Nader (Portugal / Brasil)

O único representante brasileiro da mostra Um Certo Olhar é este documentário de baixíssimo orçamento, filmado por apenas duas pessoas que viveram durante muito tempo na aldeia Krahô, em Pedra Branca, no Brasil. Eles acompanham uma cerimônia funerária realizada por um jovem índio quando recebe a visita do espírito de seu pai.

 

Quinzena dos Realizadores

Spoiler

2385410.jpg

Los Silencios, de Beatriz Seigner (Brasil / Colômbia / França)

Este drama não é apenas produzido por três países, ele também se passa na fronteira de três nações: Brasil, Colômbia e Peru. No centro da trama está Amparo (Marleyda Soto), mãe que cuida sozinha dos filhos pequenos. Quando tenta fugir da violência em sua cidade colombiana, acaba se refugiando num vilarejo da fronteira. Lá, ela se depara com o pai das crianças (Enrique Diaz), que acreditava estar morto.

3178723.jpg

Climax, de Gaspar Noé (França)

O sempre controverso diretor, conhecido pelas experiências de sexo explícito (Love) e violência extrema (Irreversível), está preparando um filme misterioso, que ainda não divulgou nenhuma foto oficial, nem o elenco completo. A história gira em torno de um grupo de bailarinos chamado para um ensaio no meio de uma floresta. Durante uma festa, eles bebem sangria e descobrem que foram drogados. As alucinações trazem sentimentos que nunca sentiram antes.

4934013.jpg

Leave No Trace, de Debra Granik (Estados Unidos)

Aclamada por Inverno da Alma, a cineasta apresenta uma nova história sobre vidas miseráveis nos Estados Unidos. Desta vez, ela se concentra na jornada de um pai (Ben Foster) que vive fugindo da polícia pelas florestas de Oregon com a filha de 13 anos. Quando são descobertos, a garota é enviada para os serviços sociais, mas o pai vai fazer de tudo para que a família reconquiste a vida selvagem de antes.

0875743.jpg

Amin, de Philippe Faucon (França)

O filme do mesmo diretor de Fátima pretende trazer um olhar delicado sobre a imigração na Europa, através da história de Amin (Moustapha Mbengue), que deixa a esposa e os filhos no Senegal para tentar a vida na França. Ele consegue pequenos trabalhos e leva uma vida solitária, enquanto envia quase todo o dinheiro à família. Um dia, encontra uma mulher francesa, Gabrielle (Emmanuelle Devos), por quem se apaixona.

 

Semana da Crítica

Spoiler

2899187.jpg

Diamantino, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt (França / Portugal / Brasil)

Esta coprodução brasileira parte da história de um jogador de futebol talentoso, prestes a jogar a partida mais importante de sua vida. No entanto, no dia do jogo, nada funciona. Ele é ridicularizado e tem sua carreira interrompida. A partir deste momento, o filme promete uma jornada delirante para Diamantino, envolvido em confrontos neofascistas, tráfico genético e problemas com a imigração.

4065437.jpg

Sauvage, de Camille Vidal-Naquet (França)

Mais um candidato ao Camera d'Or (prêmio entregue ao melhor filme de estreia de um diretor ou diretora), este drama acompanha a trajetória de um garoto de programa solitário, de 22 anos de idade, que se prostitui com qualquer homem em troca de algum dinheiro. Mas por trás da vida precária, ele sonha em encontrar um grande amor.

3132193.jpg

Chris the Swiss, de Anja Kofmel (Suíça / Croácia / Alemanha / Finlândia)

Este raro documentário em animação parte de uma premissa histórica: durante a guerra da Iugoslávia, o jornalista suíço Chris foi assassinato, e curiosamente encontrado vestindo o uniforme de militares estrangeiros. A diretora Anja Kofmel é a prima mais nova de Chris, que decide investigar as circunstâncias exatas da morte dele.

 

Edited by Shaun
Link to post
Share on other sites

Hoje:

MV5BNjFjNmVmNWYtOTc2Mi00YzhmLWE3NmQtOWI4

Dirigido por: A.B. Shawky

Egito - Aventura, Comédia, Drama - 97 min

Um leproso copta e seu aprendiz órfão deixam os confins da colônia de leprosos pela primeira vez e embarcam em uma jornada pelo Egito para buscar o que resta de suas famílias.

Leto (Summer)

MV5BMzMxNTQ5ZTgtZTkxYy00ZmMzLWI1NDUtMWRh

Dirigido por: Kirill Serebrennikov

Rússia - Biografia - 126 min

Um conto de rock, amor e amizade. "Leto" se passa no verão de 1981, em Leningrad, quando o cenário do rock underground começou a florescer, influenciado por estrelas da música como Led Zeppelin e David Bowie. Em meio a esta era vibrante, novas estrelas buscam a fama, incluindo Viktor Tsoi, que se tornou um dos pioneiros do rock russo.

Pájaros de verano

MV5BY2VkYmQzZDUtNWE1Yy00ZjM1LWE0MjEtNjky

Dirigido por: Ciro Guerra & Cristina Gallego

Colômbia - Drama - 125 min

Na Colômbia, uma geração de nativos fomenta a venda de maconha para jovens americanos. Quando a honra da família tenta resistir à ganância humana, a guerra de clãs se torna inevitável e põe em perigo suas vidas ancestrais, cultura e tradições.

351715-wildlife-0-230-0-345-crop.jpg?k=e

Dirigido por: Paul Dano

Estados Unidos - Drama - 104 min

Um adolescente percebe que o casamento de seus pais começa a se desfazer quando eles se mudam para Montana e sua mãe encontra outro homem.

Link to post
Share on other sites

Muitos filmes bons, mas pra escolher alguns pra acompanhar:

Under the Silver Lake - Quero ver esse, achei muito interessante a Sinopse.

Todos lo Saben - Javier Bardem eleva o nível de qualquer filme

The Man Who Killed Dom Quixote - Parece legal também, ainda mais por ter Jonathan Pryce e Adan Driver atuando juntos.

E claro, Han Solo mas porque eu sou muito fã de tudo que envolve Star Wars.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Elio disse:

Muitos filmes bons, mas pra escolher alguns pra acompanhar:

Under the Silver Lake - Quero ver esse, achei muito interessante a Sinopse.

Todos lo Saben - Javier Bardem eleva o nível de qualquer filme

The Man Who Killed Dom Quixote - Parece legal também, ainda mais por ter Jonathan Pryce e Adan Driver atuando juntos.

E claro, Han Solo mas porque eu sou muito fã de tudo que envolve Star Wars.

Sobre o filme:

 

Edited by Shaun
Link to post
Share on other sites

Hoje:

Sorry Angel

plaire_aimer_et_courir_vite.jpg

Dirigido por: Christophe Honoré

França - Drama, Romance - 132 min

A história de um amor agridoce entre Jacques (Pierre Deladonchamps), um escritor de 40 anos e Arthur (Vincent Lacoste), um jovem estudante de literatura. Jacques acredita que os melhores anos de sua vida estão no passado, enquanto Arthur ainda possui o otimismo da juventude.

Cold War

ZPbiJ0w.jpg?1

Dirigido por: Pawel Pawlikowski

Polônia - Drama - 84 min

A história de amor cheia de paixão entre duas pessoas de dois ambientes e temperamentos diferentes, que se conhecem em meio a Guerra Fria nos anos 50.

Sauvage

447981-sauvage-0-230-0-345-crop.jpg

Dirigido por: Camille Vidal-Naquet

França - Drama - 97 min

Léo é um jovem francês de 22 anos que vende seu corpo em troca de dinheiro. Os homens vem e vão, e ele continua ali, esperando um verdadeiro amor.

Edited by Shaun
Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Shaun disse:

@Elio quais filmes da edição passada você viu? 

 

Vi, the meyerowitz stories, os fantasmas de ismael e 120 batimentos por minuto.

Os fantasmas de ismael eu vi pela Marion Cotillard, amo o trabalho dela mas o filme é muito ruim agora os outros dois eu recomendo, principalmente 120 batimentos por minuto que fala sobre a luta das pessoas que tem HIV, na França na decada de 90.

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.






Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.