Jump to content


Carlos Eduardo

Membro
  • Content Count

    14,565
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1
  • Pontos

    8,077 [ Donate ]

Carlos Eduardo last won the day on June 1 2019

Carlos Eduardo had the most liked content!

Community Reputation

4,775 Ótimo

About Carlos Eduardo

Contact Methods

  • Twitter
    carloscds1231
  • Instagram
    cecds123
  • Last.fm
    Miudovskys

Profile Information

  • Localização
    Maceió

Recent Profile Visitors

5,567 profile views
  1. Novo Mundo flopando e o Nojeira Jr. bombando Esse não é o meu mundo
  2. Os profissionais de saúde estão na linha de frente para combater o novo coronavírus (Covid-19), ajudando no tratamento e cura dos pacientes infectados. O ambiente hospitalar e a correria para atender tantas pessoas pode ser bastante estressante e exaustivo. Pensando nisso, uma médica em Denver (EUA) decidiu levar um pouco de conforto para dentro de um hospital. Susan Ryan levou seu cão terapeuta, Wynn, para o Rose Medical Center, onde ele passou a fazer parte da equipe médica do setor de emergência, lugar em que a carga emocional dos profissionais costuma ser mais pesada. O cachorro de um ano da raça labrador trouxe um pouco de amor, conforto e ânimo para os profissionais de saúde. Ele já estava sendo treinado para a ‘profissão’ por sua dona, que achou que este seria o momento ideal para integrá-lo ao hospital. Quando a pandemia passar, a ideia é que Wynn possa dar assistência para adultos, crianças e pessoas com deficiência. Ao término do primeiro dia do cão no hospital, Susan escreveu em uma rede social: “[Ele] Foi a parte mais brilhante do nosso dia.” Nas próximas semanas, o labrador vai ficar na sala dos assistentes sociais, pronto para dar um pouco de carinho para médicos e enfermeiros que precisam aliviar a ansiedade e o estresse. Nesta sala, as luzes ficam apagadas e há música de meditação. FONTE
  3. Fechado para o público devido ao coronavírus, o Aquário da Georgia (EUA) virou palco para dois cãezinhos demonstrarem toda a sua fofura em um vídeo viral que circula nas redes sociais. Carmel e Odie são irmãos sem raça definida que foram resgatados pela ONG Atlanta Humane Society. Um vídeo publicado no Twitter que mostra a duplinha se divertindo no aquário já acumula mais de 2,5 milhões de visualizações. “Eles tiveram a chance de explorar o @GeorgiaAquarium enquanto ele está fechado para o público. Eles fizeram todo tipo de descobertas excitantes e diversos novos amigos”, diz a postagem. Os pequenos têm pouco mais de 2 meses de vida e estão vivendo em um lar temporário. De acordo com a Atlanta Humane Society, “eles devem ser disponibilizados para adoção quando a situação de quarentena devido ao coronavírus estiver mais normalizada – assim como dezenas de outros pets resgatados pela instituição”. FONTE
  4. Um idosa de 90 anos com grave crise respiratória decorrente do Covid-19 morreu após recusar um ventilador e dizer aos médicos para guardá-lo para pacientes mais jovens. Suzanne Hoylaerts vivia em Binkom, na Bélgica, sexto país mais atingido na Europa pelo novo coronavírus, com 15 mil casos confirmados até esta quinta (2). Ela foi hospitalizada no dia 20 de março quando seu quadro clínico se deteriorou. Pouco depois veio o diagnóstico do vírus. A idosa foi encaminhada para uma sala isolada, onde apenas a equipe médica podia entrar – seus familiares só podiam observá-la do lado de fora. Num dado momento, Suzanne teria dito aos médicos do hospital: “Eu não quero usar a respiração artificial. Guarde para os pacientes mais jovens. Eu já tive uma vida boa“. Ela faleceu dois dias depois de ser hospitalizada, em 22 de março. A família da idosa não sabe como ela contraiu o vírus, pois Suzanne evitava sair de casa e seguia as medidas de quarentena recomendadas pelo governo. Uma das filhas de Suzanne, Judith, disse a um jornal que “deseja agora apenas dar um adeus digno à mãe, em um funeral à altura do que ela foi em vida”. Os respiradores (ou ventiladores mecânicos) são essenciais para a recuperação de pacientes que desenvolveram sintomas mais graves do novo coronavírus, como a síndrome respiratória aguda grave (SARS), que dificulta a respiração e pode ocasionar a morte. FONTE
  5. Um homem aposentado plantou incríveis 152 milhões de árvores em um intervalo de 10 anos às margens do rio Casamansa, no Senegal. Plantando sem parar desde 2009, os esforços de Haïdar el Ali, 67 anos, garantiram um dos maiores legados da história do reflorestamento moderno em larga escala. Sozinho, ele restaurou todo um manguezal do país africano. Em um vídeo compartilhado pela BBC, Haidar, que já foi Ministro da Ecologia e da Pesca de Senegal, mostra como faz o plantio em massa. “Você pega uma planta, coloca a alguns palmos embaixo da lama, dá dois passos para a frente e coloca mais uma”, explica o idoso, sempre com um sorriso no rosto. Os manguezais são um tipo de ecossistema costeiro de transição entre os biomas terrestre e marinho. Eles são fundamentais para o equilíbrio ambiental e para a manutenção da vida marinha, pois abriga uma grande biodiversidade e serve como ‘berçário natural’ para várias espécies marinhas, onde peixes, moluscos e crustáceos se reproduzem e se alimentam. Em entrevista à BBC, Haïdar conta que a floresta de mangue original no sul do Senegal foi destruída nas décadas de 80 e 90, quando o país começou a construir estradas que desviavam ou mesmo cobriam diversos fluxos de rios. “Na época, não havia estudos de impacto ambiental, é claro”, relata. “Depois vieram os madeireiros, que cortaram os manguezais costeiros”, conta. Sem a camada de proteção verde, o sal da água do mar entrou no delta do rio, envenenando os campos de arroz próximos que muitas famílias cultivavam para subsistir. Vinte anos depois, Haïdar, então um político do Partido Verde, decidiu concentrar seus esforços no reflorestamento e recuperação da área abandonada. Hoje, já aposentado, ele transformou a atividade num hobbie. No auge dos seus 67 anos, ele nada de braçada pela floresta aquática, apontando onde vivem os animais e citando os benefícios para a economia local. De manhã até à noite planta incontáveis mudas, que crescerão vagarosamente com o passar dos próximos anos. “Sinto muita satisfação com isso. Estou pronto para fazer isso todos os dias, a noite toda, toda a minha vida“, afirmou. FONTE
  6. As Aventuras de Polichuca perdendo público a cada dia que passa E isso com todo mundo em casa
  7. Ai, nostálgico demais O Brasil parado em plena madrugada pra assistir
  8. Quem liga pra enquete do UOL? Felizmente focado em votar onde realmente importava
  9. Podemos ser sinceros? Flopou Injustiça


×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.