Jump to content


Search the Community

Showing results for tags 'tv br'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Entertainment
    • TV News
    • International TV & Streaming
    • Movies
    • On Air
    • Big Brother Brasil 20
  • Geral
    • General Area
    • Music
    • Politics
  • Feedback
    • Compra de pontos
    • Site Questions
    • Archive

Blogs

There are no results to display.

There are no results to display.


Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Website URL


Twitter


Instagram


Spotify


Snapchat


Last.fm


TVShow Time


Banco de Séries


Filmow


Skype


Localização


Interesses

Found 634 results

  1. A Manchete, após 2 anos de sua abertura, resolveu ingressar no ramo da teledramaturgia. Para tal, dispôs do remake de um dos maiores clássicos que o autor realizou na TV Tupi: Antônio Maria. Tratar de um grande clássico virou uma faca de dois gumes, afinal, as comparações foram inevitáveis e a empatia do e com o público foi muito inferior, trazendo indiferença. A produção era precária, a emissora, apesar dos gastos elevados, se equivocou, assim como Geraldo Vietri surtou, destratava o elenco e a novela foi se perdendo aos poucos até se perder completamente. O elenco, de forma geral, era desconhecido, exceto alguns nomes muito bons e, hoje, após incendiada no acervo da Manchete, não há registros históricos da trama e de sua execução, trazendo, além do esquecimento de sua exibição original, ao esquecimento total, haja vista que a versão de 1968 ainda é muito lembrada e mal se sabe da exsitência desse remake e de como ele de fato aconteceu. Ainda rendeu uma reprise, com índices normais, mas ficou apagada. Antônio Maria renderia hoje uma nova versão, provavelmente no horário das 18 horas, com uma boa produção e cuidado técnico, além de tratar da sinopse e, provavelmente, com uma equipe mais alinhada. É um enredo de muito potencial e poderia perfeitamente ser explorado novamente, por qualquer emissora. Acredito que o maior potencial fique com Globo 18h. Título: Antonio Maria Horário: 18h10 Emissora: Manchete Exibição: 01/07 a 16/11/1985 Duração: 111 capítulos Reprises: não houveram ?Outras versões: Tupi (1968-69) De: Geraldo Vietri Direção: Geraldo Vietri e Lucas Bueno SINOPSE Nascido em Lisboa, Antônio Maria Alencastro Figueroa (Sinde Felipe) vem tentar a sorte no Brasil, onde se emprega como motorista particular na casa do Dr. Adalberto Dias Leme (Jorge Cherques), dono de uma cadeia de supermercados de São Paulo. Logo ganha a confiança do patrão, que passa a tratá-lo como um amigo e lhe permite usar os automóveis da família nas horas de folga. E ganha mais: a amizade das filhas do Dr. Adalberto, Heloísa (Elaine Cristina) e Marina (Adriana Figueiredo), que, naturalmente, se apaixonam por ele. Encantada com o galante português, culto e de gestos refinados, Heloísa apaixona-se por ele, o que provoca a ira de Heitor de Lima (Paulo Ramos), noivo da moça, que comanda os negócios da família e arquiteta dar um grande golpe no sogro. Marina também investe no português, que a esta altura só tem olhos para Heloísa. O chofer assume a posição de conselheiro familiar após a decadência financeira, gerada por Heitor. Outro imigrante português, Fernando Nobre (Renato Borghi), dono de uma panificadora, oferece-lhe sociedade, mas Antônio Maria, inexplicavelmente, prefere continuar como empregado. Por que motivo Antônio Maria quer ficar na casa do Dr. Adalberto? Que vida ele levava em Portugal? Por que aceitou um emprego humilde sendo um moço de fino trato? Na realidade Antônio Maria é um milionário que está no Brasil fugindo das trapaças de Amália (Eugenia Melo e Castro), sua madrasta, louca por ele, que logo surge, se apresentando como esposa do português, para atrapalhar o amor que nasce entre ele e Heloísa. ELENCO 1- SINDE FELIPE – Antônio Maria (Antônio Maria Alencastro Figueroa) 2- ELAINE CRISTINA – Heloísa 3- JORGE CHERQUES – Dr. Adalberto Dias Leme 4- MYRIAN PÉRSIA – Carlota 5- PAULO RAMOS – Heitor de Lima 6- ADRIANA FIGUEIREDO – Marina 7- ANDRÉ FILIPPI – Eduardo 8- DANIEL BARCELLOS – Jorgito 9- TARCÍSIO FILHO – Gustavo 10- VIRGÍNIA CAMPOS – Glorinha 11- JACQUELINE LAURENCE – Catarina 12- LÍDIA MATTOS – Berenice 13- GLÓRIA CRISTAL – Maria Clara 14- RENATO BORGHI – Fernando Nobre 15- ANA ROSA – Rita 16- DEDINA BERNADELLI – Alzira 17- ROGÉRIO FABIANO – Otávio Ferrari 18- GUILHERME CORRÊA – Honório Severino 19- ÍSIS KOSHDOSKI – Beth 20- CLÁUDIA FREIRE – Lúcia 21- HAROLDO DE OLIVEIRA – Arquimedes 22- FELIPE WAGNER 23- OZENIR FRAGA – Bom Cabelo 24- MONIQUE LAFOND – Madalena 25- EUGÊNIA MELO E CASTRO – Amália Falecidos 1- Geraldo Vietri (autor e diretor, 1996) 2- Haroldo de Oliveira (2003) 3- Guilherme Correa (2006) 4- Jorge Cherques (2011) 5- Felipe Wagner (2013) 6- Lidia Mattos (2013) 7- Josephine Helene (2017) Sem notícias 1- Lucas Bueno (diretor) TRILHA SONORA 01. A DANÇA DA LUA – Eugênia Melo e Castro (participação de Ney Matogrosso) (tema de abertura) 02. FOI DEUS – Eugênia Melo e Castro 03. SUMMERTIME – Amália Rodrigues 04. CANÇÃO DO MAR – Rão Kyao 05. MALDIÇÃO – Eugênia Melo e Castro 06. VIRA VIROU – Eugênia Melo e Castro 07. XÁCARA DAS BRUXAS DANÇANDO – Trovante 08. ESTRANHA FORMA DE VIDA – Eugênia Melo e Castro 09. AI MEUS SAIS – Glória Cristal 10. NEM ÀS PAREDES CONFESSO – Eugênia Melo e Castro Tema de Abertura: A DANÇA DA LUA – Eugênia Melo e Castro, participação de Ney Matogrosso CURIOSIDADES Primeira novela da TV Manchete, em uma parceria com a RTP – Rádio e Televisão Portuguesa -, reeditando a história do galante português Antônio Maria. A novela original havia sido um grande sucesso da Tupi em 1968, com Sérgio Cardoso no papel-título. Mas dessa vez não houve sucesso. O erro maior foi exibir o protagonista em Portugal no primeiro capítulo, mostrando um Antônio Maria milionário fugindo de uma mulher apaixonada e possessiva, Amália (Eugênia Melo e Castro), eliminando assim o grande segredo da trama e o seu maior charme. Além disso, o sucesso da versão original contava com o indiscutível carisma de Sérgio Cardoso – ainda que o português Sinde Felipe seja um ótimo ator – e tinha um elenco com muita garra – que se afinava mais aos métodos de Geraldo Vietri (autor e diretor na duas versões). Antônio Maria teve uma produção equivocada, muitos artistas reclamaram das condições de trabalho e da falta de paciência do autor, e a audiência não atingiu a meta estabelecida. Estreou em julho de 1985 e ficou no ar até novembro. A Manchete só lançou outra novela em em abril do ano seguinte (Dona Beija). Flávio Ricco e José Armando Vannucci no livro “Biografia da Televisão Brasileira”. Nesta revisão, o entrecho sofreu mudanças consideráveis. Geraldo Vietri imprimiu à nova versão da trama um tom irreverente e engraçado, temperado com tragédias, que não havia na novela original. E até enveredou pelo policial, com o assassinato do vilão Heitor (Paulo Ramos), morto por Maria Clara (Glória Cristal). (*) Vietri confiou à portuguesa Eugênia Melo e Castro – atriz do elenco da novela – a produção musical de Antônio Maria. A proposta se distanciava do fado tradicional e apostava em nomes novos da cena musical portuguesa da época. A banda de rock Pernilongos Pauleiras, com um visual colorido, meio punk, foi uma das novidades. A trilha incluiu também uma gravação de Amália Rodrigues cantando Summertime, em inglês. Os fãs do fado tradicional chiaram com Vietri, que declarou: “Chamei Eugênia para cuidar da música e lhe dei liberdade absoluta. Ela é quem manda, ela é quem sabe!” (*) A despeito da experiência com Vietri em Antônio Maria, Eugênia Melo e Castro queixou-se em entrevista para Guilherme Bryan e Vincent Villari para o livro “Teletema, a História da Música Popular através da Teledramaturgia Brasileira”: “Eu nem digo que este disco faz parte da minha carreira, tal é a importância que teve para mim. Zero! Eu não gostei da novela. O Vietri tratava mal todo mundo. Só a mim e ao Sinde é que ele tratava bem, porque éramos europeus. O resto era tratado a porrada, verbal e fisicamente. As pessoas ficavam sem controle, era uma coisa horrorosa. A novela não tinha pé nem cabeça. Já ao final, quem escrevia era o Sinde Felipe, porque o Vietri enlouqueceu completamente. Foi muito difícil. Era todo mundo muito doido. A grande alegria da minha vida foi quando pegou fogo o arquivo da Manchete e toda a película da novela virou cinzas. Fiquei livre de que alguma vez essa novela pise em Portugal, porque isso, sim, seria o maior mico da história. O disco, então, é um samba do crioulo doido. A única coisa boa é que ele deu a conhecer novos artistas portugueses que o Brasil não conhecia.” A novela foi reprisada no Romance da Tarde, de 08/12/86 a 05/05/87, em 120 capítulos – 2ª a 6ª feira, às 14h15. REGISTROS AUDIÊNCIA REPRISE
  2. Bom Sucesso - 12 Anos Verão 90 - 12 Anos O Tempo Não Para - 12 Anos Deus Salve o Rei - 14 Anos Pega Pega - 10 Anos Rock Story - 10 Anos Haja Coração - 10 Anos Totalmente Demais - 10 Anos I Love Paraisópolis - 10 Anos Alto Astral - 10 Anos Geração Brasil - 10 Anos Além do Horizonte - 10 Anos Sangue Bom - 10 Anos Guerra dos Sexos - 10 Anos Cheias de Charme - 10 Anos Aquele Beijo - 10 Anos Morde & Assopra - 10 Anos Tititi - 10 Anos Tempos Modernos - Livre Fonte: Classificação Indicativa
  3. A lenda de que o Plantão da Globo naquela manhã interrompeu um importante episódio de Dragon Ball Z chegou a gerar reportagens de grandes portais, mas nunca houve conclusão sobre qual desenho realmente foi interrompido: http://natelinha.uol.com.br/noticias/2015/09/11/atentados-de-11-de-setembro-nao-interromperam-dragon-ball-z-na-globo-92432.php Eis que os relatórios do IBOPE disponibilizados pela Unicamp trazem detalhes sobre a programação daquela manhã. Às 9h33, entrava no ar o Bambuluá que só teve duas atrações. Às 9h40, dentro do programa, começou "Disneylandia", que provavelmente chegou a ser interrompido pelo primeiro plantão curto que a matéria do NT cita e não foi registrado pelo IBOPE. Às 9h52 começou "Garrafinha", provavelmente uma esquete própria do programa, até que então, às 9h57, começou o Plantão que se estendeu pelo restante da manhã e só terminou às 13h00, dando lugar ao Jornal Hoje. Nas outras emissoras, os plantões: 11h29, após o X Tudo 11h56, após o Dia Dia (que provavelmente já estava cobrindo) 10h09, interrompendo Brazil Connection 10h09, interrompendo Eliana e Alegria (provavelmente um episódio de Sailor Moon, que havia começado 9h54) 11h30, durante um episódio de Dennis e Gnasher no Bom Dia e Cia (a programação do SBT, como de costume, foi exibida normalmente)
  4. Que vídeo maravilhoso! Dois hinos da trilha do megassucesso Bebê a Bordo. Com direito ao comentário do César e da Isabella sobre a novela na metade do vídeo. Essa época a Globo deveria ser ótima DEMAIS, gente. 3 novelas hinárias, esse programão em sua melhor fase, com a melhor dupla de apresentadores... Ah, que vontade eu tenho que ter sido vivo naquela época pra poder vivenciar isso @Dom @Marquinhos C. @Franklin @Ocualg @Suzanita @Karine dos Reis @Cuca
  5. Túnel do Tempo: Confira 10 novelas que a Globo quase reprisou no “Vale a Pena Ver de Novo”! https://audienciadatvmix.wordpress.com/2017/09/03/tunel-do-tempo-confira-10-novelas-que-a-globo-quase-reprisou-no-vale-a-pena-ver-de-novo/amp/ No ano de 2000, a emissora enviou cinco novelas para a reclassificação para a faixa, todas elas sendo aprovadas. Os títulos se tratavam de “A Próxima Vítima” (1995), “Explode Coração” (1995), “Corpo a Corpo” (1984), “De Corpo e Alma” (1992) e “Roque Santeiro” (1985), sendo que somente a primeira e a última foram reprisadas. “Corpo a Corpo” foi deixada de lado por ser considerada bastante antiga e por conta de sua temática voltada para o lado obscuro, e “De Corpo e Alma” por conta da tragédia envolvendo Daniella Perez, filha da autora. “Explode Coração” inicialmente seria a substituta de “A Próxima Vítima”, mas para comemorar os 50 anos da televisão brasileira, “Roque Santeiro” acabou sendo escalada.
  6. until
    Vamos descobrir quem foram os piores membros do ano de 2018 no Eplay!
  7. Ícone, que sambava na Xuxa, Ana Maria e Fátima
  8. Os números são atualizados ao longo do dia. (sexta): Mais Você - 6 Bem Estar - 6 Video Show - 11 Vale a Pena Ver de Novo: O Clone - 18 Malhação - 23 Cordel Encantado - 27 Morde & Assopra - 29 Insensato Coração - 41 Globo Repórter - 27 Macho Man - 17 Programa do Jô - 9 (sexta): Fala Brasil - 7 Vidas em Jogo - 11 Câmera Record - 11 (sexta): Bom dia & Cia - 8 Chapolim - 5 Chaves - 6 Amigas & Rivais - 4 Cristal - 4 Uma Rosa com Amor - 5 Amor & Revolução - 4 S.O.S Casamento - 6 Programa do Ratinho - 6 (sexta): Brasil Urgente - 3 Jornal da Band - 4 (sábado): TV Globinho - 8 Turma da Mônica - 9 Hannah Montana - 9 Glee - 9 Estrelas - 13 TV Xuxa - 14 Caldeirão do Huck - 16 Cordel Encantado - 24 Morde & Assopra - 28 Insensato Coração - 34 Zorra Total - 24 Supercine ("Marido por acaso") - 17 Altas Horas - 11 (sábado): Legendários - 10 (sábado): Programa Raul Gil - 5 SBT 30 anos - 7 Sobrenatural - 5 Cine Belas Artes ("Terra Fria") - 5 (sábado): Campeonato Brasileiro - Série B: Náutico x Guarani - 3 Acredite se Quiser - 3 (domingo): Aventuras do Didi - 10 Os Caras de Pau - 12 Temperatura Máxima ("Por Água Abaixo") - 16 Copa América: Brasil x Venezuela - 32 Domingão do Faustão - 22 Fantástico - 21 Central da Copa - 11 Domingo Maior ("As Panteras") - 11 (domingo): Programa do Gugu - 13 Domingo Espetacular - 14 (domingo): Domingo Legal - 7 Eliana - 8 Roda a Roda Jequiti - 8 Programa Silvio Santos - 12 De Frente com Gabi - 7 (domingo): Copa do Mundo de Futebol Feminino: Brasil X Noruega - 7 Fórmula Truck - 4 Copa do Mundo de Futebol Sub 17: Japão x Brasil - 5 Terceiro Tempo - 3 https://www.google.com/amp/s/kogut.oglobo.globo.com/noticias-da-tv/audiencia/noticia/2011/07/amp/audiencias-tv-xuxa-bate-seu-recorde-com-14-pontos-de-media-390150.html
  9. Confira os Melhores & Piores 2005 na categoria teledramaturgia (...) A decepção na área de teledramaturgia ficou mesmo por conta de América, de Glória Perez. A novela foi considerada a pior do ano nas categorias ator, atriz e autora. E mais: ainda fez por merecer o título de Mala Pesadade 2005 pelo conjunto da obra. De fato, ninguém mais aturava as intermináveis lições de moral do insuportável Jatobá, o chororô sem fim da apagada Sol ou, pior, as performances canhestras do pequeno Gabrielzinho do Irajá. Por essas e outras, o título de "Mala Pesada", daquelas sem alça e em noite chuvosa, foi mais do que merecido. (...) Pior autor: Glória Perez Para boi dormir A recordista de votos negativos na eleição 2005 de TV Press foi a novela América, de Glória Perez. A mistura do coitado de um boi com fama de mau com um casal de protagonistas insossos, que nem tiveram a competência de acabar juntos, não teve a pimenta que a autora prometia com a travessia dos imigrantes. Mas quem se perdia no deserto pelo menos não tinha de assistir ao tedioso Jatobá e ao pequeno Gabrielzinho do Irajá cantarolando no Tutu do Gomes. Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa levaram a segunda colocação com a equivocada A Lua Me Disse pela criação de personagens sem carisma e uma trama que nem foi capaz de virar assunto. (...) http://diversao.terra.com.br/gente/noticias/0,,OI3544230-EI13419,00-Confira+os+Melhores+Piores+na+categoria+teledramaturgia.html
  10. Anos 90 que não voltam mais. Acho hoje em dia a PF já chegaria com a cassação da concessão né. Kkkkkkk
  11. Em 10 de abril de 1966, estreou o programa de Hebe Camargo na TV Record. A atração marcava a entrada da loiríssima apresentadora para o time da emissora. O programa, chamado Programa Hebe tinha também o músico Caçulinha em seu elenco. Foi esse programa, líder absoluto de audiência na época, que consagrou Hebe Camargo como a maior diva da televisão brasileira. Na foto ao lado, Hebe Camargo no palco de seu programa. http://recordtv.r7.com/record60anos/noticia/2013/09/26/hebe-camargo-e-contratada-pela-tv-record-34.html
  12. A transmissão ao vivo da final de A Fazenda, reality show encerrado nas primeiras horas desta segunda-feira, alcançou a liderança absoluta na audiência. O programa da RECORD foi primeiro lugar absoluto, registrando 21 pontos de média, com pico de 31. O índice equivale a 36% de share (televisores monitorados no horário). Segundo o monitoramento do Ibope na Grande São Paulo, a grande final foi o melhor desempenho de audiência do programa aos domingos. A atração, apresentada por pelo jornalista Britto Jr. direto de Itu, foi exibida das 21h34 às 00h46. A emissora segunda colocada obteve 16 pontos de média na mesma faixa de horário. Na faixa de confronto com o reality show da concorrência, na faixa das 23h09 às 00h02, A Fazenda mais uma vez garantiu a liderança absoluta, com 26 pontos de média e 45% de share, contra 13 pontos e 23% de share, abrindo uma vantagem de 13 pontos de diferença. A média total desta primeira temporada de A Fazenda - cuja estreia foi em 31 de maio e o encerramento ocorreu em 23 de agosto - registrou quase 13 horas em primeiro lugar, com 15 pontos de média e share de 23%. O reality show A Fazenda teve direção geral de Rodrigo Carelli. https://www.google.com/amp/s/www.terra.com.br/amp/diversao/tv/a-fazenda/com-pico-de-31-pontos-a-fazenda-liderou-audiencia,0bdca91b1dd8a310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html


×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.