Jump to content


Search the Community

Showing results for tags 'audiência retro'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Entertainment
    • TV News
    • International TV
    • Series
    • On Air
  • Geral
    • General Area
    • Music
    • Movies
    • Geek
    • Politics
  • Feedback
    • Compra de pontos
    • Site Questions
    • Announcements and Updates
    • Archive

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Localização


Interesses


Twitter


Last.fm


Spotify


Snapchat


Filmow


Banco de Séries


TVShow Time


Instagram

Found 616 results

  1. Na última segunda-feira, dia 08/01, a novela de Claudia Souto, com direção artística de Luiz Henrique Rios garantiu excelente desempenho no ranking geral das audiências. Na média geral, das 19h21 às 20h24, ‘Pega Pega’ marcou 35,8 pontos de média, 49,9% de share e 40,2 pontos de pico. Na mesma faixa horária o SBT registrou 6,9 pontos de média e ficou em segundo lugar com ‘Um Caminho para o Destino’ e ‘SBT Brasil’. A Record, emissora terceira colocada, marcou 5,2 pontos de média com ‘SP Record’ e ‘Belaventura’. https://www.talktv.com.br/home/ultimo-capitulo-de-pega-pega-garante-otima-audiencia Moralmente Rock Story esmurrou
  2. Média-Dia (7h/0h): 19,5 05h56 Telecurso Segundo Grau 2 06h12 Telecurso Primeiro Grau 2 06h27 Globo Rural 3 06h42 Bom Dia São Paulo 5 07h14 Bom Dia Brasil 7 07h59 Mais Você 7 09h29 Bambuluá 8 11h55 SPTV - 1ª Edição 14 12h51 Globo Esporte 18 13h19 Jornal Hoje 17 13h49 Vídeo Show 15 14h20 Vale a Pena Ver de Novo - Roque Santeiro 17 (43%) 15h29 Sessão da Tarde - Dois Espiões e um Bebê (1993) 16 (39%) 17h10 Escolinha do Professor Raimundo 21 (44%) 17h36 Malhação 32 (58%) 18h08 Estrela Guia 34 (55%) 18h56 SPTV - 2ª Edição 32 (48%) 19h15 Um Anjo Caiu do Céu 35 (52%) 20h14 Jornal Nacional 38 (55%) 20h53 Porto dos Milagres 44 (59%) 22h01 Casseta e Planeta 29 22h38 Brava Gente - História de Carnaval 22 23h14 Jornal da Globo 12 23h52 Programa do Jô 8 01h26 Intercine - A Jurada (1996) 4 03h30 Corujão - Desejo de Matar (1974) 4 05h00 Heróis por Acaso 3 05h20 Jovens Monstros 3 05h32 Zé Colmeia 3 05h39 Programa Ecumênico 3 05h42 Telecurso Profissionalizante 3 Pronunciamento do Ministro do Desenvolvimento Agrário com 32 de média durante o intervalo de Um Anjo Caiu do Céu (19h34 a 19h38) Média-Dia (7h/0h): 11,0 06h00 SBT Notícias 3 06h42 Sessão Desenho 5 08h03 A Hora Warner 6 08h53 Bom Dia e Cia 6 11h48 Festolândia 13 13h25 Os Simpsons 13 (35%) 13h53 Um Maluco no Pedaço 14 (38%) 14h24 Chaves 12 15h09 Cinema em Casa - O Homem Indestrutível (1986) 10 16h47 Camila 12 (27%) 17h39 Amigos para Sempre 8 (13%) 18h27 Éramos Seis 8 (13%) 19h41 Serafim 11 (17%) 20h27 Café com Aroma de Mulher 14 (20%) 21h18 Programa do Ratinho 20 (27%) 22h34 Cine Espetacular - Michael, Anjo e Sedutor (1996) 15 (32%) 00h44 Jornal do SBT 5 01h16 Programa Livre com Babi Xavier 4 02h20 SBT Notícias 1 Pronunciamento do Ministro do Desenvolvimento Agrário com 10 de média durante o intervalo de Serafim (20h10 a 20h14) Média-Dia (7h/0h): 5,1 06h00 O Despertar da Fé 1 07h44 Fala Brasil 2 08h44 Eliana e Alegria 5 (20%) 12h01 Ace Ventura 3 12h23 A Vaca e o Frango 3 12h31 Johnny Bravo 4 (10%) 12h45 Futurama 4 (10%) 13h08 Questão de Opinião 3 13h59 Note e Anote 4 18h04 Cidade Alerta 15 (24%) 19h30 Pronunciamento do Ministro do Desenvolvimento Agrário 11 (18%) 19h34 Jornal da Record 9 (13%) 20h19 Roda da Vida 7 (10%) 21h04 Samantha 3 (5%) 21h55 É Show com Adriane Galisteu 4 22h54 Fábio Jr. 6 (12%) 00h29 Jornal da Record 3 01h06 Fala que eu te Escuto 2 02h00 O Despertar da Fé 1 Média-Dia (7h/0h): 2,2 06h00 Igreja da Graça * 06h29 Diário Rural * 06h58 Brazil Connection * 07h28 Polishop * 07h59 Dia Dia News 1 08h46 Dia Dia 1 09h34 Olga Bongiovanni 1 10h57 Fino Trato 1 11h53 Vamos Falar com Deus 1 11h57 Esporte Total 2 (5%) 12h30 ALF, o ETeimoso 1 12h59 Mulher de Verdade 1 14h59 Silvia Poppovic 2 (5%) 16h01 Band Kids 3 (6%) 17h59 Território Livre 2 18h59 Band Cidade 1 19h29 Jornal da Band 4 (5%) 20h00 Esporte Agora 5 (7%) 20h29 Pronunciamento do Ministro do Desenvolvimento Agrário 2 (4%) 20h33 Superpositivo 4 (5%) 22h07 Sessão Kickboxer - Dois Tiras em Apuros (1988) 6 (9%) 23h51 Jornal da Noite 2 (5%) 00h37 Flash 1 01h47 Vamos Falar com Deus * Média-Dia (7h/0h): 1,6 05h54 Igreja da Graça * 07h54 Bênção do Santíssimo * 08h00 Liquida Mix * 12h01 Em Questão 1 12h59 Gazeta Esportiva 2 (4%) 13h30 TV Culinária 2 (5%) 13h59 Mulheres 2 (5%) 18h00 Clipper 1 (2%) 19h25 Igreja da Graça 1 (2%) 21h17 Super Esporte 2 (2%) 21h34 Dinheiro Vivo 1 21h59 Allegria Geral 5 (8%) 00h30 Feiras e Negócios 1 (4%) 00h46 Polishop 1 (4%) 01h46 Liquida Mix * Média-Dia (7h/0h): 1,4 06h00 Polishop * 07h30 Brasil TV * 07h59 Igreja da Graça * 09h59 Brazil Connection * 10h29 Gold Face * 10h59 Beleza Hoje * 11h29 Porangaba * 11h59 TV Esporte 2 (5%) 12h30 RTV 1 12h47 Interligado Games 1 13h32 Elas 1 15h03 A Casa é Sua 2 (4%) 18h25 TV Fama 3 (4%) 19h51 Pronunciamento do Ministro do Desenvolvimento Agrário 1 19h55 Jeannie é um Gênio 2 (3%) 20h27 A Feiticeira 3 (5%) 21h00 Jornal da TV 3 (5%) 21h45 Superpop 3 (4%) 23h03 Gabi 1 00h07 TV Economia * 00h22 Perfil 2000 1 (6%) 01h23 TV Lokau 1 (6%) 01h54 Polishop * 03h53 Igreja da Graça * * = Audiência menor que 0,5 Média-Manhã (7h/12h): 7,7 6,4 3,5 0,8 0,1 Média-Tarde (12h/18h): 17,3 11,9 3,5 1,9 1,7 1,6 Média-Noite (18h/0h): 31,8 14,0 8,1 3,8 2,5 2,4 Módulo do pico da Globo (21h15/21h29): 45 14 4 3 2 Módulo do pico do SBT (22h15/22h29): 27 26 5 3 Módulo do pico da Record (19h00/19h14): 31 17 9 3 2 1 Módulo do pico da Band (22h45/22h59): 22 19 7 5 3 Módulo do pico da Gazeta (23h30/23h44): 16 11 6 5 1 Módulo do pico da RedeTV! (19h30/19h44): 33 10 5 3 1 AEL Unicamp / ADP
  3. Minissérie de: Aguinaldo Silva e Ana Maria Moretzsohn Baseada no livro de: José Lins do Rêgo Direção: Paulo Ubiratan Horário: 21h45 / 22h30 / 22h45 Média geral (SP): 30,92 Média geral (RJ): 25,21 São Paulo: 31/07 a 03/08/1990: 35 | 34 | 33 | 29 = 33 07/08 a 10/08/1990: 28 | 32 | 28 | 27 = 29 14/08 a 17/08/1990: 29 | 30 | 24 | 31 = 28 21/08 a 24/08/1990: 23 | 24 | 28 | 30 = 26 28/08 a 31/08/1990: 33 | 27 | 30 | 30 = 30 04/09 a 07/09/1990: 28 | 28 | 28 | 33 = 29 11/09 a 14/09/1990: 30 | 28 | 28 | 32 = 29 18/09 a 21/09/1990: 33 | 31 | 28 | 35 = 32 25/09 a 28/09/1990: 30 | 33 | 33 | 35 = 33 02/10 a 05/10/1990: 38 | 34 | 35 | 43 = 37 Confrontos com Pantanal: Rio de Janeiro: 31/07 a 03/08/1990: 28 | 28 | 24 | 24 = 26 07/08 a 10/08/1990: 24 | 22 | 18 | 19 = 21 14/08 a 17/08/1990: 20 | 26 | 26 | 21 = 23 21/08 a 24/08/1990: 28 | 26 | 25 | 24 = 26 28/08 a 31/08/1990: 24 | 24 | 22 | 25 = 24 04/09 a 07/09/1990: 23 | 23 | 26 | 28 = 25 11/09 a 14/09/1990: 27 | 23 | 21 | 24 = 24 18/09 a 21/09/1990: 25 | 27 | 25 | 27 = 26 25/09 a 28/09/1990: 21 | 21 | 27 | 24 = 23 02/10 a 05/10/1990: 29 | 31 | 31 | 37 = 32 Confrontos com Pantanal:
  4. MÉDIA-DIA (06h às 23h59) 21,4 7,7 3,7 1,3 1,1 PICOS 46 (21h15/21h29) 29 (20h30/20h59) 18 (22h00/22h14) 3 (várias vezes) 3 (22h30/22h44) 3 (20h15/21h29) 3 (incompleta) 07h01 – Bom Dia Brasil: 1 (58%) 07h30 – Bom Dia São Paulo: 3 (49%) 08h00 – Xou da Xuxa: 8 (39%) 13h00 – Globo Esporte: 11 (34%) 13h14 – São Paulo Já: 13 (42%) 13h46 – Vale a Pena Ver de Novo - Cambalacho: 18 (56%) 15h01 – Festival de Férias - A Lenda de Billie Jean: 23 (69%) 16h52 – Escolinha do Professor Raimundo: 26 (66%) 17h24 – Sessão Aventura - Roque Santeiro: 27 (57%) 18h12 – Salomé: 32 (52%) 18h56 – Vamp: 39 (58%) 19h48 – São Paulo Já: 43 (62%) 20h01 – Jornal Nacional: 41 (56%) 20h42 – O Dono do Mundo: 42 (56%) 21h37 – Tela Quente - Um Príncipe em Nova York: 44 (68%) 23h52 – Jornal da Globo: 18 (65%) 07h35 – Sessão Desenho: 2 (31%) 08h00 – Mariane: 2 (18%) 10h31 – Show Maravilha: 6 (26%) 12h26 – Chapolin: 9 (30%) 12h59 – Chaves: 13 (40%) 13h30 – Sessão Desenho: 8 (25%) 14h51 – Viviana: 2 (5%) 15h44 – Desprezo: 2 (5%) 16h38 – Batman: 3 (7%) 17h31 – Chapolin: 7 (16%) 18h00 – Chaves: 14 (26%) 18h29 – Aqui Agora: 20 (32%) 19h31 – TJ Brasil: 16 (23%) 20h16 – Carrossel: 28 (37%) 21h08 – Rosa Selvagem: 18 (24%) 21h54 – Jornal do SBT: 9 (12%) 22h04 – Cinema em Casa - Bem-Vindo ao Lar, Bobby: 5 (9%) 00h10 – Jô Soares Onze e Meia: 3 (18%) 01h47 – Jornal do SBT: 2 (15%) 07h30 – Brasília: 0 (0%) 08h01 – Cometa Alegria: 3 (16%) 11h59 – Sessão Animada: 3 (12%) 12h22 – Manchete Esportiva: 4 (12%) 12h45 – Edição da Tarde: 4 (12%) 13h22 – Sessão Super Heróis: 3 (11%) 15h29 – Clube da Criança: 3 (8%) 18h05 – Sessão Especial - Jornada nas Estrelas: 3 (5%) 19h32 – Pantanal: 3 (5%) 19h08 – São Paulo em Manchete: 2 (3%) 20h35 – Jornal da Manchete: 5 (7%) 21h34 – A História de Ana Raio e Zé Trovão: 16 (22%) 22h26 – Floradas na Serra: 8 (12%) 23h22 – Momento Econômico: 2 (4%) 23h30 – Noite e Dia: 2 (4%) 00h29 – Cinemania: 0 (3%)
  5. Uma novela com início promissor, com uma temática densa, um enredo diferenciado, mas que competiu com outra novela densa, que teve até uma boa aceitação inicial em função da rejeição de outra, entretanto, não demorou muito para a obra desandar, tanto artística, quanto ao público, principalmente com a entrada de Água Viva na Globo, que era mais solar. Diante disso, começaram-se a fazer mudanças na trama, que tomaram um rumo trash e sem sentido. Não há muitos registros para acompanhar, mas é possível ver que o caminho escolhido foi o da bizarrice. Título: O Todo Poderoso De: Clovis Lewy, Jose Safiotti, Carlos Lombardi, Edir Lima e Ney Marcondes Horário: 20h Emissora: Band Data: 19/11/1979 a 19/07/1980 Duração: 209 capítulos Outras Versões: não houveram Reprises: não houveram Audiência: 8,5 (parcial) SINOPSE A trama se desenvolve em dois universos distintos: o hospital do Dr. Cristiano Navarro (Jorge Dória) e uma vila pobre na periferia de São Paulo. Enquanto no hospital os médicos lutam para salvar vidas usando de todos os recursos modernos da Medicina, na vila o jovem Emanuel (Eduardo Tornaghi) se revela capaz de curas fantásticas e milagrosas apenas com um toque de suas mãos. O Dr. Cristiano é casado com Linda (Selma Egrei), mulher fina e rica, vinte anos mais jovem que ele. Eles desejam ter um filho, mas isso não acontece. Linda procura a Drª Paula (Kate Hansen), famosa ginecologista, que não consegue resolver o problema do casal. A jovem então resolve se consultar com Emanuel, o que acarreta uma série de conflitos entre ela e o marido. Porém, na vila de Emanuel, as coisas também não vão bem. Ele é um paranormal capaz de desenvolver fenômenos que escapam de seu controle. Homem estranho, imprevisível, Emanuel tem medo de seus poderes. No entanto, a cada dia, é mais procurado para salvar os que a Medicina já condenou, o que desagrada o padre Ludgero (Jofre Soares), antes seu grande amigo. Puritano a ponto de proibir mulheres de calça comprida em sua igreja, o padre Ludgero sente que sua posição está abalada pelos poderes de Emanuel. Sua caseira, Iolanda (Geny Prado), cuida de Marta (Cristina Santos), uma moça doente criada pelo padre, apaixonada pelo paranormal. Considerada louca pela vizinha, Marta é apenas uma jovem muito rebelde e selvagem. Emanuel dá início no hospital do Dr. Cristiano a sérios conflitos em torno da incompatibilidade entre Fé e Ciência. Tal discussão rui quando o demônio baixa para acabar com Emanuel e toma posse de Caio (Marco Nanini), um dos médicos, e de Marta, que, perturbada, passa a cometer crimes, como o assassinato de D´Angelo (Henrique Martins), mentor espiritual de Emanuel. TRILHA SONORA 01. O TODO-PODEROSO – Maurício Duboc (tema de abertura *) 02. A ROSA – Chico Buarque e Sergio Endrigo 03. A PELEJA DO DIABO COM O DONO DO CÉU – Zé Ramalho 04. BELEZA PURA – A Cor do Som 05. GAZELA – Wando 06. ESTRANHO PODER – Cristina Santos (tema de Marta) 07. A FORÇA – Zizi Possi (tema de Emanuel) 08. ARDENTE – Ney Matogrosso 09. BRASILEIRO NO MEU CALOR – Sidney Magal 10. DIREITOS – Kátia 11. MOMENTO BREVE – Alvinho 12. SOMBRAS – Passoca CURIOSIDADES Buscando uma concorrência direta com a Globo no seu tradicional horário das oito da noite, a TV Bandeirantes utilizou um tema de impacto para atrair público: a paranormalidade. Entretanto, a história seguiu indefinida até que Wálter Avancini assumiu a direção de dramaturgia da emissora e, a partir do capítulo 100, substituiu os autores Clóvis Levy e José Safiotti Filho pelo trio Carlos Lombardi, Edy Lima e Ney Marcondes (os mesmos de Como Salvar Meu Casamento, da Tupi), e encarregou Henrique Martins e David José da direção da novela. Na reformulação, a abertura também foi mudada: saiu a balada cantada por Maurício Duboc e entraram imagens medievais ao som de cantos gregorianos. Criou-se então uma novela de horror trash, com possessão do diabo e tudo mais. O público se encarregou do exorcismo! Ismael Fernandes em “Memória da Telenovela Brasileira”. De qualquer forma, era impossível para uma novela soturna como O Todo-Poderoso concorrer com a ensolarada Água Viva, o maior sucesso da Globo em 1980. No elenco, a presença de Cristina Santos, irmã de Lucélia Santos, em um papel importante na trama, um de seus raros momentos na televisão. A Mão de Deus foi o primeiro título pensado para a novela. REGISTROS https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=2693&PageNo=1 (A MÃO DE DEUS DESAFIA OS GIGANTES, 30/09/1979) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=2799&PageNo=1 (O BOM COMEÇO DO TODO PODEROSO, 18/11/1979) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=2359&PageNo=1 (HEBE E O TODO PODEROSO PERDEM LONGE A BRIGA POR AUDIÊNCIA, 23/12/1979) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=3150&PageNo=1 (CRISE TAMBÉM NO TODO PODEROSO, 09/03/1980) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=3166&PageNo=1 (AVANCINI REFORÇA TODO PODEROSO E INSISTE NO DRÁCULA, 23/03/1980) AUDIÊNCIA
  6. MÉDIA-DIA (06h às 23h59) 21,9 5,8 3,2 1,6 1,4 0,9 0,7 PICOS 62 (21h30/21h44) 15 (23h30/23h44) 14 (22h45/22h59) 7 (16h15/16h29) 5 (17h30/17h59) 4 (17h45/17h59) 2 (várias vezes) 06h58 – Bom Dia Brasil: 3 (51%) 07h28 – Bom Dia São Paulo: 5 (49%) 08h00 – Xou da Xuxa: 11 (50%) 12h57 – Globo Esporte: 12 (37%) 13h06 – São Paulo Já: 13 (39%) 13h16 – Eleições 90: 16 (52%) 13h39 – Vale a Pena Ver de Novo - Sassaricando: 15 (56%) 14h39 – Festival 25 Anos - A Escrava Isaura: 17 (55%) 15h22 – Sessão da Tarde - Clube dos Cafajestes: 13 (49%) 17h22 – Sessão Aventura - Herói por Acaso: 15 (45%) 17h55 – Barriga de Aluguel: 33 (70%) 18h54 – Mico Preto: 52 (78%) 19h47 – São Paulo Já: 57 (82%) 20h03 – Jornal Nacional: 56 (80%) 20h49 – Rainha da Sucata: 59 (81%) 21h52 – Riacho Doce (último capítulo): 43 (63%) 23h00 – Globo Repórter: 20 (41%) 23h50 – Jornal da Globo: 13 (42%) 00h28 – Corujão - Nunca Fui Santa: 7 (43%) 07h00 – Qualificação Profissional: 2 (34%) 07h20 – Mãos Mágicas: 3 (40%) 07h33 – Sessão Desenho: 5 (48%) 07h58 – Bozo: 3 (17%) 10h28 – Mariane: 5 (21%) 12h56 – Chaves: 13 (40%) 13h24 – Batman e Robin: 7 (25%) 13h58 – Sessão Desenho: 7 (26%) 14h28 – Show Maravilha: 5 (19%) 17h45 – Chaves: 8 (20%) 18h17 – A Leoa: 5 (10%) 18h54 – Meus Filhos, Minha Vida: 7 (10%) 19h38 – TJ São Paulo: 5 (7%) 19h57 – TJ Brasil: 6 (9%) 20h36 – Policiais da Montanha: 4 (6%) 21h34 – Sessão Desenho: 4 (6%) 21h45 – Cinema em Casa - Gremlins: 12 (20%) 00h04 – Jô Soares Onze e Meia: 5 (24%) 01h10 – TJ Brasil Resumo: 3 (20%) 07h09 – Qualificação Profissional: 0 (0%) 07h27 – Vota Brasil: 0 (2%) 08h18 – Cometa Alegria: 1 (6%) 11h56 – Manchete Esportiva: 3 (11%) 12h27 – Jornal da Manchete Edição da Tarde: 3 (8%) 13h12 – Sessão Super Heróis: 3 (11%) 15h57 – Clube da Criança: 2 (6%) 15h02 – Sessão Animada: 3 (9%) 19h01 – Manchete Esportiva: 3 (5%) 19h15 – São Paulo em Manchete: 2 (3%) 19h35 – Kananga do Japão: 3 (4%) 20h38 – Jornal da Manchete: 6 (8%) 21h53 – Pantanal: 12 (18%) 22h58 – Vota Brasil: 12 (23%) 23h16 – Documento Especial: 9 (20%) 00h10 – Momento Econômico: 6 (23%) 00h18 – Jornal da Manchete: 3 (19%)
  7. Minissérie de: João Bethencourt Direção: Augusto César Vanucci Horário: 22h00 Média geral: 30,14 08/10 a 12/10/1990: 36 | 29 | 27 | 29 | 30 = 30 Minissérie com Dercy Gonçalves barrou Pantanal, que não conseguiu liderar.
  8. A emissora resolveu investir no eixo da comédia, com o pretexto de ser a primeira novela feita totalmente na rua. O fato é que a emissora não tinha pretensões de inovar, isso ocorreu por suas instalações terem sido destruídas por um incêndio, o que trouxe à tona a necessidade de improvisar a sua produção, que acabou passando despercebida e esquecida pelo público. Não há registros para vermos como isso ocorreu, mas bem podemos imaginar que a situação não deve ter sido fácil e se refletiu na tela, além da Globo já estar ganhando força na época, com a decadência da Excelsior. Título: O Bolha De: Walter George Durst e Sylvan Paezzo Horário: 20h Emissora: Band Data: 21/07 a 20/09/1969 Duração: 54 capítulos Outras Versões: não houveram Reprises: não houveram Audiência: 1,6 SINOPSE As aventuras do “Bolha” (Antonio Rafael), um herói desengonçado e azarão. ELENCO 1- ANTÔNIO RAFAEL – Bolha / Nazim 2- SÔNIA OITICICA – Leila 3- JARDEL MELLO – Ibrahim 4- CLAUDETE TROIANO 5- XANDÓ BATISTA 6- LOURDES ROCHA – Maria Rosa 7- MARTA GREISS – Yasmin 8- ÊNIO GONÇALVES – Costa 9- ELAINE CRISTINA – Marcela 10- EDI CERRI – Ângela 11- PAULO VILLA – Netinho 12- ROBERTO MARQUES – Juvenal 13- WANDA KOSMO – Patrícia Falecidos 1- Xandó Batista (1992) 2- Walter George Durst (autor, 1997) 3- Marta Greiss (200?) 4- Sylvan Paezzo (autor, 2000) 5- Sonia Oiticica (2007) 6- Jardel Mello (2008) 7- Wanda Kosmo (2008) 8- Enio Gonçalves (2013) 9- Roberto Marques (2016) Sem notícias 1- Antonio Rafael 2- Lourdes Rocha 3- Paulo Villa CURIOSIDADES A novela se promovia por ser a primeira feita na rua, sem estúdio. Foi a saída encontrada pela Bandeirantes para colocar a novela no ar, uma vez que suas instalações haviam sido destruídas num incêndio. Alguns capítulos inéditos da novela também haviam se perdido no sinistro. Sem grande repercussão, a novela foi morrendo aos poucos. Uma curiosidade: participou aqui, como atriz, a hoje apresentadora Claudete Troiano. AUDIÊNCIA
  9. Audiências de Domingo (31/05/1998) Faustão fecha na Liderança, e Domingo Legal marca altos índices. Destaque para o Futebol, as vésperas da Copa de 98. Média-Dia (07h-00h) 20, 3 12, 3  Média-Manhã (07h-12h)  7, 9 4, 6 Média Tarde (12h-18h)  23, 0 7, 8  Média-Noite (18h-00h) 27, 9 23, 2 06h54 Globo Comunidade 2, 0 07h23 Pequenas Empresas, Grandes Negócios 2, 5 07h58 Globo Rural 7, 0 08h57 Esporte Espetacular 10, 2 11h58 Planeta Xuxa 14, 1 13h48 Domingão do Faustão 19, 0 15h06 Futebol: Atl. Bilbão X Brasil 34, 5 17h02 Domingão do Faustão - Continuação 23, 9 (SBT 22, 4) 20h02 Fantástico 30, 2 22h16 Sai de Baixo: "Caiu na Internet é Peixe" 31, 6 23h27 Domingo Maior: "Fúria Assassina" 15, 4 07h18 Pesca e Cia 2, 5 08h28 Siga Bem Caminhoneiro 3, 0 09h05 Domingo em Ação 6, 4 11h00 Sérgio Reis do Tamanho do Brasil 6, 0 12h01 Silvio Santos 5, 0 12h11 Sorteio Telesena 5, 0 12h15 Tentação 5, 0 12h59 Tempo de Alegria 6, 2 14h36 GP - Fórmula Indy 4, 2 16h21 Domingo Legal 23, 3 (Globo 26, 1) 22h13 Sorteio Telesena 19, 0 22h25 Topa Tudo Por Dinheiro 16, 8 00h05 De Frente Com Gabi 6, 4
  10. Uma das primeiras novelas com temática espiritual da TV Brasileira, se não a primeira. Lembra muito a premissa de Espelho da Vida, com essa viagem no tempo e afins. Não há registros para que possamos melhor avaliar o seu andamento, mas a obra passou despercebida e não foi sucesso, caindo no esquecimento. Título: Era Preciso Voltar De: Sylvan Paezzo Direção: Walter Avancini Horário: 20h Emissora: Band Data: 07/04 a 09/07/1969 Duração: 90 capítulos Outras Versões: não houveram Reprises: não houveram Audiência: 2,5 SINOPSE Diana (Irina Grecco), no auge de sua carreira, passa a sofrer influências espirituais e se transporta para outra vida – na Paris da década de 1830, onde tem um caso com um fotógrafo boêmio, André (Edgard Franco). ELENCO 1- IRINA GRECCO – Diana 2- EDGARD FRANCO – André 3- ELAINE CRISTINA – Débora 4- SUELY FRANCO – Marlene 5- ELIZABETH GASPER – Kátia 6- YARA LINS – Denise 7- RUI LUIZ – Conde 8- ROGÉRIO MÁRCICO – Eugênio 9- NOIRA MELLO – Tereza 10- MAURÍCIO NABUCO – João 11- ANA PAULA – Patrícia 12- MARCOS PAULO – Marcos 13- ANALU GRACI – Maria 14- IVONETE VIEIRA – Madame 15- TEODORO MARCOS – Macedo 16- LUIZA DI FRANCO – Lorena 17- MIGUEL ROSEMBERG – Dias 18- ANTÔNIO GHIGONETTO – Gaspar 19- HELENA IGNEZ – Regina Falecidos 1- Mauricio Nabuco (1985) 2- Edgard Franco (1996) 3- Sylvan Paezzo (autor, 2000) 4- Walter Avancini (diretor, 2001) 5- Yara Lins (2004) 6- Antonio Ghigonetto (2010) 7- Marcos Paulo (2012) 8- Miguel Rosemberg (2016) Sem notícias 1- Rui Luiz 2- Noira Mello 3- Ana Paula 4- Ivonete Vieira 5- Teodoro Marcos 6- Luiza di Franco REGISTROS AUDIÊNCIA
  11. MÉDIA-DIA (06h às 23h59) 22,0 5,5 (5) 3,7 1,4 1,1 0,8 0,5 (1) PICOS 61 (21h45/22h14) 14 (18h00/18h14) 24 (23h30/23h44) 4 (várias vezes) 3 (várias vezes) 3 (várias vezes) 2 (várias vezes) 06h58 – Bom Dia Brasil: 3 (46%) 07h28 – Bom Dia São Paulo: 4 (37%) 07h58 – Horário Político: 2 (30%) 08h59 – Xou da Xuxa: 10 (53%) 12h56 – Globo Esporte: 16 (49%) 13h04 – São Paulo Já: 18 (52%) 13h29 – Vale a Pena Ver de Novo - Sassaricando: 17 (59%) 14h23 – Festival 25 Anos - Rabo de Saia: 15 (50%) 15h06 – Sessão da Tarde - Trocando as Bolas: 22 (61%) 17h22 – Sessão Aventura - Minha Querida Bruxa: 23 (52%) 17h55 – Barriga de Aluguel (segundo capítulo): 36 (62%) 18h52 – Mico Preto: 50 (77%) 19h41 – São Paulo Já: 51 (75%) 19h54 – Jornal Nacional: 53 (77%) 20h28 – Horário Político: 39 (80%) 21h29 – Rainha da Sucata: 59 (85%) 22h41 – Riacho Doce: 23 (44%) 23h35 – Força de Emergência: 9 (31%) 00h30 – Jornal da Globo: 4 (30%) 07h09 – Qualificação Profissional: 3 (42%) 07h28 – Mãos Mágicas: 4 (49%) 07h37 – Sessão Desenho: 6 (55%) 07h58 – Horário Político: 4 (52%) 08h58 – Bozo: 3 (24%) 10h59 – Mariane: 5 (19%) 12h57 – Chapolin: 12 (35%) 13h26 – Batman e Robin: 7 (24%) 13h58 – Sessão Desenho: 4 (15%) 14h28 – Show Maravilha: 8 (22%) 17h46 – Chaves: 12 (24%) 18h14 – A Força do Amor: 9 (15%) 18h49 – Meus Filhos, Minha Vida: 7 (11%) 19h35 – TJ São Paulo: 6 (9%) 19h52 – TJ Brasil: 5 (7%) 20h28 – Horário Político: 4 (8%) 21h29 – Hebe: 4 (6%) 23h24 – Jô Soares Onze e Meia: 3 (10%) 00h27 – Primeira Fila: 4 (20%) 00h34 – TJ Brasil Especial: 2 (16%) 07h10 – Qualificação Profissional: 0 (1%) 07h28 – Brasília: 0 (3%) 07h58 – Horário Político: 1 (7%) 08h58 – Cometa Alegria: 1 (9%) 12h00 – Manchete Esportiva: 3 (11%) 12h27 – Jornal da Manchete Edição da Tarde: 3 (10%) 13h06 – Sessão Super Heróis: 3 (9%) 15h04 – Sessão Desenho: 2 (7%) 16h08 – Clube da Criança: 5 (10%) 18h53 – Manchete Esportiva: 3 (5%) 19h08 – São Paulo em Manchete: 2 (3%) 19h28 – Kananga do Japão: 4 (5%) 20h28 – Horário Político: 1 (3%) 21h30 – Jornal da Manchete: 4 (5%) 22h34 – Pantanal: 20 (37%) 23h49 – Cinema Nacional - Mar de Rosas: 7 (46%) 01h42 – Momento Econômico: 1 (35%) 02h01 – Jornal da Manchete: 0 (13%)
  12. MÉDIA-DIA 22,8 7,3 3,7 1,3 1,2 0,9 0,4 PICOS 71 (20h45/21h14) 16 (23h00/23h14) 24 (22h15/22h29) 4 (várias vezes) 3 (várias vezes) 3 (várias vezes) 2 (várias vezes) 06h58 – Bom Dia Brasil: 2 (22%) 07h28 – Bom Dia São Paulo: 4 (30%) 07h58 – Xou da Xuxa: 9 (44%) 12h56 – Globo Esporte: 12 (41%) 13h08 – São Paulo Já: 20 (52%) 13h33 – Vale a Pena Ver de Novo - Sassaricando: 19 (63%) 14h17 – Sessão da Tarde - O Menino e o Leopardo: 20 (61%) 15h51 – Vôlei Masculino - Brasil x Tchecoslováquia: 15 (46%) 17h36 – Sessão Aventura: 18 (47%) 17h58 – Barriga de Aluguel: 39 (71%) 18h53 – Mico Preto: 61 (84%) 19h44 – São Paulo Já: 59 (81%) 19h58 – Jornal Nacional: 63 (85%) 20h38 – Rainha da Sucata: 70 (91%) 21h45 – Araponga: 31 (48%) 22h46 – Festival da Primavera - Uma Tacada da Pesada: 12 (36%) 00h40 – Jornal da Globo: 2 (29%) 07h07 – Qualificação Profissional: 4 (47%) 07h22 – Mãos Mágicas: 6 (49%) 07h32 – Sessão Desenho: 8 (56%) 07h58 – Bozo: 7 (39%) 10h28 – Mariane: 8 (32%) 12h57 – Chapolin: 10 (28%) 13h25 – Batman e Robin: 6 (18%) 13h58 – Sessão Desenho: 5 (17%) 14h28 – Show Maravilha: 10 (29%) 17h35 – Chaves: 14 (35%) 18h05 – A Leoa: 6 (10%) 18h42 – Meus Filhos, Minha Vida: 5 (6%) 19h33 – TJ São Paulo: 4 (5%) 19h52 – TJ Brasil: 4 (6%) 20h30 – Primeira Fila: 5 (6%) 20h34 – Os Perseguidos: 3 (4%) 21h32 – Sessão Desenho: 4 (5%) 21h45 – A Praça é Nossa: 12 (21%) 23h24 – Jô Soares Onze e Meia: 7 (27%) 00h43 – TJ Brasil Resumo: 4 (42%) 07h10 – Qualificação Profissional: 0 (0%) 07h28 – Brasília: 0 (0%) 08h01 – Cometa Alegria: 1 (8%) 09h55 – Tênis: 0 (1%) 09h32 – Sessão Super Heróis: 1 (4%) 11h38 – Sessão Super Heróis: 1 (5%) 11h58 – Manchete Esportiva: 1 (5%) 12h28 – Jornal da Manchete Edição da Tarde: 3 (9%) 13h01 – Clube da Criança: 3 (10%) 16h55 – Sessão Super Heróis: 3 (6%) 18h51 – Grid de Largada: 3 (5%) 18h57 – Manchete Esportiva: 2 (3%) 19h13 – São Paulo em Manchete: 1 (1%) 19h31 – Kananga do Japão: 2 (2%) 20h38 – Jornal da Manchete: 3 (3%) 21h49 – Pantanal: 22 (34%) 22h47 – Mãe de Santo: 14 (32%) 23h45 – Momento Econômico: 7 (26%) 23h55 – Jornal da Manchete: 4 (21%)
  13. O final dos anos 60 foi uma época em que entrou na moda a utilização de novelas com o filão do dramalhão infantil, baseadas nas crianças abandonadas, como foi o caso do sucesso A Pequena Órfã. A Band pegou carona nessa onda e lançou essa obra, que sem medo de seguir a mesma linhagem, conseguiu conquistar uma parcela do público. Hoje não há tantos registros para melhor avaliar, mas podemos ver um dramalhão bastante clichê e que soube tirar proveito da época favorável. Título: Ricardinho: Sou Criança, Quero Viver De: Aparecida Menezes Direção: Ziembinski Horário: 20h Emissora: Band Data: 16/09 a 30/10/1968 Duração: 33 capítulos Outras Versões: não houveram Reprises: não houveram Audiência: 7,6 SINOPSE O drama de Ricardinho (Dimitri Orico), que trabalha como engraxate para ajudar os avós. Ao final, ele descobre que é filho da rica Patrícia (Regina Scarpa) e irmão de Robertinho (Nildemar Jr), menino esnobe que o humilhava. ELENCO 1- DIMITRI ORICO – Ricardinho 2- ZIEMBINSKI 3- RÚBENS GREIFFO – Alberto 4- REGINA SCARPA – Patrícia 5- ÊNIO GONÇALVES – Rodrigo 6- MARIA ESTELA BARROS 7- HÉLIO ROSSI 8- DINA LISBOA 9- LUCÉLIA FREIRE 10- DETINIO DE PAULA 11- MUÍBO CÉSAR CURI – Jofre 12- TITO LIMA 13- NILDEMAR JR. – Robertinho 14- ODAYR BAPTISTA – Dr. Miranda Falecidos 1- Ziembisnki (1978) 2- Dina Lisboa (1987) 3- Muibo Cesar Cury (2009) 4- Enio Gonçalves (2013) Sem notícias 1- Aparecida Menezes (autora) 2- Dimitri Orico 3- Helio Rossi 4- Lucelia Freire 5- Detinio de Paula 6- Tito Lima 7- Nildemar Jr TRILHA SONORA 1. RICARDINHO, SOU CRIANÇA, QUERO VIVER 2. BRIGA DAS FLORES CURIOSIDADES Mais uma novela explorando o filão “criança carente e/ou abandonada e/ou rejeitada”, tema em moda na época, movimento iniciado em 1968 com o sucesso da novela A Pequena Órfã, na TV Excelsior. O garoto Dimitri Orico vencera um concurso de calouros infantis no programa Roda Gigante da TV Itacolomi de Belo Horizonte, imitando Roberto Carlos. Foi chamado para fazer a novela. REGISTROS AUDIÊNCIA
  14. Primeira novela realizada pela Band, não há muitos registros para que possamos melhor analisá-la, mas sabe-se que se passou em Pernambuco e fez sucesso por lá. Nem mesmo registros escritos são tão bem explícitos e pouco podemos saber o seu desenvolvimento. Título: A Moça do Sobrado Grande De: Seriramis Alves Teixeira Direção: Jorge José Horário: 20h Emissora: Band Data: 24/07 a 28/09/1967 Duração: 35 capítulos Outras Versões: não houveram Reprises: não houveram Audiência: 4,2 SINOPSE Fatos pitorescos da história de Pernambuco. ELENCO 1- JOSÉ PIMENTEL – Carlos 2- CARMEM PEIXOTO – Laura 3- JONAS MELLO – Roberto 4- LINDA MARIA – Adelaide 5- ROBERTO NEY – Coronel Azambuja 6- PAULO RIBEIRO – Cardoso 7- WÁLTER MENDES – Luiz Antônio 8- CAROL ANDRADE – Alice 9- LÚCIO MAURO Sem notícias 1- Jorge José (diretor) 2- Lidia Maria 3- Roberto Ney 4- Paulo Ribeiro 5- Walter Mendes 6- Carol Andrade CURIOSIDADES Produzida pela TV Jornal do Commercio, de Recife, afiliada da Bandeirantes, A Moça do Sobrado Grande foi a primeira novela exibida pela emissora, mas primeiro na cidade do Recife, e depois em São Paulo, quando a Bandeirantes já havia apresentado sua primeira novela anteriormente, Os Miseráveis. Segundo os produtores, a novela foi a primeira a usar cenas externas na TV brasileira. Um grande sucesso no seu estado de origem, A Moça do Sobrado Grande passou praticamente em branco em São Paulo. Falecidos AUDIÊNCIA
  15. Assim como as outras faixas, o horário das 19 horas também foi de diversas inconstâncias para a emissora, que não teve seus investimentos regulares no decorrer dos tempos. Começou em 1967, com Os Miseráveis, com índices razoáveis, mas parou por aí, levando a faixa a uma pausa até 1970, com As Asas São Para Voar, que não fez sucesso e foi interrompida logo em seu início, na casa dos 2 pontos. Foram 9 anos até a emissora retomar a teledramaturgia, reabrindo a faixa somente em 1979, com Cara a Cara, que trouxe um grande elenco, encabeçado por Fernanda Montenegro e o consagrado autor Vicente Sesso. A iniciativa deu certo e a novela fez sucesso, inicialmente no horário das 20 horas, com tímidos 5 pontos, posteriormente passando para às 19 horas e vendo o seu público crescer e fechou com 8 pontos, com picos de até 17. Cara a Cara foi o maior sucesso da faixa e rendeu outras reprises, sendo uma das melhores novelas da emissora. O sucesso então empolgou e a Band viveu o seu melhor momento em novelas, seguido da realista Pé de Vento e da comédia visada pela censura, protagonizada por Dercy Gonçalves, Cavalo Amarelo, também um dos maiores sucessos da emissora. Com o sucesso de Cavalo Amarelo, a emissora se empolgou em fazer outra novela como um spin-off, aproveitando a protagonista, levando ao ar em seguida Dulcinea Vai à Guerra, que passou por diversos problemas estruturais, de bastidores, de censura e, também, perdeu audiência, patinando na casa dos 5 pontos, o que logo levou a emissora a desistir da faixa, retomando somente em 1983, com Maçã do Amor, outra produção deficiente da faixa, que ficou na casa dos 3 pontos e não empolgou, além da má produção e estranha escalação de elenco. Vários anos depois, em 1992, levou um dramalhão latino no ar, Abigail, que durou apenas 4 dias no ar e foi cancelada. Somente em 1995, houve uma nova retomada nacional, com A Idade da Loba, uma boa novela, apesar de lenta, mas bem produzida, com alguns percalços burocráticos oriundos do mal planejamento da emissora, o que a levou a ser substituída pela reprise de Cavalo Amarelo, mal sucedida e, posteriormente, a comédia romântica nacional Perdidos de Amor, que apesar de agradável e leve, não disse a que veio e não passou dos dois pontos. A última tentativa da faixa se deu no final de 1997, com a mexicana Traição, que ficou na casa de 1 ponto. Desde então, a Band não tentou mais nada no ramo da teledramaturgia no horário, hoje ocupado por jornalismo.
  16. A última investida da Band na faixa das 19 horas se deu com um dramalhão mexicano, após a falta de condições de persistir na sua produção dramatúrgica. A iniciativa passou despercebida e não se conhece muito da novela, originalmente produzida na TV Azteca, mas vindo das produção de lá, conhecemos grande parte de suas espinhas dorsais. Título: Traição Título Original: Nada Personal (1996-97) Horário: 19h Emissora: Band Data: 08/12/1997 a 29/05/1998 Duração: 150 capítulos Outras Versões: não houveram (por aqui) Reprises: não houveram Audiência: 1,1 ELENCO 1- Ana Colchero/Christianne Gout - Camila de los Reyes 2- Rogelio Guerra - Comandante Fernando Gómez Miranda "El Águila Real" 3- Lupita Ferrer - María Dolores de los Reyes 4- Christianne Gout - Camila de los Reyes 5- José Ángel Llamas - Luis Mario Gómez 6- Demián Bichir - Comandante Alfonso Carbajal 7- Anna Ciocchetti - Elsa Grajale 8- Mario Zaragoza - Mateo 9- Martín Altomaro - Próspero "Pop" 10- Mónica Dionne - Alicia 11- Vanessa Acosta - Paula 12- Enoc Leano - "Mandíbulas" 13- Claudia Lobo - Alma 14- Pilar Ixquic Mata - Rosalba 15- Víctor Huggo Martín - Víctor / Hugo 16- Loló Navarro - Xóchitl 17- María Renée Prudencio - Soraya 18- Gloria Peralta - Mónica 19- Martha Resnikoff - Ester 20- Josefo Rodríguez - Esteban 21- José Sefami - Marrana 22- Lourdes Villarreal - Benigna 23- Dunia Zaldívar - Amalia 24- Claudio Obregón - Raúl de los Reyes 25- Gilberto Pérez Gallardo - Lucio REGISTROS AUDIÊNCIA
  17. Após um longo hiato em produções de teledramaturgia, a Band retomou a sua linha, com uma produção melhorada, maiores investimentos e um tema a ser discutido. A proposta foi muito válida, apesar dos tropeços no seu desenrolar, foi uma obra linear e coerente. A novela acabou se diluindo em um ritmo lento, mas pelos poucos vídeos que vemos, parece que foi gostosa de assistir e muito podemos atribuir à falta de hábito do público em ligar em uma novela da emissora. É um tema que ainda pode render muito nos dias de hoje, talvez com outros focos no enredo. Título: A Idade da Loba De: Alcione Araujo e Regina Braga Direção: Jayme Monjardim e Marcos Schechtman Horário: 19h Emissora: Band Data: 24/07/1995 a 19/01/1996 Duração: 143 capítulos Outras Versões: não houveram Reprises: não houveram Audiência: 2,7 SINOPSE Valquíria (Betty Faria), após a morte do marido, sai da pequena cidade de São João do Barreiro, interior de São Paulo, em busca de realização profissional, junto com sua melhor amiga, Irene (Angela Vieira). Nessa nova fase de suas vidas, Valquíria e Irene encontram um amor em comum de trinta anos atrás, Montenegro (Adriano Reys). Esse encontro é marcado por muitos desencontros, inclusive a dificuldade de Montenegro e Valquíria ficarem juntos definitivamente. Paralelamente, outras tramas são desenvolvidas: a de Suzana (Iracema Starling), filha de Valquíria que descobre ser Montenegro seu verdadeiro pai e não o aceita; e a dos vários moradores da pensão do Piconês (Antônio Albujamra), onde Valquíria mora, que buscam sucesso profissional e realização amorosa. ELENCO 1- BETTY FARIA – Valquíria 2- ÂNGELA VIEIRA – Irene 3- ADRIANO REYS – Montenegro 4- ANTÔNIO ABUJAMRA – Piconês 5- TAUMATURGO FERREIRA – Arruda 6- IMARA REIS – Eleonora 7- DANIELA ESCOBAR – Gaby 8- JUCA DE OLIVEIRA – Jordão 9- CLÁUDIA MISSURA – Calu 10- EDUARDO CONDE – Germano 11- MAURÍCIO BRANCO – Paulo Henrique 12- ÍRIS BUSTAMANTE – Marina 13- FELIPE CAMARGO – Otávio 14- PAULO GOULART – Zé Rúbens 15- HAROLDO COSTA – Altino 16- EXPEDITO BARREIRA – Werneck 17- FÁTIMA FREIRE – Maria Clara 18- IRACEMA STARLING – Suzana 19- HELENA LAUREANO – Tereza 20- FERNANDO VIEIRA – Nino 21- MIGUEL LUNARDI – Otto 22- CHARLES MYARA – Bira 23- TÂNIA BONDEZAN – Olga 24- BETH GOULART – Otília 25- ELIAS ANDREATTO – Aquino 26- LUÍS CARLOS ARUTIN – André 27- RENATA FRONZI – Gertrudes 28- CLÁUDIA PROVEDEL – Nanda 29- CHRISTIANA GUINLE – Isildinha 30- CRISTINA DANTAS – Cecília 31- JAIME LEIBOVITCH – Ricardo 32- GLÓRIA PORTELA – Margô 33- FLOR VIOLETA – Imaculada 34- LUIZ ARMANDO QUEIRÓZ – Cândido 35- BETINA KOPP – Cristina 36- SHEYLLA GONÇALVES – Aninha 37- CHARLES MOELLER – Tadeu 38- MICAELA GÓES – Lili (Liliana) Falecidos 1- Luis Carlos Arutin (1996) 2- Luiz Armando Queiroz (1999) 3- Regina Braga (autora, 1999) 4- Eduardo Conde (2003) 5- Renata Fronzi (2008) 6- Adriano Reys (2011) 7- Alcione Araujo (autor, 2012) 8- Paulo Goulart (2014) 9- Antonio Albujamra (2015) Sem notícias 1- Glória Portela 2- Expedido Barreira 3- Flor Violeta 4- Scheylla Gonçalves TRILHA SONORA 01. CONTIGO APRENDI – Nico Rezende 02. LINDEZA – Gal Costa 03. TEMA DE AMOR – Marcus Viana (tema de abertura) 04. AS TIME GOES BY – Nilsson 05. FUTUROS AMANTES – Chico Buarque 06. CARENTE PROFISSIONAL – Marina Lima 07. MOÇO – Erasmo Carlos 08. CALIFORNIA DREAMING – José Feliciano 09. TUDO E NADA – Prêntice 10. SAUDADE – Renato Teixeira 11. DESPEDIDA – Marcus Viana 12. SABOR A MIM – Dalva de Oliveira Instrumental - Marcus Vianna 01. TEMA DE AMOR 02. O FIM DAS COISAS 03. DESPEDIDA 04. A MARAVILHOSA SINFONIA DA VIDA 05. A ARTE DE VIVER 06. VALSA DOS SONHOS 07. ADÁGIO 08. IMACULADA 09. SOLIDÃO BLUES 10. MANHÃ DE SOL 11. PRELÚDIO 12. ABERTURA 13. TEMA DA PARTIDA CURIOSIDADES A novela marcou o retorno da TV Bandeirantes na produção de novelas e, também, a introdução do estilo de gravação do cinema na produção de teledramaturgia. Como exemplo dessas referências cinematográficas, a iluminação e o tom antinaturalista dados às cenas. Último trabalho do ator Luís Carlos Arutin, que faleceu em 08/01/1996, alguns dias antes da novela terminar. Sua participação na trama já havia sido gravada. O ator morreu asfixiado em um incêndio em seu apartamento, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. REGISTROS https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=27921&PageNo=1 (QUANDO AS LOBAS SAEM À CAÇA, 05/04/1995) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=27899&PageNo=1 (O NOVO DESAFIO DA LOBA BETTY FARIA, 09/04/1995) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=28057&PageNo=1 (TRUNFOS GLOBAIS NO AR, 28/04/1995) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=28942&PageNo=2 (A BATALHA DAS 19H, 23/07/1995) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=127725&PageNo=4 (NOVELA MUDA PARA OBTER AUDIÊNCIA MAIOR, 13/08/1995) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=30056&PageNo=6 (MONJARDIM LAMENTA BAIXO IBOPE DE LOBA, 29/10/1995) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=55953&PageNo=8 (A IDADE DA LOBA HOMENAGEIA ARUTIN, 14/01/1996) AUDIÊNCIA
  18. Em seu enésimo retorno à teledramaturgia, a Band trouxe uma novela sem grandes novidades, uma comédia romântica leve e agradável, sem demandar muita complexidade de seu enredo, nem mesmo de sua produção (apesar de terem ocorrido lá os seus percalços). A novela passou despercebida no público de São Paulo, mas conseguiu algum retorno em algumas outras praças, mas com o rompimento com a TV Plus, que terceirizava a produção da novela, não conseguiu levar adiante. Pelos registros, podemos ver uma novela fiel à sua proposta, com uma história agradável, um bom elenco, o que configura em um bom entretenimento. Nova versão não caberia, é um enredo bem comum, o que é típico da autora, mas cumpriu a sua função. Título: Perdidos de Amor De: Ana Maria Moretzsohn Direção: José Carlos Pieri e Mario Farias Horário: 20h40/19h Emissora: Band Data: 28/10/1996 a 06/06/1997 Duração: 161 capítulos Outras Versões: não houveram Reprises: não houveram Audiência: 1,9 SINOPSE Maria Luísa Ferreira de Albuquerque Caldas (Christine Fernandes) é uma moça rica, inteligente e bonita, moradora de uma luxuosa mansão no Alto Leblon. Pertence a uma família aristocrática carioca e está de casamento marcado com Pedro Henrique Oliveira Andrade Neto (Lugui Palhares). Juntos formam o casal de “mauricinho e patricinha” perfeitos: bonitos, ricos, charmosos e modernos. O pai dela é Fabiano Caldas (Edney Giovenazzi), empresário quase falido mas com muita pose, que alivia suas “tensões” esbanjando o dinheiro que não tem com amantes, piorando ainda mais a situação. A mãe é Eleonora (Sônia Clara), mulher de muita classe, mas cega ao mundo e à realidade. Pedro Henrique embora com tudo para ser um eterno playboy, não pôde se encostar, pois Olavo (Paulo Figueiredo), seu pai, é um homem sério que não permite deslizes e vive dando duro em Pedro Henrique. Ainda assim, o rapaz mantém alguns vícios: mulheres e aventuras. Para isso conta com os amigos Cícero (Jorge Pontual) e Billy (Carlos Thiré) que juntos formam a “Confraria dos Destemidos”. Vive dizendo que vai pendurar as chuteiras e ser fidelíssimo quando casar com Maria Luísa, mas até lá… Enquanto isso, Jéssica Seabra (Carol Machado), a JS, “papparazza” de profissão e vocação, que entre outras coisas vive coletando material para a publicação de biografias escandalosas e não autorizadas, feminista que é, logo simpatiza com Maria Luísa e odeia Pedro Henrique. Jéssica consegue tudo o que quer, para isso se disfarça, imita sotaques, se arrisca e aventura no que der e vier, tudo por um furo de reportagem. E nessa confusão toda quem leva sempre a pior é sua inseparável amiga Tony (Myrian Freeland) que a acompanha e ajuda nas atrapalhadas. Para “acabar com o sossego” de Pedro Henrique e Maria Luísa, surge Rodrigo (Claudio Lins): novo-rico, o último dos românticos, quase ingênuo, sonha com a mulher ideal. Bom caráter, sem ser de família tradicional ou pertencer à sociedade, subiu na vida através do próprio trabalho e esforço. É uma pessoa extremamente simples e sem vaidades, embora endinheirada, pois desde muito cedo teve de cuidar dos negócios capengas do pai e graças a inteligência e habilidade conseguiu superar os problemas e prosperar no ramo da metalurgia. Ex morador da Baixada Fluminense, mora atualmente num apartamento na Barra da Tijuca com a irmã bem mais velha, Sofia (Totia Meirelles), uma deslumbrada emergente que ambiciona entrar para a sociedade, ser reconhecida como uma mulher fina, elegante e de bom gosto; o cunhado Waldemar (Paulo Guarnieri), conhecido e amigo de Rodrigo desde a infância; a mãe Amélia (Suzana Faini), mulher simples, humana, de valores já consolidados; e os sobrinhos Huguinho (Alan Pontes), Luisinho (Ricardo Bruno) e Zezinha (Camila Farias). Maria Luísa, às vésperas de seu casamento com Pedro Henrique, descobre afinal que ele é um grande mulherengo. Magoada, se rende ao amor de Rodrigo. Mas mesmo apaixonados, para ficarem juntos, Maria Luísa e Rodrigo passam por muitas dificuldades. A principal é a falência de Fabiano, que por orgulho, recusa-se a vender suas indústrias, principalmente para Rodrigo. Para Fabiano, a falência representa uma humilhação muito grande, e a decadência de sua aristocrática família torna-se, para ele, um problema sério dentro da sociedade carioca. ELENCO 1- CHRISTINE FERNANDES – Maria Luísa 2- CLÁUDIO LINS – Rodrigo 3- LUGUI PALHARES – Pedro Henrique 4- EDNEY GIOVENAZZI – Fabiano Caldas 5- SÔNIA CLARA – Eleonora 6- CAROL MACHADO – Jéssica Seabra 7- MYRIAN FREELAND – Tony 8- PAULA BURLAMAQUI – Vívian Lemos 9- LUCINHA LINS – Lali Massini 10- LAFAYETTE GALVÃO – Isidoro 11- DANIELE VALENTE – Nicole 12- SUZANA FAINI – Amélia 13- TOTIA MEIRELLES – Sofia 14- PAULO GUARNIERI – Waldemar 15- CARMO DALLA VECCHIA – Dalton 16- JONAS BLOCH – Quintino Cruz 17- PAULO FIGUEIREDO – Olavo Andrade 18- ESTER GÓES – Ângela (Condessa) 19- LYLA COLLARES – Tiana Grenville 20- JORGE PONTUAL – Cícero 21- CARLOS THIRÉ – Billy 22- THIAGO FRAGOSO – Guilherme 23- CADÚ FÁVERO – Xande 24- CAMILA FARIAS – Zezinha 25- RICARDO BRUNO – Luisinho 26- ALAN PONTES – Huguinho 27- ANNA BÁRBARA XAVIER – Ívea 28- ANGÉLICA JARDIM – Verônica Alcântara 29- DIOGO INFANTE – Fernando 30- CRISTINA CARVALHAL – Ceuzinha 31- FERNANDA BADAUÊ – Karina 32- MÔNICA MONTES – Denise 33- JÚLIA CARRERA – Zeli 34- LU MENDONÇA – Gigi 35- MARCELA LEAL – Josefina 36- CECÍLIA RANGEL – Zulmira 37- MÔNICA SANTORO 38- WÁLTER ROSA 39- EDMUNDO LIPI SOARES Sem notícias 1- Angélica Jardim 2- Camila Farias 3- Ricardo Bruno 4- Monica Montes 5- Julia Carrera 6- Cecilia Rangel 7- Walter Rosa 8- Edmundo Lipi Soares TRILHA SONORA Nacional 01. A HORA DA ESTRELA – Lobão 02. BEIJA-FLOR – Marina Lima 03. EU NÃO VOU DIZER NADA – Titãs 04. PÉSSIMA – Nanda Rossi 05. DINHEIRO – Viper 06. MULHER – Nocaute 07. SALVE O RIO – Nanda Rossi 08. FUGA Nº 2 – Mutantes 09. TENHA CALMA – Djavan 10. ESTAVA ESCRITO – Ângela Maria e Nana Caymmi 11. TIVE SIM – Dora Vergueiro 12. JEITO DANADO – Luiz Melodia 13. TÔ PROGRAMADO – Papo 10 14. SEU EU FOSSE – Cacá e Bruno Internacional 01. LAMA – Noa 02. MACHINEHEAD – Bush 03. LONG TALL TEXAN – The Beach Boys 04. JUST WHEN I NEEDED YOU MOST – Dolly Parton 05. DREAM A LITTLE DREAM OF ME – Louis Armstrong 06. DEDICATED TO THE ONE I LOVE – The Mamas and The Papas 07. BLUE MOON – The Mavericks (tema de abertura) 08. BORN TO BE WILD – Steppenwolf 09. RAIN AND TEARS – Papa Winnie 10. AMERICAN LOVE – Sway 11. MAMBO ROCK – Bill a puta da tua mãe 12. ANXIETY – Goldfinger 13. I’M SORRY – Brenda Lee 14. NEPAL – Celestial CURIOSIDADES Perdidos de Amor foi lançada como uma novela “escandalosamente romântica”. O destaque ficou para a personagem Lali Massini (Lucinha Lins), dona de uma empresa que organiza festas de ricos e ensina para jovens moças como agarrar um “HR” – Homem Rico. Dá aulas de postura, como andar, falar, além de estudar a vida do candidato e saber tudo de que ele gosta. O apresentador Amary Jr. fez uma participação especial na novela. REGISTROS https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=31308&PageNo=1 (BAND INVESTE ALTO NO ROMANTISMO, 11/02/1996) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=33035&PageNo=2 (ROMANTISMO REGADO A HUMOR, 30/10/1996) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=32540&PageNo=2 (UMA NOVELA PERDIDA, 06/11/1996) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=51601&PageNo=2 (UM ELENCO PERDIDAMENTED DESGASTADO, 08/12/1996) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=43458&PageNo=4 (COMÉDIA ROMÂNTICA COM DESFECHO PARA LÁ DE FELIZ, 28/02/1997) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=43479&PageNo=4 (BANDEIRANTES TENTA SE VIRAR SEM AS NOVELAS DA TV PLUS, 02/03/1997) AUDIÊNCIA
  19. MÉDIA-DIA (06h às 23h59) 26,6 4,9 3,6 1,5 1,3 0,6 0,5 PICOS 64 (21h15/21h29) 12 (várias vezes) 26 (22h15/22h29) 5 (várias vezes) 4 (várias vezes) 2 (várias vezes) 2 (várias vezes) 07h00 – Bom Dia Brasil: 1 (31%) 07h30 – Bom Dia São Paulo: 3 (29%) 07h59 – Xou da Xuxa: 16 (65%) 13h01 – Globo Esporte: 17 (48%) 13h09 – São Paulo Já (estreia): 17 (51%) 13h41 – Vale a Pena Ver de Novo - Sassaricando (estreia): 21 (61%) 14h46 – Festival 25 Anos - Armação Ilimitada: 22 (72%) 15h22 – Festival de Férias - Se Meu Fusca Falasse: 27 (72%) 17h28 – Sessão Aventura - A Volta de Rin Tin Tin: 22 (55%) 17h59 – Gente Fina: 39 (71%) 18h51 – Mico Preto: 53 (77%) 19h46 – São Paulo Já (estreia): 57 (79%) 20h02 – Jornal Nacional: 62 (82%) 20h42 – Rainha da Sucata: 62 (81%) 21h41 – Tela Quente - A Cidade do Ouro Perdido: 41 (62%) 23h34 – Jornal da Globo: 15 (57%) 00h05 – Cineclube - As Vinhas de Ira: 4 (35%) 07h00 – Qualificação Profissional: 2 (60%) 07h16 – Eureka: 3 (71%) 07h32 – Sessão Desenho: 6 (64%) 07h55 – Bozo: 4 (17%) 10h27 – Mariane: 3 (13%) 13h00 – Chaves: 12 (34%) 13h23 – Batman e Robin: 9 (27%) 13h53 – Sessão Desenho: 9 (26%) 14h22 – Show Maravilha: 6 (18%) 17h29 – Chaves: 10 (25%) 17h58 – A Força do Amor: 5 (10%) 18h31 – A Copa das Copas: 4 (6%) 18h36 – Meus Filhos, Minha Vida: 5 (8%) 19h23 – TJ São Paulo: 5 (7%) 19h41 – Primeira Fila: 6 (9%) 19h45 – SBT Esporte: 6 (8%) 20h00 – TJ Brasil: 5 (6%) 20h34 – À Procura de Amores Perdidos: 4 (5%) 21h30 – Silvia Poppovic: 4 (6%) 23h26 – Jô Soares Onze e Meia: 5 (23%) 00h29 – A Copa das Copas: 4 (38%) 00h33 – TJ Brasil Especial: 4 (38%) 07h06 – Qualificação Profissional: 0 (0%) 07h30 – Brasília: 0 (2%) 08h00 – Cometa Alegria: 2 (7%) 12h01 – Manchete Esportiva: 1 (1%) 12h30 – Jornal da Manchete Edição da Tarde: 2 (5%) 13h03 – A Ilha da Fantasia: 1 (2%) 14h03 – Xerife Lobo: 1 (3%) 15h01 – Sessão Desenho: 0 (1%) 16h04 – Clube da Criança: 4 (8%) 18h57 – Manchete Esportiva: 2 (3%) 19h12 – São Paulo em Manchete: 2 (3%) 19h30 – Kananga do Japão: 3 (4%) 20h31 – Jornal da Manchete: 7 (8%) 21h32 – Pantanal: 23 (31%) 22h37 – Acredite se Quiser: 8 (16%) 23h43 – Momento Econômico: 3 (11%) 00h11 – Debate em Manchete: 2 (18%) 01h09 – Jornal da Manchete: 2 (31%)
  20. Média-Dia (7h/0h): 24,2 07h00 Bom Dia Brasil 4 07h32 Bom Dia São Paulo 7 08h00 Xou da Xuxa 11 12h21 Diário da Constituinte 10 12h26 SPTV - 1ª Edição 6 12h40 Globo Esporte 8 13h01 Jornal Hoje 14 13h27 Vale a Pena Ver de Novo - Livre Para Voar 26 (70%) 14h26 Sessão da Tarde - As Legiões de César (1959) 17 (53%) 16h21 Sessão Aventura - Tempo Quente 16 (52%) 17h23 Sessão Comédia - Primo Cruzado 24 (62%) 17h55 Direito de Amar 43 (77%) 18h46 Hipertensão 67 (87%) 19h41 SPTV - 2ª Edição 59 (77%) 19h53 Diário da Constituinte 59 (77%) 19h59 Jornal Nacional 59 (80%) 20h31 O Outro 59 (78%) 21h30 Terça Nobre 37 22h30 Wallenberg, o Herói Solitário 16 23h30 Jornal da Globo 7 23h55 Globo Economia 6 00h03 SPTV - 3ª Edição 5 00h13 Sessão Western - Escandalosa (1949) 5 Média-Dia (7h/0h): 7,4 07h00 Telecurso 3 07h16 Patati Patatá 2 07h34 Sessão Desenho 4 12h01 Diário da Constituinte 7 (24%) 12h08 Chapolin 13 (40%) 12h33 Sessão Sorteio 17 (55%) 12h59 Sessão Desenho 9 (27%) 14h23 Jogo de Amor 6 (18%) 15h24 Viviana 5 (17%) 16h25 Show Maravilha 6 18h17 Carrossel 7 (11%) 18h46 Cidade 4 3 19h10 Diário da Constituinte 3 19h15 Noticentro 4 19h46 Chaves 11 (15%) 20h16 O Elo Perdido 7 20h46 Boomer 4 21h20 A Pantera Cor de Rosa 6 21h27 Caldeirão da Sorte 10 (13%) 21h30 Hebe 16 (30%) 23h48 Casa do Terror 5 00h56 Jornal 24 Horas 2 Média-Dia (7h/0h): 3,1 07h12 Patati Patatá * 07h29 O Manto Sagrado 1 07h45 A Hora da Eucaristia 1 08h00 Igreja da Graça 1 08h32 Bom Dia Criança 1 10h56 A Moda da Casa 1 11h12 Comer Bem 1 11h31 Jornal do Interior 2 (7%) 11h58 Record em Notícias 3 (11%) 12h55 Diário da Constituinte 1 13h06 Record nos Esportes 1 13h30 A Mulher dá o Recado 1 14h59 São Paulo à Tarde 2 18h31 Defenda-se 2 18h45 Record nos Esportes 5 (7%) 18h59 Jornal da Record 6 (7%) 19h43 Diário da Constituinte 5 (7%) 19h51 Natureza 6 (8%) 20h23 Gunsmoke 7 (10%) 21h23 Poltrona R - Os Super Dragões (1969) 7 (12%) 23h15 Barnaby Jones 6 (22%) 00h12 Sessão dos Executivos 3 (22%) Média-Dia (7h/0h): 1,9 07h00 Jimmy Swaggart 1 07h12 TV Educativa 1 07h28 O Despertar da Fé 1 08h00 TV Fofão 1 09h57 Ela - 11h53 Legião da Boa Vontade - 11h59 Esporte Total 2 (5%) 12h59 Diário da Constituinte 2 (7%) 13h04 Super Special 1 14h00 TV Fofão 2 (6%) 14h58 TV Criança 3 (8%) 17h51 O Barco do Amor 1 18h55 Diário da Constituinte 1 19h02 Jornal de São Paulo * 19h32 Esporte Total * 19h43 Jornal da Band 2 (2%) 20h16 Dinheiro 1 20h22 A Feiticeira 2 (3%) 20h55 Um é Pouco, Dois é Bom, Três é Demais 3 (4%) 21h29 Terça Máxima - O Colt é Minha Lei (1965) 5 (8%) 23h27 Jornal da Noite 2 (7%) 23h54 Ação e Investimento 1 00h01 Flash * 00h47 Caçulinha Entre Amigos - 01h00 Cinema na Madrugada - Um Passe de Mágica (1978) 1 (17%) Média-Dia (7h/0h): 1,1 08h49 TV Educativa - 09h04 A Nave da Fantasia 1 (5%) 11h59 Manchete Esportiva - 12h30 Jornal da Manchete - 13h01 Diário da Constituinte * 13h07 Clô para os Íntimos 1 14h11 Antônio Maria 2 (6%) 15h01 Super Desenhos 2 (5%) 15h56 Lupu Limpim Clapá Topô 2 (6%) 18h54 Diário da Constituinte - 18h59 Manchete Esportiva - 19h27 São Paulo em Manchete * 19h41 Tudo em Cima - 20h29 Jornal da Manchete 2 (3%) 21h23 Corpo Santo 2 (2%) 22h22 Brasil Constituinte 1 (2%) 23h04 Desafio do Mar 2 (5%) 00h04 Momento Econômico 1 (3%) 00h12 Jornal da Manchete 1 (6%) - = Nenhum registro de audiência * = Audiência menor que 0,5 Média-Manhã (7h/12h): 9,2 3,9 1,1 0,6 Média-Tarde (12h/18h): 18,1 7,9 2,2 2,0 1,4 Média-Noite (18h/0h): 42,8 9,8 6,0 2,7 1,3 Módulo do pico da Globo (19h15/19h29): 70 6 3 Módulo do pico do SBT e do pico da Band (22h30/22h44): 21 19 5 1 Módulo do pico da Record (21h30/21h44): 43 14 9 4 2 Módulo do pico da Manchete (10h30/10h44): 9 3 2 AEL Unicamp / ADP
  21. Aqui poderíamos ver um Benedito Ruy Barbosa diferente do que costumamos, fora dos enredos rurais, com histórias cotidianas e diversos personagens aparentemente carismáticos, pelo que podemos ver. São escassos os registros que permitem fazer uma melhor avaliação da trama, mas a sua boa construção é evidente na leitura e, apesar da falta de registros também de audiência, é possível deduzir que a novela pegou o embalo do sucesso do bom momento que a emissora vivia com as novelas nessa época. Benedito poderia apostar em algo nesse estilo novamente, na própria Globo, acredito que poderia se dar bem com um enredo cotidiano, mais leve e talvez até menos propenso à barrigas. Título: Pé de Vento De: Benedito Ruy Barbosa Direção: Amilton Barreto e Plinio Paulo Fernandes Horário: 19h Emissora: Band Data: 01/01 a 26/06/1980 Duração: 149 capítulos Outras Versões: não houveram Reprises: 06/07/1981 a 26/01/1982 (14h, 147 capítulos) Audiência: Original - ND; Reprise - 1,3 (E/F) SINOPSE Edmar (Nuno Leal Maia), o Pé de Vento, vem com a família de Muzambinho, Minas Gerais, para São Paulo para tentar a sorte profissional. Interessado em corrida, passa a treinar num clube, sob os cuidados de Alfredo (Rogério Márcico), um veterano desencantado com o esporte, que só tem esperanças no atleta. O sonho de ambos é vencer a Corrida de São Silvestre. No clube onde treina, Edmar conhece Cristiane (Maria Ferreira), moça rica, que se apaixona por ele e acaba dependente do amor, desprezando o mimado Itamar (Osmar de Mattos). Mas Pé se apaixonará mesmo é pela humilde enfermeira Terezinha (Bete Mendes), neta da sábia Dona Noca (Carmem Silva). O pai de Edmar, Mestre André (Dionísio Azevedo), é um torneiro mecânico que consegue estabelecer-se graças à sua capacidade. Chega a ter seu próprio negócio e alguma clientela até que, por problemas financeiros, é obrigado a vender todo equipamento de trabalho. Por não conseguir comprovar os anos de trabalho, tem dificuldades em aposentar-se. É casado com Marta (Maria Luisa Castelli), mulher rude, de extremo bom senso, equilíbrio da família, e pai também de Moacir (Taumaturgo Ferreira) e Aninha (Cristina Mullins), envolvidos com o vestibular. Na fábrica de Junqueira (Felipe Levy), onde Mestre André e Edmar trabalham, há um trio de trabalhadores e um desempregado, que vivem em busca da sorte. Treze Pontos (Fausto Rocha Jr) é um jogador inveterado e intelectual do grupo que joga tudo o que ganha em qualquer tipo de aposta, inclusive o dinheiro que sua namorada, Ludmila (Angelina Muniz), lhe dá, por acreditar no seu amor. Boa Gente (Maurício do Valle) é sujeito simpático que livra a turma na hora da briga. Zé Queimado (Canarinho) sempre arranja encrenca. E Catiça (Arnaldo Weiss), o desempregado, sobrevive lavando carros e fazendo biscates. Ludmila mora em uma espécie de pensão para moças. Lá também mora Maíra (Esther Góes), aeromoça honesta que ama seu trabalho, não aceita julgamento preconceituoso de sua classe e é apaixonada pelo tímido Jofre (Rolando Boldrin). A dona da pensão é Quitéria (Baby Garroux), uma feminista convicta, até que encontra o homem de sua vida. O ponto de contato entre os pobres e os ricos será o clube onde Edmar treina e Cristiane frequenta a piscina. No mundo dos ricos, há Edmundo (Edney Giovenazzi), o dono de uma rede de supermercados que chega ao absurdo de vender artigos de primeira necessidade a preço de custo para atrair freguesia e por medo de que o povo com fome se revolte. Vive para o trabalho, deixando de lado a esposa solitária, Gisele (Maria Estela). Núcleos – núcleo de EDMAR, o PÉ DE VENTO, (Nuno Leal Maia), assim apelidado por ser rápido na corrida. Tomou gosto pelo esporte e, ao chegar a São Paulo, começou a treinar. Seu grande objetivo de vida é vencer a São Silvestre. É assediado por duas mulheres, uma pobre e outra rica: os pais: MESTRE ANDRÉ (Dionísio de Azevedo), torneiro mecânico que veio com a família de Muzambinho, Minas Gerais, para São Paulo, onde estabeleceu-se como torneiro mecânico. Chegou a ter o seu próprio torno e alguma clientela até que, por problemas financeiros, foi obrigado a vender todo o equipamento de trabalho. Por não conseguir comprovar os anos de trabalho, tem dificuldades em aposentar-se, e MARTA (Maria Luiza Castelli), simples e sensata. É o equilíbrio da família os irmãos: MOACIR (Taumaturgo Ferreira), depois de reprovado no vestibular, é envolvido por sua inocência e acaba causando problemas à família, e ANINHA (Cristina Mullins), para poder prestar vestibular trabalha num consultório médico. Apesar de capacitada, não passa no exame e tenta mudar de vida o treinador ALFREDO (Rogério Márcico), desiludido do esporte, deposita suas esperanças em seu pupilo. – núcleo de TEREZINHA (Bete Mendes), enfermeira, a namorada pobre de Edmar: a avó NOCA (Carmem Silva), mulher com sua própria filosofia de vida. Acredita que amor requentado dá dor de barriga. – núcleo de CRISTIANE (Maria Ferreira), milionária que conheceu Edmar no clube onde ele treina. Apaixona-se pelo atleta e acaba dependente dele: o pretendente ITAMAR (Osmar de Mattos), milionário mimado. – núcleo dos amigos de TREZE PONTOS (Fausto Rocha Jr.), assim chamado por ser um jogador inveterado. Simboliza o anseio de chegar à fortuna através de um golpe de sorte. Joga tudo que ganha em qualquer tipo de aposta: BOA GENTE (Maurício do Valle), sujeito simpático, “boa gente” como diz o apelido. Por ser fortão, livra a turma na hora da briga ZÉ QUEIMADO (Canarinho), sempre metido em encrenca e CACIMBA (Arnaldo Weiss), sobrevive de pequenos biscates, como lavar carros. – núcleo da pensão para moças de QUITÉRIA (Baby Garroux), feminista convicta até que encontra o homem de sua vida: MAÍRA (Ester Goes), aeromoça, honesta, ama seu trabalho e não aceita o julgamento preconceituoso de sua classe LUDMILA (Angelina Muniz), trabalha como balconista. Namorada de Treze Pontos que, por acreditar no seu amor, dá-lhe dinheiro para jogatina. – núcleo de EDMUNDO (Edney Giovenazzi), homem rico, dono de uma rede de supermercados. Um sujeito utópico, chega ao absurdo de vender artigos de primeira necessidade a preço de custo para atrair freguesia e por medo de que o povo com fome se revolte: a mulher GISELE (Maria Estela), solitária, pois o marido se preocupa mais com os negócios do que com ela a empregada ZEFA (Riva Nimitz), vive se intrometendo nos assuntos da família o mordomo JUCA (Henrique César), parceiro de Zefa. – demais personagens: JOFRE (Rolando Boldrin), sujeito simpático e tímido, dono de uma riqueza que ninguém sabe de onde surgiu. Alvo da paixão de Maíra JUNQUEIRA (Felipe Levi), torneiro mecânico que deu certo. E dono da fábrica onde trabalham Mestre André, Edmar, Treze Pontos, Boa Gente e Zé Queimado. ELENCO 1- NUNO LEAL MAIA – Edmar, o Pé de Vento 2- BETE MENDES – Terezinha 3- MARIA FERREIRA – Cristiane 4- DIONÍSIO AZEVEDO – Mestre André 5- MARIA LUÍZA CASTELLI – Marta 6- FAUSTO ROCHA JR. – Treze Pontos 7- MAURÍCIO DO VALLE – Boa Gente 8- CANARINHO – Zé Queimado 9- ARNALDO WEISS – Catiça 10- TAUMATURGO FERREIRA – Moacir 11- CRISTINA MULLINS – Aninha 12- BABY GARROUX – Quitéria 13- ANGELINA MUNIZ – Ludmila 14- ESTER GÓES – Maíra 15- ROLANDO BOLDRIN – Jofre 16- ROGÉRIO MÁRCICO – Alfredo 17- EDNEY GIOVENAZZI – Edmundo 18- MARIA ESTELA – Gisele 19- RIVA NIMITZ – Zefa 20- HENRIQUE CÉSAR – Juca 21- CARMEM SILVA – Dona Noca 22- OSMAR DE MATTOS – Itamar 23- FELIPE LEVY – Junqueira 24- FLORA GENY – Leila 25- SUZY CAMACHO – Gina 26- PATRÍCIA FIGUEIREDO – Jurema 27- LILIAN VIZZACHERO – Tuca 28- CARLOS ALBERTO FERNANDES 29- RENATO MASTER 30- MÁRCIA CORBAN 31- ALEXANDRE RAYMUNDO – Marcelo 32- DENI CAVALCANTI Falecidos 1- Osmar de Mattos (1980) 2- Arnaldo Weiss (1989) 3- Flora Geny (1991) 4- Riva Nimitz (1993) 5- Maurício do Valle (1994) 6- Dionísio Azevedo (1994) 7- Fausto Rocha Jr (2001) 8- Renato Master (2004) 9- Carmem Silva (2008) 10- Felipe Levy (2008) 11- Canarinho (2016) 12- Maria Estela (2017) 13- Henrique César (2018) 14- Fabio Tomazini (2018) 15- Deni Cavalcanti (2018) Sem notícias 1- Carlos Alberto Fernandes 2- Marcia Corban TRILHA SONORA 01. PÉ DE VENTO – Lila, Mila e Tom (tema de abertura) 02. VENTO NORDESTE – Simone 03. VIM DE LONGE – Dércio Marques (tema de Mestre André) 04. VIDA CIGANA – Tetê Espíndola 05. CACHAÇA E MEL – Raul Ellwanger 06. O AMOR ESTÁ NO AR – Dudu França 07. LÁBIOS DE MEL – Tim Maia 08. TOLA FOI VOCÊ – Ângela Ro Ro 09. ABAIXO A CUECA – Zé Rodrix (tema dos amigos de Edmar) 10. ABRA O CORAÇÃO – Paulinho Soares 11. BRIGA DE LOBO – Lila, Mila e Tom (tema de Treze Pontos) 12. CORRIDA DA VIDA – Gina de Castro (tema de Edmar) CURIOSIDADES Primeira novela de Benedito Ruy Barbosa na TV Bandeirantes. O autor escreveu ainda Os Imigrantes, na sequência. Uma boa novela que não se preocupou com o brilho supérfluo, mas sim com o cotidiano puro e simples dos personagens. A proposta inicial era discorrer sobre o tema esporte e as múltiplas facetas do atleta brasileiro. Entretanto, a novela acabou por analisar mais a fundo a vida operária, sem retoques e perfumarias. (“Memória da Telenovela Brasileira”, Ismael Fernandes) Pé de Vento teve um capítulo especial de lançamento exibido em 31/12/1979, após a transmissão da Corrida de São Silvestre pela TV Bandeirantes, e estreou no dia seguinte, 01/01/1980. Essa foi uma estratégia da emissora para chamar a atenção do público para sua nova atração, uma vez que o protagonista Edmar, o Pé de Vento do título (vivido por Nuno Leal Maia), era um atleta que, na trama, pretendia vencer a São Silvestre. Curiosamente, na vida real, o vencedor da Corrida de São Silvestre naquela ocasião foi um brasileiro, João José da Silva, quebrando um jejum de 34 anos sem vitórias nacionais na competição. Por causa da novela, Benedito Ruy Barbosa foi convidado a escrever um artigo para o jornal Gazeta Esportiva, que teve duas páginas e ganhou a capa. Ao livro “Autores, Histórias da Teledramaturgia”, do Projeto Memória Globo, o autor declarou: “Eu entrevistei o “pé de vento” da vida real e fiquei comovido. Ele disse que não perdia a novela e que acreditava na vitória, como o meu personagem.” Outro enredo-denúncia tratava da discriminação do trabalhador que atinge idade superior a 50 anos e fica sem oportunidade profissional, caso de Mestre André (Dionísio Azevedo), desempregado, que tragicamente recebe no caixão o telegrama que anunciava sua aposentadoria. Sobre a impossibilidade de discorrer sobre certos temas na Globo, o autor Benedito Ruy Barbosa narrou ao livro “A Seguir, Cenas do Próximo Capítulo”, de André Bernardo e Cíntia Lopes, citando essa passagem de Pé de Vento: “A última cena mostrava o personagem morto, com o seu caixão na sala e a família em prantos. Toca a campainha, e a mulher vai atender. Ela recebe do INSS um telegrama e o leva à mão do morto: ´Toma meu velho, chegou a tua aposentadoria!´ Na Globo, nunca teria feito. Na época, não deixavam.” Para o livro “Autores, Histórias da Teledramaturgia”, o autor complementou: “Porque era uma emissora mais visada. Eu só não tive nenhum problema com essa novela porque ela não foi exibida na Globo.” Destaque também para a atuação de Taumaturgo Ferreira, em sua segunda novela, vivendo o ingênuo Moacir. Primeira novela do então garoto Alexandre Raymundo, com 9 anos na época, que ganhou notoriedade como o ator-mirim mais requisitado da Bandeirantes, tendo atuado ainda nas novelas Meu Pé de Laranja Lima, Os Adolescentes, Ninho da Serpente, Campeão e Maçã do Amor, entre 1980 e 1983. REGISTROS http://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=3034&PageNo=1 (A CORRIDA DA VIDA, 02/01/1980) http://revistaamiga-novelas.blogspot.com/2015/02/proxima-fotonovela.html AUDIÊNCIA ORIGINAL REPRISE - ELETRÔNICO REPRISE - FLAGRANTE
  22. O sucesso de Cavalo Amarelo levou a Band a se empolgar e fazer uma nova novela, com a protagonista dando continuidade, entretanto, o tiro saiu pela culatra. Não necessariamente por saturar a imagem de Dercy ou da personagem, até porque foram novelas curtas, o grande problema se deu na troca de autores e na falta de comunicação que isso gerou. No fim das contas, uma história não casou com a outra e houve um choque de estilos entre autores, assim como entre o elenco e o texto, o que gerou até a troca de atores e, ainda, problemas com a Censura. Não há tantos registros quanto Cavalo Amarelo para fazer uma análise mais profunda, mas sabemos bem que esse tipo de problema mata uma novela. Título: Dulcinea Vai à Guerra De: Sergio Jockyman e Jorge Andrade Direção: Henrique Martins Horário: 19h Emissora: Band Data: 01/12/1980 a 14/03/1981 Duração: 84 capítulos Outras Versões: não houveram Reprises: não houveram Audiência: 5,1 (E) 7,6 (F) SINOPSE Dulcinéa (Dercy Gonçalves), velha vedete do teatro rebolado, aparecia às voltas com crianças abandonadas. ELENCO 1- DERCY GONÇALVES – Dulcinéa 2- RENATA FRONZI – Ludmila 3- PAULO GONÇALVES – Camilo 4- HOMERO KOSSAC – Morgado 5- NICOLE PUZZI – Carolina 6- ARLINDO BARRETO – Marcelo 7- GUILHERME CORRÊA – Porfírio 8- ETTY FRASER – Elisa 9- MARIA FERNANDA – Mariana 10- HÉLIO SOUTO – Mateus Sampaio Godói 11- BETE MENDES – Jerusa 12- AGNALDO RAYOL – Thales 13- ABRAHÃO FARC – Eugênio 14- SÔNIA OITICICA – Lucrécia 15- BENJAMIN CATTAN – Conde de Castelnuovo 16- PAULO HESSE – Demóstenes 17- SANDRA BARSOTTI – Alice 18- JACQUES LAGOA – Xande 19- OSWALDO CAMPOZANA – Lambari 20- LIA DE AGUIAR – Múrcia 21- MUÍBO CÉSAR CURI – Curvino 22- SUZY CAMACHO – Drª Helena 23- LÍLIAN VIZZACHERO – Minga 24- CARMEM MARINHO – Perla 25- CRISTINA PRADO – Cristina 26- MÁRCIA MAY – Márcia 27- LUÍS ANTÔNIO – Mico 28- AFONSO NIGRO – Caco 29- YONÁ MAGALHÃES – Pepita Falecidos 1- Jorge Andrade (autor, 1984) 2- Paulo Gonçalves (1986) 3- Benjamin Cattan (1994) 4- Lia de Aguiar (2000) 5- Helio Souto (2001) 6- Guilherme Correa (2006) 7- Sonia Oiticica (2007) 8- Renata Fronzi (2008) 9- Dercy Gonçalves (2008) 10- Muibo Cesar Cury (2009) 11- Sergio Jockyman (autor, 2011) 12- Abrahão Farc (2012) 13- Yoná Magalhães (2015) 14- Henrique Martins (diretor, 2018) 15- Etty Fraser (2018) Sem notícias 1- Oswaldo Campozana 2- Cristina Prado 3- Marcia May 4- Luis Antonio TRILHA SONORA Primeiro tema de abertura: LENÇO NA MOLERA – Demônios da Garoa Segundo tema de abertura: LA CANGA – Frenéticas CURIOSIDADES Após o sucesso popular de Dercy Gonçalves na novela Cavalo Amarelo, a TV Bandeirantes decidiu por aproveitar sua personagem para a atração seguinte. Ivani Ribeiro, autora de Cavalo Amarelo, não aceitou escrever a continuação, ficando essa tarefa a cargo de Sérgio Jockyman. Os atores Guilherme Corrêa, Etty Fraser, Jacques Lagoa e Oswaldo Campozana, do elenco da novela anterior, retornaram com seus personagens (Porfírio, Elisa, Xande e Lambari, respectivamente). Yoná Magalhães, que viveu Pepita, uma das protagonistas de Cavalo Amarelo, também esteve de volta, mas em uma participação especial. Dulcinéa Vai à Guerra foi um fiasco que pôs por terra o sucesso que a personagem de Dercy havia alcançado na novela anterior. Ismael Fernandes em “Memória da Telenovela Brasileira”.. Em uma tentativa de recuperar parte da audiência de Cavalo Amarelo, a Bandeirantes passou a continuidade da trama para Jorge Andrade (a partir do capítulo 41). A troca de autores trouxe muitas mudanças, inclusive no enredo. Alguns personagens simplesmente desapareceram, como Drª Helena (Suzy Camacho), Ludimila (Renata Fronzi), Múrcia (Lia de Aguiar) e Perla (Carmen Marinho). Enquanto novos surgiram, como os vividos por Sônia Oiticica, Bete Mendes, Hélio Souto, Benjamin Cattan e Maria Fernanda. Um dos objetivos principais da novela era tratar do problema do menor abandonado. Ao assumir o texto, Jorge Andrade afirmou que a centralização da história em Dulcinéa não queria dizer que os outros atores teriam menos importância. “Suas personagens são vivas e cada uma tem sua dimensão. A proposta era discutir o problema do menor, mas o fato de colocar meia dúzia de garotos no elenco, não significa isso. Agora dou a importância que o problema tem, através da Dulcinéa, mostro a grandeza, a beleza de sua alma ao fazer tudo pelos meninos, marco a força de uma mulher que aceita um jogo cômico para conseguir isso”, disse o autor em entrevista à Folha de São Paulo, publicada em 10/01/1981. O diretor Wálter Avancini comentou a saída de Sérgio Jockyman: “A bem da verdade, o estilo de Jockyman provocou um equívoco quanto ao melhor aproveitamento de Dercy Gonçalves na novela. Foi só isso, um problema de estilo de texto. Então nos reunimos, conversamos, e ficou tudo bem. Partimos para um novo esquema junto com Jorge Andrade, que tem um espírito que conhecemos.” (TV-Pesquisa PUC-Rio) A troca de autores também fez mudar a música-tema da abertura da novela. A música dos Demônios da Garoa (Lenço na Molera) foi substituída por outra, das Frenéticas (La Canga). Na nova fase de Dulcinéa Vai à Guerra, a trilha sonora passou a ser exclusivamente composta por músicas das Frenéticas, do disco Babando Lamartine, que tinha regravações de músicas de Lamartine Babo. Com a presença de Dercy Gonçalves na novela, a Censura do Regime Militar continuou implicando (como acontecera em Cavalo Amarelo). “(…) com expressões como ‘bom pra manjar se tem alguém peladão fazendo sacanagem, né?’ (sobre janela de vidro na piscina), ‘Parece cama de bordel’, ‘Casa de família, hein! Imagina se não fosse!’ e ‘Mulher é bom… porque dura apenas uma noite!’“ Fonte: livro Beijo Amordaçado – A Censura às Telenovelas Durante a Ditadura Militar, de Cláudio Ferreira. AUDIÊNCIA ELETRÔNICO FLAGRANTE
  23. Houve uma boa iniciativa e uma boa proposta, entretanto, a execucução foi bastante falha, com uma produção pobre e um mesmo ator fazendo dois papeis diferentes sem a menor relação, o que tornou explícita a pobreza da produção. Não há muitos registros para avaliar profundamente, mas é fácil mapear o porquê de seu insucesso. O enredo não era ruim, mas a execução não convenceu. Título: Maçã do Amor De: Wilson Aguiar Filho Direção: Kito Junqueira e Alvaro Fugulin Horário: 19h Emissora: Band Data: 09/05 a 08/09/1983 Duração: 106 capítulos Outras Versões: não houveram Reprises: não houveram Audiência: 3,0 (E) 1,5 (F) SINOPSE Lia (Yoná Magalhães) ascende profissionalmente e cria forças para pedir o desquite ao marido, Mário (Jonas Mello), um malandro bonachão. A separação irá influir decisivamente na vida de um dos filhos, Chico-Tico (Alexandre Raymundo), que começa a apresentar sintomas de uma rara doença neurológica conhecida como “ausência”. Através de lapsos temporais, o garoto se ausenta da vida presente passando a viver em outra realidade, da qual depois não guarda nenhuma lembrança. Na vila onde mora a família, também vivem Nicola (Dartagnan Júnior), um adolescente apaixonado por mulheres mais velhas, sua mãe, Filomena (Nair Bello), uma italiana que tenta conter os arroubos passionais do filho, seu Oliveira (Sadi Cabral), o jornaleiro, um espanhol simpático com passado levemente anarquista, e suas duas filhas, Margô (Thaia Perez) e Heleninha (Wanda Stefânia). Na casa de Lia moram ainda Astrides (Neuza Borges), a empregada que vive a sonhar com um desfile pela Mangueira, e Manequinho (Paulo Roberto da Silva), seu filho, que trabalha na banca de seu Oliveira. A vida local muda quando chega a família Cardoso para morar numa mansão das proximidades. Paulo Cardoso (Rubens de Falco) é um conceituado neurologista, que cuidará da doença de Chico Tico, criando um vínculo com a família de Lia. Outra família rica mora nas proximidades – os Torres: Adolfo (Edgard Franco), Marlene e seus dois filhos, Maurício e Márcia (Martha Mellinger). ELENCO 1- YONÁ MAGALHÃES – Lia 2- RUBENS DE FALCO – Paulo Cardoso / Daniel 3- JONAS MELLO – Mário 4- WANDA STEPHÂNIA – Heleninha 5- RICARDO BLAT – Ricardo 6- NICOLE PUZZI – Roberta 7- NORMA BLUM – Condessa Lílian 8- NAIR BELLO – Filomena 9- JOHN HERBERT – Rocco 10- WÁLTER FORSTER 11- SADI CABRAL – Oliveira 12- EDGARD FRANCO – Adolfo Torres 13- ELIZABETH GASPER – Marlene 14- PAULO BETTI – Edson 15- CARMEM MARINHO – Vivi 16- THAIA PEREZ – Margô 17- MARTHA MELLINGER – Márcia 18- DARTAGNAN JÚNIOR – Nicola 19- NEUZA BORGES – Astrides 20- RAYMUNDO DE SOUZA 21- GUADALUPE 22- CARMINHA BRANDÃO 23- JOÃO ACAIABE 24- LUIZ ANTÔNIO PIVA 25- ROSILDA MARIA LIMA 26- RITA DE CÁSSIA BERGAMIN 27- WANDERLEY DE BARROS 28- ALEXANDRE RAYMUNDO – Chico-Tico 29- AFONSO NIGRO – Vicente 30- PAULO ROBERTO DA SILVA – Manequinho 31- DÉBORA PATRÍCIA – Juliana Falecidos 1- Sadi Cabral (1986) 2- Wilson Aguiar Filho (autor, 1991) 3- Walter Forster (1996) 4- Edgard Franco (1996) 5- Nair Bello (2007) 6- Rubens de Falco (2008) 7- John Herbert (2011) 8- Carminha Brandão (2012) 9- Yoná Magalhães (2015) 10- Dartagnan Júnior (2019) Sem notícias 1- Guadalupe 2- Rita de Cássia Bergamin 3- Wanderley de Barros 4- Paulo Roberto da Silva 5- Débora Patrícia TRILHA SONORA 01. FORÇA DA IMAGINAÇÃO – Beth Carvalho 02. FESTA PROS OLHOS – Martinho da Vila 03. POUCAS PALAVRAS – Joanna 04. FICA TUDO BEM (9 TO 5) – Los Angeles 05. CAMA VAZIA – Márcio Greyck 06. MANIAS – Altemar Dutra 07. VOCÊ ESCOLHEU ERRADO O SEU SUPER HERÓI – Frenéticas 08. VEM QUE TEM – Dudu França 09. MINHAS CARÊNCIAS – Carlos Dafé 10. MAÇÃ DO AMOR – Guadalupe (tema de abertura) 11. AMOR DE ÍNDIO – Diana Pequeno 12. VOCÊ TODO DIA – Vinícius Cantuária CURIOSIDADES A estrutura era bem elaborada e os personagens bem delineados, apresentando uma certa realidade. Infelizmente a novela não teve um seguimento adequado e alguns erros impediram o sucesso. O maior deles: o ator Rubens de Falco se dividindo em dois papéis sem qualquer explicação aparente. REGISTROS https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=4646&PageNo=1 (UM SERIADO INFANTIL E UMA NOVELA DAS SETE, 08/05/2019) AUDIÊNCIA ELETRÔNICO FLAGRANTE
  24. Não tem nem o que dizer dessa novela, nem nos relatórios do Ibope consegui localizar a data exata, apenas sabe-se que foi cancelada com 4 dias de exibição e foi um dramalhão latino de praxe. Título: Abigail De: Abigail (1988) Horário: 19h Emissora: Band Data: 1992 Duração: 4 capítulos (cancelada) Outras Versões: não houveram Reprises: não houveram Audiência: ND SINOPSE Conta a história da Abigail (Catherine Fulop), única filha de um rico empresário, ela se apaixona pelo professor Carlos Alfredo (Fernando Carrillo), que ensina literatura no Colégio San Lazaro. Abigail conseguiu conquistar o professor Carlos Alfredo de quem depois tem um filho, que ela dá a um piloto desconhecido em um momento de loucura mentais. Abigail lutou por muitos anos para ter seu filho de volta e para reconquistar o amor de Carlos Alfredo, que culpa a perda de seu filho. Seu filho, Cheito, reaparece anos mais tarde, um dia, quando, por necessidade, vem para roubar a mansão de Abigail. Abigail também tem que lidar com as irmãs gêmeas, Maria Clara e Maria Begoña, tentando roubar-lhe o seu amor. A história é uma odisséia de amor que um casamento vai sortear errado, uma crise de loucura, um filho, um pai fora para a união feliz de Abigail e Carlos Alfredo. ELENCO 1- Catherine Fulop como Abigaíl Guzmán 2- Fernando Carrillo como Carlos Alfredo Ruiz Aponte 3- Hilda Abrahamz como María Clara (Gemela Buena) / Maria Begoña Martínez (Gemela Villana) 4- Romelia Agüero como Blanca 5- Marisela Buitriago como Viviana 6- Dante Carle como Agustín 7- Dalila Colombo como Rosalba 8- Ignacio Navarro como Gaitán 9- Roberto Lamarca como Ismael 10- Virginia Urdaneta como Carlota 11- Alejandro Delgado como Freddy Avellaneda 12- Rosita Vasquez como Berta Aponte 13- Roberto Moll como Álvaro 14- Hylene Rodríguez como Mariana 15- Manuel Carrillo como Cheíto 16- Guillermo Ferran como Guillermo Guzmán 17- Laura Brey como La Malvaloca 18- Ricardo García como El Látigo 19- Marcial Coronado como Joao (El portugués). 20- America Barrios como Madre Teresa 21- Adolfo Cubas como Leonel 22- Gledys Ibarra como Pastora 23- Astrid Carolina Herrera como Amanda 24- Ines María Calero como Bárbara 25- Antonio "negro" Machuca como René Goduon 26- Crisol Carabal como Sharito 27- Karl Hoffman CURIOSIDADES Apresentada pela Band, cancelada ainda na primeira semana REGISTROS AUDIÊNCIA Não disponível.
  25. Audiências de Domingo (10/05/1998) Domingo Legal amarga baixa audiência. E FAUSTÃO Atinge a liderança absoluta. Média-Dia (07h-00h) 21, 4 9, 2  Média-Manhã (07h-12h)  9, 0 4, 3 Média Tarde (12h-18h)  23, 8 5, 4  Média-Noite (18h-00h) 29, 3 17, 2 06h56 Globo Comunidade 2, 0 07h24 Pequenas Empresas, Grandes Negócios 3, 5 07h59 Globo Rural 8, 2 09h00 GP - Fórmula 1 11, 8 10h49 Esporte Espetacular 10, 6 11h55 Planeta Xuxa 13, 6 13h55 Domingão do Faustão 18, 0 (SBT 5, 4) 15h47 Futebol: "São Paulo X Corinthians" 37, 4 18h10 Domingão do Faustão - Continuação 24, 6 (SBT 17, 9) 20h08 Fantástico 35, 3 22h18 Sai de Baixo: "O Casamento do meu Melhor Marido" 31, 6 23h25 Domingo Maior "Ninja III - A Dominação" 12, 4 07h18 Pesca e Cia 1, 7 08h26 Siga Bem Caminhoneiro 2, 5 08h59 Domingo em Ação 6, 1 10h49 Sérgio Reis do Tamanho do Brasil 6, 2 11h50 Silvio Santos 5, 0 12h04 Sorteio Telesena 5, 0 12h07 Tentação 5, 0 12h50 GP - Fórmula INDY 4, 4 15h04 Domingo Legal 10, 2 (Globo 29, 5) 19h37 Em Nome do Amor 16, 6 21h17 Sorteio Gol Show 18, 6 22h06 Sorteio Telesena 19, 0 22h23 Topa Tudo Por Dinheiro 16, 1 23h56 De Frente com Gabi 9, 0


×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.

×