Jump to content


Marquinhos C.

Membro
  • Content Count

    78,729
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    5
  • Pontos

    56,792 [ Donate ]

Marquinhos C. last won the day on October 15 2018

Marquinhos C. had the most liked content!

Community Reputation

10,732 Incrível

About Marquinhos C.

  • Rank
    Veterano
  • Birthday 11/21/1981

Recent Profile Visitors

20,362 profile views
  1. Na média geral BBB massacrava essa bosta, isso que importa. Não sou de contestar, querido, porque posto fatos com fontes sempre.... e na média geral, que é o que importa, BBB2 massacrava, inclusive aos domingos, se vc vive de picos de domingo em 4 minutos apenas, e ainda deturpa o título da matéria, faça bom proveito.
  2. Globo usa piscina de onda e efeito especial para criar furacão em novela DECEMBER Deborah Secco interpreta Alexia na novela Salve-se Quem Puder Imagem: Divulgação/TV Globo Com investimento pesado em computação gráfica e efeitos visuais, a Globo criou um furacão que promete causar grandes mudanças na vida das protagonistas da próxima novela das sete, Salve-se Quem Puder, com estreia programada para 27 de janeiro. A trama conta a história de três mulheres —Alexia (Deborah Secco), Kyra (Vitória Strada) e Luna (Juliana Paiva)— que se encontram em Cancún por um acaso do destino, testemunham um crime e precisam enfrentar a passagem do tal furacão, que deixa destruição por onde passa. "Gravamos as cenas numa piscina de ondas cercada por chroma-key [fundo normalmente verde ou azul, que permite a adição de cenas por meio de efeitos visuais]. Estou muito feliz com o resultado", comemora o diretor artístico da trama, Fred Mayrink. "Tivemos uma pré-produção bem robusta", completa ele. O trabalho reuniu cerca de 60 profissionais, e a gravação da passagem do furacão foi realizada durante cinco dias, em uma área de 450 metros quadrados, no Rio, com piscina de ondas artificiais. "Fizemos inclusive cenas noturnas dentro da água", revela Mayrink. Kyra (Vitória Strada, à esq.), Alexia (Deborah Secco) e Luna (Juliana Paiva, sentada) são as protagonistas da novela - Divulgação/TV Globo Além disso, a equipe de efeitos especiais escaneou uma área de 154 hectares em Cancún e registrou 10 mil imagens para a reprodução da cidade em 3D nos estúdios da Globo. A equipe também usou efeitos conhecidos como "físicos", para criar sequências com ventania, chuva e explosão, além da inundação da cidade. Deborah Secco brincou: "Eu me senti em Hollywood". Vitória Strada comentou: "Nunca imaginei que seria tão grande, tão profissional". As três atrizes contam que se aproximaram muito durante as gravações da novela. "Passamos 17 dias molhadas. Isso gera muita empatia", diverte-se Deborah.Juliana Paiva afirma que o furacão também pode ser visto, em Salve-se Quem Puder, como uma metáfora. "Ele faz uma situação extrema acontecer, e a vida das três é virada do avesso. A partir de então, elas vão se descobrindo e precisam se adaptar a uma nova realidade." Programa de proteção à testemunha Ailton Graça interpreta um juiz que é assassinado na próxima trama das sete - Divulgação/TV Globo A "nova realidade" citada por Juliana chega de supetão na vida das três protagonistas justamente no momento em que estão prestes a realizar seus maiores sonhos. "Alexia é atriz de musical, e seu desejo sempre foi fazer novela. Kyra é uma menina rica que sonhava em se casar e ter filhos. E Luna está prestes a conquistar o tão sonhado diploma, além de ter sido promovida no hotel em que trabalha. Todas estão em Cancún quando chega o furacão", conto o autor Daniel Ortiz. O que une as três é o fato de testemunharem o assassinato de um juiz (Ailton Graça), que luta contra a corrupção. "Elas fogem dos bandidos, mas passam a ser perseguidas por essa quadrilha internacional. Fica decidido, então, que elas entrarão no programa de proteção à testemunha, serão dadas como mortas e ganharão novas identidades", conta Ortiz. A partir daí, Alexia vira Josimara, Luna passa a se chamar Fiona, e Kyra é Cleyde. As três precisam cortar laços com todo o mundo, mudam de visual e são enviadas para a fictícia Judas do Norte, cidade do interior de São Paulo. "Elas vão viver com uma família bem caipira, vão ter que trabalhar na roça e cuidar das galinhas. Acabam ficando lá apenas uma semana e decidem fugir para São Paulo. A partir daí, uma vai se infiltrar na vida da outra", revela Ortiz. https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2019/12/15/globo-usa-piscina-de-onda-e-efeito-especial-para-criar-furacao-em-novela.htm
  3. Pois é, Feltrin criticando o que ele mesmo faz.kkkkk
  4. Demissão na Band inicia guerra de fofoqueiros por vaga DECEMBER Aaron Tura, fofoqueiro demitido pela Band após publicar mentiras sobre a família de Gugu Liberato Imagem: Divulgação/ Band A demissão de Aaron Tura no programa de "Melhor da Tarde", pela Band, na semana passada, causou dois sentimentos distintos. Por um lado foi comemorada de forma quase absoluta nas redes sociais: famosos, advogados, assessores, jornalistas e internautas felicitaram a decisão da Band. Aaron é um caso raro de unanimidade. Quase ninguém o suporta no mundo da cobertura de famosos. Muito menos os famosos. Ele há anos comanda um site sensacionalista e mentiroso que altera informações publicadas por outros jornalistas (este que vos escreve inclusive). Aaron e sua equipe também mentem, desvirtuam fatos, alteram situações e, mais que tudo, sensacionalizam praticamente todos os títulos das "matérias" (sic). O objetivo é obter cliques. Custe o que custar. Mas, o pior ainda não é isso: depois de distorcer e mentir em informações alheias, o site (cavala decadente) dá o crédito pelas mentiras que acaba de publicar ao seu autor original. Advogados ouvidos pela coluna afirmam que só isso já configura calúnia, difamação e violação de direitos autorais. Cabem ações de danos morais e materiais, já que ele está jogando o nome de profissionais terceiros na lama. Na semana passada Aaron e sua equipe inventaram mais uma mentira a respeito da família de Gugu (morto no final do mês passado), dizendo que ela "teria" se desentendido com o jornalista Roberto Cabrini. Um dia antes apelaram para uma imagem de Ísis Valverde amamentando seu bebê e criaram uma chamada absolutamente desclassificada e indecorosa. Quando o caso viralizou, correu tirar o texto do ar. É essa sua praxis. Sobre Gugu era mentira também, claro. A eterna escudeira e assessora de Gugu, Esther Rocha, gravou uma série de áudios enviados para a redação do cavala decadente. Os áudios viralizaram nas redes. Emocionada, ainda muito afetada com a morte do amigo e sócio com quem conviveu 30 anos. Esther desmoralizou e colocou Aaron, o cavala decadente e sua equipe no devido lugar. E pelo tom não é um lugar agradável. Os áudios chegaram à cúpula da Band, aos ouvidos de Cátia Fonseca e ele foi demitido anteontem. No entanto, Aaron continuará aparecendo como uma espécie de alma penada no "Melhor da Tarde" até o fim deste mês. Os programas de fim de ano já estavam gravados. Quem sabe o que nos aguarda ainda? Fase 2 Mal a cadeira de Aaron Tura esfriou na sede do Morumbi e começou uma guerra encarniçada nos bastidores da Band e fora dela entre interessados em substituir o colunista abatido. O primeiro a se oferecer, ainda na quinta, foi um repórter da própria Band, que gostaria de mudar de horário de trabalho e se acha pronto e com boas fontes para agregar. Outro que corre atrás da vaga é o repórter de um site de fofocas e notas de novelas. Ele já tentou falar até com o diretor do programa e marido de Cátia, Rodrigo Riccó, pedindo reunião. Por fim o terceiro nome correndo por fora é o de Erlan Bastos, hoje colunista de fofocas e celebridades (locais e nacionais) da TV Meio Norte, sediada no Piauí. Ele vem chamando a atenção pois entrou no programa, "Vida de Artista", quando a atração dava 1,3 ponto. Hoje dá 13,5 pontos. O Piauí não é mensurado no PNT (Painel Nacional de Televisão), mas a estimativa é que cada ponto na Grande Teresina valha por cerca de 5.000 domicílios. Erlan ficou conhecido do público porque durante alguns meses, numa fase de pobreza, morou nas ruas de São Paulo, próximo ao terminal Tietê. Revirou lixo para comer e chegou a ser agredido por guardas-civis. metropolitanos Voltou para sua terra e conseguiu se tornar YouTuber. Após várias boas entrevistas, chamou a atenção da direção da TV Meio Norte. https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/ooops/2019/12/15/demissao-na-band-inicia-guerra-de-fofoqueiros-por-vaga.htm P.S: Feltrin não pode falar muito de sensacionalismo e caça cliques, né? Kkkkkkkkkk
  5. Por audiência, novo romance de Lola será antecipado em Éramos Seis DECEMBER 14, 2019 Tristeza de Lola não tem agradados os telespectadores, segundo pesquisa (Foto: Globo/Reprodução) Em nome da audiência, a autora Angela Chaves terá que antecipar uma das reviravoltas em Éramos Seis, atual novela das 18h, na Globo. O romance entre Lola (Glória Pires) e Afonso (Cássio Gabus Mendes) sempre esteve previsto na sinopse, mas só ocorreria após a metade da trama. Segundo informações do site da jornalista Patricia Kogut, um grupo de discussão realizado no início de dezembro indicou os caminhos que a autora deverá seguir. O encontro reuniu espectadores da novela, que opinaram sobre a produção. O levantamento apontou uma ansiedade do público para que Lola seja feliz após a morte de Júlio (Antonio Calloni). Esse anseio, contudo, contraria o argumento da história, baseada no romance homônimo de Maria José Dupré, transformado em novela por Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho na década de 1970. Éramos Seis trata da relação submissa de uma mulher com o marido e os filhos. Quem leu o livro e assistiu às outras versões da história sabe que a trama termina de forma melancólica. O resultado da pesquisa mostra um certo nível de descontentamento do público com essa proposta. Apesar de ter conquistado boa parte da crítica e mesmo longe de ser um fracasso, a novela tem audiência fraca. Havia uma expectativa de que o folhetim, capitaneado pelo talento de Glória Pires, alcançasse altos índices às seis da tarde. De acordo com dados do Kantar Ibope, Éramos Seis acumula uma média de 20,6 pontos na Grande São Paulo. É menos que a antecessora, Órfãos da Terra, que fechou sua exibição com 22 pontos (mas registrava números parecidos até sua metade), e mais do que a que veio antes dessa, Espelho da Vida, que anotou 18 pontos de média geral. https://m.natelinha.uol.com.br/novelas/2019/12/14/por-audiencia-novo-romance-de-lola-sera-antecipado-em-eramos-seis-138187.php
  6. Novela para quem não vê novela, Amor de Mãe precisa mudar... e logo! CLAUDINO MAYER DECEMBER 15, 2019 Amor de Mãe mal completou três semanas no ar e já tem chamado a atenção. Mas, infelizmente, pelos motivos errados. Se continuar como está, tem tudo para sofrer ajustes ou mudanças drásticas, como a saída do diretor José Luiz Villamarim ou uma intervenção mais direta do supervisor Ricardo Linhares, salvador oficial de novelas da Globo. Tanto Villamarim quanto Manuela Dias, estreante como autora titular, estão fazendo uma novela para espectadores que não são de telenovelas. A estética é pensada para quem vê minisséries, gênero no qual a escritora tem mais experiência. A dupla acha que está fazendo cinema na TV e parece desprezar os padrões de linguagem da novela brasileira. O formato exige um modelo de narrativa que não pode simplesmente ser desprezado. Até dá para experimentar algo diferente do que o público está acostumado a ver, mas isso deve ser feito em doses homeopáticas. Amor de Mãe tem utilizado a linguagem da sétima arte, e isso pode fazer com que o telespectador mude de canal, porque não há nada ali que prenda sua atenção. Os atores, que deveriam aproximar o público da narrativa, não demonstram sequer expressões faciais adequadas para que a emoção seja compreendida. A câmera subjetiva, da maneira como é utilizada, distancia quem assiste daquilo que é assistido. Em cenas intensas, nas quais os atores deveriam estampar todos os seus sentimentos nos rostos, seus personagens são mostrados de costas. A emoção por meio do close, um enquadramento básico na linguagem da telenovela, está sendo ignorada em sequências densas. A realidade colocada nas histórias das três protagonistas também não é benéfica. Telenovela precisa entreter o público. As pessoas não gostam de ver o feio, as mazelas periféricas. É tanto drama que o tom da obra beira o fúnebre. As novelas não podem lembrar uma reportagem de telejornal. Autora e diretor parecem trazer questionamentos e inquietações sob seus pontos de vista. E isso é válido. Mas eles querem experimentar em um horário no qual já existe uma padronização. Estão a ignorar os gostos e desejos do público. Amor de Mãe recebeu elogios de críticos e das redes sociais por apresentar uma trama bem elaborada. Narrativa, trilha sonora e as ações que interligam os personagens de maneira espontânea também foram bem avaliadas. Manuela Dias chegou a ser apontada como a única esperança para "salvar" o gênero telenovela. Mas críticos e internautas não formam a grande fatia de quem acompanha as novelas. O público de verdade é aquele que deixa até de fazer outros afazeres para assistir a uma hora de um folhetim diariamente. E esses espectadores fiéis esperam um certo padrão nas histórias que veem. Se Manuela e Villamarim não fizerem ajustes em sua novela, e logo, a Globo terá de agir para consertar o curso de um navio aparentemente sem rumo. E Lícia Manzo, a autora da próxima novela das nove, terá a difícil missão de recuperar a boa audiência conquistada por A Dona do Pedaço. https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/novelas/novela-para-quem-nao-ve-novela-amor-de-mae-precisa-mudar-e-logo-31728
  7. Amor de Mãe: Desesperada, Vitória tem atitude impensável com Sandro REDAÇÃO DECEMBER 15, 2019 Vitória (Taís Araujo) terá momentos de total desespero em Amor de Mãe ao desconfiar de que Sandro (Humberto Carrão) pode ser o filho que ela deu ainda bebê para Kátia (Vera Holtz) vender no exterior. Capaz de qualquer coisa para descobrir a verdade, ela invadirá o quarto do rapaz e roubará fios de cabelo do pente dele para mandar fazer um exame de DNA. A advogada contratará o bandido para ser seu motorista. Ao descobrir que ele foi criado por Kátia (Vera Holtz), ela decidirá investigar o caso. Irá atrás da traficante de bebês e chegará até Daisy (Aldene Felipe). A comparsa da malvada, então, revelará que Kátia mentiu para Lurdes(Regina Casé) antes de morrer, e que Sandro não é Domênico, mas sim o filho perdido de Vitória, fruto de um rápido relacionamento que ela teve com Raul (Murilo Benício). A defensora de Álvaro (Irandhir Santos) ficará em choque, mas resolverá fazer um teste de DNA para não ser enganada pela vilã também. Voltará para casa, irá até a área de serviço, abrirá o armário do personagem de Humberto Carrão e pegará o pente do rapaz, roubando fios de cabelo para fazer o teste. Ela levará os cabelos para o escritório em um saco plástivo e o entregará para Lucas (Nando Brandão). "Eu preciso que você leve esse material para um exame de DNA", exigirá a advogada. "De qual processo se trata?", questionará o funcionário, confuso. "Ninguém pode saber desse exame. Entendeu, Lucas?", responderá a personagem de Taís Araujo, desconversando sobre o caso. "Minha vida toda pode mudar com esse exame", falará Vitória. O teste dará positivo e a personagem, que começou a novela fazendo qualquer coisa para ser mãe, subitamente terá três filhos diferentes em menos de um mês. https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/novelas/amor-de-mae-desesperada-vitoria-tem-atitude-impensavel-com-sandro-31788
  8. Desculpe, mas continua sendo coadjuvante e foi escada pro galã principal. E dizer que um dos focos não é com quem Paloma ficará, ou vc não vê a novela, ou está tentando mascarar o óbvio.


×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.