Jump to content
×
×
  • Create New...


Search the Community

Showing results for tags 'pesquisa'.

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Entertainment
    • TV News
    • International TV & Streaming
    • Movies
    • On Air
    • A Fazenda 12
  • Geral
    • General Area
    • Tecnologia
    • Music
    • Esportes
    • Politics
  • Feedback
    • Compra de pontos
    • Site Questions
    • Archive
  • Funhouse EPlay's Monte seu Top 10
  • Funhouse EPlay's Geral
  • Funhouse EPlay's Avalie a Celebridade
  • Funhouse EPlay's Avalie o Bofe
  • Funhouse EPlay's Avalie o País

Categories

  • Anúncios
  • Novelas
    • Review
  • Política
    • Review
  • Music
    • Review
  • Esportes
    • Review
  • Cinema
    • Review
  • Reality Shows
  • Varieties

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Website URL


Twitter


Instagram


Spotify


Snapchat


Last.fm


TVShow Time


Banco de Séries


Filmow


Skype


Localização


Interesses

  1. Suspensa do PDT junto com outros sete deputados por contrariar o partido e votar a favor da reforma da Previdência na Câmara, a deputada Tabata Amaral (SP) agora está mais conhecida nacionalmente e com aprovação maior, contrariando o clima de hostilidade entre parte de seus seguidores. É o que mostra um estudo da consultoria Ideia Big Data. De acordo com o levantamento, 30% das pessoas que conheciam Tabata Amaral em junho aprovavam sua atuação em Brasília. Este porcentual passou para 61% em julho. A pesquisa neste mês foi feita entre os dias 14 e 17 - após, portanto, a votação em 1
  2. O projeto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para facilitar o porte de armas no país é reprovado por 70% da população. A constatação está em pesquisa Datafolha realizada nos dias 4 e 5 de julho, que também revela crescimento, no limite da margem de erro, da maioria favorável à proibição da posse de armas (a possibilidade de ter uma em casa ou no trabalho). Essa parcela da população, que diz concordar com a afirmação de que "a posse de armas deve ser proibida, pois representa ameaça à vida de outras pessoas", oscilou de 64% para 66% entre abril e julho, chegando ao índice mais alto
  3. Datafolha acaba de divulgar nova pesquisa sobre a Reforma da Previdência, que com duas décadas de atraso deve ser votada a partir de hoje no Plenário da Câmara. Os números mostram uma virada digna de nota na opinião pública. Em 2 anos, uma pauta que era altamente radioativa (quase um tabu) deixou de ser impopular e passou a contar com o apoio da maioria da população, fenômeno pouco usual mesmo em países mais desenvolvidos, que em sua maioria já realizaram essa reforma há muitos anos. A evolução no Datafolha... Maio de 2017: A Favor 23% Contra 71%
  4. Pesquisa do Datafolha indica a consolidação de uma divisão política do país após seis meses do governo de Jair Bolsonaro (PSL). O Brasil está rachado em três. Para 33%, o presidente faz um trabalho ótimo ou bom. Para 31%, regular, e para outros 33%, ruim ou péssimo. Com variações mínimas, é o mesmo cenário que se desenhou três meses atrás, no mais recente levantamento do instituto. A pesquisa atual foi feita em 4 e 5 de julho e ouviu 2.860 pessoas com mais de 16 anos, em 130 cidades. Ela tem uma margem de erro de dois pontos percentuais. Com isso, Bolsonaro
  5. As conversas reveladas do então juiz Sergio Moro com procuradores da Lava Jato são inadequadas e, caso sejam comprovadas irregularidades, devem levar à revisão de sentenças na operação. A mais rumorosa decisão tomada pelo hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à prisão, contudo, foi justa. Esta é a opinião da maioria dos brasileiros, segundo pesquisa do Datafolha feita em 4 e 5 de julho com 2.086 entrevistados com mais de 16 anos, em 130 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais o
  6. Pesquisa divulgada pela Tribuna do Norte, neste sábado (29), indica que Kelps Lima e Álvaro Dias disputariam o segundo turno em 2020, quando será realizada a eleição para prefeito de Natal (pergunta estimulada). Álvaro Dias é filiado ao MDB, presidido no Rio Grande do Norte pelo deputado federal Walter Alves, filho do ex-senador Garibaldi Alves. Kelps preside o Solidariedade, que teve como candidato a governador Breno Queiroga em 2018. O trabalho foi realizado pelo instituto Consult e mostra quatro cenários para o pleito na capital do estado Cenário 1:
  7. http://www.paranapesquisas.com.br/wp-content/uploads/2019/06/MídiaAvaliaçãoFederalJun19.pdf O instituto Paraná Pesquisas divulgou sondagem sobre o governo Bolsonaro, com trabalho de campo feito entre os dias 20 e 25 de junho, com mais de 2 mil pessoas. Os números são parecidos aos divulgados ontem pelo CNI/Ibope. Segundo a pesquisa, 51% dos brasileiros não aprovam o governo Bolsonaro, contra 44% que aprovam. O Paraná Pesquisas não faz estratificação por renda, apenas por instrução e região, o que já nos dá uma ideia. A rejeição
  8. Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (27) mostra os seguintes percentuais de avaliação sobre o governo do presidente Jair Bolsonaro(PSL): Ótimo/bom: 32%; Regular: 32%; Ruim/péssimo: 32%; Não sabe/não respondeu: 3%. A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com a entidade, o levantamento foi feito entre os dias 20 e 23 de junho e ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios. O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realida
  9. Na semana da 23ª edição da Parada LGBT, que acontece em São Paulo no próximo domingo, 23 de junho, uma pesquisa do IBOPE Conecta mostra que praticamente metade dos internautas brasileiros (53%) são favoráveis a união civil entre pessoas do mesmo sexo, percentual que em 2013 era de 47%. O estudo aponta que não há diferença de aprovação independente se a união é entre dois homens ou duas mulheres e que, dentre os homossexuais, 17% não aprovam o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Quando questionados sobre sua orientação sexual, 86% dos internautas afirmam ser heterossexuais.
  10. Pesquisas realizadas nos dias 11, 12 e 13 de junho com 1000 pessoas. GOVERNO BOLSONARO Ótimo ou Bom 34% (mesmo índice da pesquisa anterior) Regular 28% (26% na pesquisa anterior) Ruim/Péssimo 35% (36% na pesquisa anterior) VAZA JATO 77% tomaram consciência da reportagem do site Intercept. AVALIAÇÃO DE PERSONALIDADES REFORMA DA PREVIDÊNCIA Percepções e opiniões: - O Governo Bolsonaro continua com números ruins para início de man
  11. Avaliação - Sérgio Moro Avaliação - Prisão de Lula Avaliação - Governo Bolsonaro O levantamento foi feito online com 2.000 pessoas de todo o país entre os dias 10 e 12 de junho (o resultado tem margem de erro de 2% para cima ou para baixo). https://brasil.elpais.com/brasil/2019/06/13/politica/1560425634_536159.html
  12. Em cinco meses de governo, o presidente Jair Bolsonaroeditou três decretos para flexibilizar a posse e o porte de armas no Brasil, uma de suas principais promessas de campanha. Uma pesquisa do Ibope mostra, porém, que o Palácio do Planalto não goza do apoio da maioria da população nesta seara: 61% dos entrevistas são contra afrouxar as regras de posse e 73%, as de porte de armas, conforme antecipou o colunista do GLOBO Lauro Jardim . A rejeição é maior em áreas da periferia do país e entre mulheres. De acordo com o levantamento, apenas 37% dos entrevistados se disseram favoráveis à
  13. O apoio a Jair Bolsonaro despencou 72 pontos no mercado financeiro. É o que mostra a última pesquisa da XP, realizada com investidores, economistas e gestores de recursos. O mercado financeiro, segundo a pesquisa da XP, abandonou Jair Bolsonaro. O novo xodó de investidores, economistas e gestores de recursos é o Centrão. De fato, o apoio ao Congresso Nacional subiu 17 pontos nas últimas semanas, contrariando a opinião do resto dos brasileiros. https://www.oantagonista.com/brasil/bolsonaro-despenca-no-mercado/ https:
  14. https://brasil.elpais.com/brasil/2019/05/21/politica/1558459667_020362.html Desaprovação do Governo Bolsonaro supera aprovação pela primeira vez, mostra pesquisa Atlas Político Levantamento mostra que aprovação da gestão cai cinco pontos e quem avalia como ruim ou péssimo bate 36,2%. Mais da metade é são contra cortes na Educação A desaprovação do Governo Jair Bolsonaro superou a aprovação pela primeira vez: 36,2% da população considera a gestão do presidente "ruim" ou "péssima", uma cifra que supera os 28,6% que avaliam
  15. Para o IBGE, políticas afirmativas de cor ou raça contribuem para o aumento da população que se declara preta no país — Foto: Afrojob Em 2018, o Brasil tinha 19,2 milhões de pessoas que se declararam pretas – 4,7 milhões a mais que em 2012, o que corresponde a uma alta de 32,2% no período. É o que revela um levantamento divulgado nesta quarta-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). À exceção de 2014, quando o número de pretos se manteve estável em relação ao ano anterior, anualmente tem aumentado o percentual da populaç
  16. GOVERNO EDUARDO LEITE Ótima - 4.5% Boa - 32.5% Regular - 37.4% Ruim - 12.8% Péssima - 10.2% Não Sabe - 2.7% Aprova - 60.0% Desaprova - 33.3% Não Sabe - 6.7% GOVERNO JAIR BOLSONARO Ótima - 11.6% Boa - 27.4% Regular - 31.7% Ruim - 9.7% Péssima - 17.8% Não Sabe - 1.9% Aprova - 55.4% Desaprova - 38.5% Não Sabe - 6.1% Paraná Pesquisas
  17. Cerca de dois terços dos brasileiros afirmam ter recebido fake news pelo WhatsApp durante a campanha eleitoral de 2018, revela pesquisa divulgada durante o Brazil UK Forum, conferência realizada no último final de semana na London School of Economics e na Universidade Oxford, no Reino Unido. Segundo a pesquisa, realizada pela Ideia Big Data com 1.660 entrevistados do país, 67% concordam com a frase "eu certamente recebi fake news no WhatsApp durante a campanha eleitoral em 2018", enquanto 17% discordam e 16% nem discordam nem concordam com a afirmação.
  18. Ainda é cedo para certezas, mas é fato que, se quiser, Manuela D’Ávila pode disputar a sério a prefeitura de Porto Alegre. Em todos os cenários em que seu nome é colocado, a vice de Fernando Haddad lidera. No primeiro cenário, aparece com 16% dos votos, contra Sebastião Melo (10,5%) e Nelson Marchezan Júnior (9,8%). Sem Melo, ela aparece com 16,2%, contra 10,2% de Marchezan e 8% de Beto Albuquerque. Caso não concorra, Melo lidera, com 16,8%, contra 12,2% de Marchezan e 11,6% de Juliana Brizola. É o que mostra levantamento do Paraná Pesquisas.
  19. Aprovação do prefeito de Porto Alegre despenca Prefeito de Poto Alegre, Nelson Marchezan Júnior está com a popularidade me baixa. Cerca de 66,9% reprova sua administração – 55,6% considera seu governo ruim ou péssimo. Sua aprovação, por outro lado, é de apenas 28,4%. É o que mostra levantamento do Paraná Pesquisas. https://veja.abril.com.br/blog/radar/aprovacao-do-prefeito-de-porto-alegre-despenca/
  20. GRAFISMO: YVES NOVIDADE Agora você escolhe 1 dos 7 nomes que estarão na rodada seguinte, já que o ranking somente comportará 50 políticos. É só votar na enquete do tópico! Para participar é muito simples: basta dar de 0 a 5 estrelas para os políticos indicados neste tópico e nos tópicos subsequentes. Avalie aqui os nomes da 3ª Rodada: Os nomes selecionados para 4ª Rodada foram os seguintes:
  21. Os partidos do chamado "centrão" discutem a aprovação de uma reforma da Previdência que não garanta a reeleição do presidente Jair Bolsonaro, afirmou Paulinho da Força, deputado federal pelo Solidariedade e ligado à Força Sindical. "[Uma economia de] R$ 800 bilhões, como ele [Bolsonaro] falou, garante de cara [a reeleição do presidente]. Nos últimos três anos de mandato ele teria R$ 240 bilhões para gastar, ou seja, garantiu a reeleição", afirmou. Paulinho está no Vale do Anhangabaú, na região central de São Paulo, acompanhando o ato do 1o de Maio desta quarta-feira. Se
  22. Pesquisa Datafolha, publicada na madrugada deste sábado (13) no site do jornal “Folha de S.Paulo”, aponta que 32% dos brasileiros acham que a atuação do Congresso Nacional é ruim ou péssima, 22% aprovam e 41% consideram regular. Segundo o instituto, o índice de aprovação é o maior patamar já aferido em início de legislatura. Em 2015, 11% aprovavam. Em 2007, percentual era de 16%. Atuação do Congresso Ótimo ou bom: 22% Regular: 41%
  23. Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (12) pelo jornal "Folha de S.Paulo" aponta que um terço dos brasileiros (35%) desconhece a crise política e econômica da Venezuela, que tem motivado um fluxo migratório de venezuelanos para países sul-americanos. Segundo o instituto, 65% dos entrevistados informaram ter conhecimento da situação da Venezuela, sendo que o maior índice está entre os mais instruídos (89%), os mais ricos (89%) e os moradores da Região Sul (76%). Considerando-se os 65% dos entrevistados que disseram ter conhecimento da crise venezuelana, a maiori
  24. Paraná Pesquisas: Russomanno larga na frente para Prefeitura de SP em 2020 Deputado lidera em todos os cenários 56,7% desaprova gestão de Bruno Covas Celso Russomanno é deputado e apresentador, ficou conhecido por seu bordão “é bom para ambas as partes”Reprodução site celsorussomano PODER360 08.abr.2019 (segunda-feira) - 10h00 atualizado: 08.abr.2019 (segunda-feira) - 10h46 Levantamento do Paraná Pesquisas (íntegra) divulgado nesta 2ª feira (8.abr.2019) mostra o deputado Celso Russomanno (PRB) liderando todos os cenários pesquisados d

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.