Jump to content
×
×
  • Create New...


Rated R

Membro
  • Content Count

    289
  • Joined

  • Last visited

  • Pontos

    74 [ Donate ]

Community Reputation

111 Iniciante

About Rated R

  • Rank
    Calouro
  • Birthday 06/30/1988

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Melhor papel dela é, disparado, a Maria de Fátima. Ela era repleta de nuances, e para uma atriz com 25 anos na época, ter dado conta de um papel tão difícil, só mostra o quão pra frente é o talento de Glória. Ruth e Raquel são dois grandes papéis, mas são maniqueístas demais. Não coloco isso como um defeito mas, guardadas as proporções das diferentes fases das gêmeas, a Maria de Fátima é o personagem mais difícil e complexo. Se Glória não tivesse sido a Fátima, dificilmente ela teria bagagem para vivenciar as irmãs de Mulheres de Areia. Não à toa, Ivani conseguiu adiar a novela qua
  2. O Manoel Carlos escreveu a Helena de "Baila Comigo" para a própria Fernanda, mas a direção da trama preferiu que Lilian Lemmertz fizesse a protagonista. Foi por conta disso que ele criou outro papel para Fernanda na trama, e inclusive já deu declarações dizendo que a personagem não estava à altura do talento dela.
  3. Tinha um mix de exigência do público, mais uma orientação da Globo, de só oferecer a ela personagens cândidas e virginais, tanto que ela mesma diz ter se cansado disso. Mas, excetuando a Nina da novela homônima, ela foi convidada para fazer, antes de Malu Mulher, a Dona Flor no cinema, que apagaria de vez a imagem virginal. Não topou, por conta das cenas de nudez. Por isso que, em novelas, ela só foi dar a volta por cima quando aceitou fazer a Porcina, que calhou bem com o estilo exagerado dela de atuação.
  4. Betty Faria deu uma declaração bem interessante sobre o que pode ter acontecido com a Regina nos últimos anos. https://f5.folha.uol.com.br/celebridades/2020/06/betty-faria-diz-que-regina-duarte-aceitou-cargo-de-bolsonaro-por-ter-ego-mal-resolvido.shtml#:~:text=Em uma live com Maria,aceitou entrar para a política.
  5. Regina era nome certo nas premiações, sempre indicada como melhor atriz, o que reforçava a questão de que o público, até esse período, a adorava. Depois de Selva de Pedra, realmente ela não pegou personagens muito marcantes na televisão, sem contar o período que ficou afastada para se dedicar ao teatro. A partir de Malu Mulher, ela praticamente se tornou a Atriz número 1 da Globo, período esse que perdurou até Chiquinha Gonzaga. Mas a trinca que você citou foi, realmente, o grande período de popularidade dela.
  6. Não sei se foi uma orientação da produção da época, ou uma escolha pessoal dela, mas lembro de uma revista Contigo da época de História de Amor, em que ela falava sobre o uso do ponto eletrônico, e dizia que era para "otimizar as gravações, por conta do alto volume de cenas que tinha para gravar".
  7. Regina era queridinha da Globo desde a época de Véu de Noiva. Os três papéis que você citou realmente a deixaram em um patamar privilegiadíssimo na emissora, mas antes de Roque, ela já era considerada a "cara da Globo".
  8. Até o final dos anos 90, Regina Duarte era a atriz principal do casting da Globo. Pra emissora, era a aposta certeira pra conquistar o público e a audiência. Depois da virada do milênio (e da saída do Boni) ela foi perdendo espaço. E o episódio de 2002, no qual ela fez campanha para o José Serra (Eu tenho medo), deixou ela, de certo modo "queimada" com boa parte da classe artística. Se ela não tivesse dado uma de fresca, quando do convite do Wolf e do Aguinaldo Silva para Senhora do Destino, talvez (eu disse talvez) ela teria conseguido manter ainda a imagem de boa atriz. Mas todas
  9. Regina aceitou, meses depois, o convite do Silvio de Abreu para viver a Ana em A Próxima Vítima. Muito provavelmente, eles já estavam conversando sobre isso antes dela ser convidada para A Viagem. Mas mesmo assim, ela também recusou a própria Ana, só retornando às novelas com a Helena de História de Amor, mais de um ano depois. Essa recusa dela para ambos os papéis me leva a crer de que ela esperava que o seriado Retrato de Mulher (que estreou em 1993) tivesse uma segunda temporada, o que não aconteceu. E ela deu o "baile" no Wolf Maya por dois anos consecutivos, pois r
  10. A lista dos finalistas do prêmio da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes) de melhores do ano na televisão foi divulgada nesta segunda-feira (21). Entre as categorias, que contém cinco finalistas em cada uma, estão os prêmios de melhor atriz, melhor ator, melhor dramaturgia, melhor programa, melhor humor e destaque do ano. A indicação aos prêmios da APCA, que abrangem diversas áreas artísticas, como teatro, dança e cinema, é divulgada individualmente e, por isso, ainda não há informações sobre os finalistas dos outros setores. Os vencedores serão eleitos em jan
  11. O primeiro capítulo da novela é pavoroso, um dos piores da história da teledramaturgia. Desinteressante, literalmente um capítulo para "encher linguiça", mas indo do nada para coisa alguma. O que salvou Meu Bem, Meu Mal de um desastre maior foi o talento do Cassiano Gabus Mendes em amarrar bem as tramas que surgiram, assim como os ganchos que já foram citados acima. E o texto dele, com colaboração da Maria Adelaide Amaral era bom, de certa forma segurava a trama (ou a falta dela). Apesar dos inúmeros defeitos, essa novela apresentou alguns bons personagens (sendo a Isad
  12. Uma coisa que poucos sabem: Cassiano Gabus Mendes escreveu a Isadora Venturini para a Christiane Torloni, mas a escalação dela para a novela Araponga atrapalhou os planos dele. Como não havia, na época, nenhuma atriz disponível que "casasse" com o perfil de Isadora (no sentido de ser esguia e elegante), a solução foi encontrar uma cara nova, fato que levou Silvia Pfeifer a estrear em novelas já em grande estilo.
  13. Regina foi convidada para a Vivi/Fernanda mesmo. Sobre História de Amor, o que eu li é que ela entraria como substituta de Tropicaliente, mas foi adiada para a Globo produzir o remake de Irmãos Coragem, em homenagem aos 30 anos da emissora. Em declarações do Maneco em entrevista, ele citou que, ao voltar para a Globo, a emissora queria produzir a sinopse de Por Amor às 18 horas. O Maneco alegou que a novela era ideal para o horário das 8, e criou as sinopses de Felicidade e História de Amor para as 18 horas, até a Globo decidir pela produção da trama de Helena e Eduarda.
  14. Regina Duarte estava reservada pelo Silvio de Abreu para viver a Ana em A Próxima Vítima. Foi, inclusive, capa de Contigo com chamada para essa escalação, como está no link a seguir: http://revistaamiga-novelas.blogspot.com/2015/04/contigo-n-979-210694.html. Depois, por motivos que não foram divulgados, Susana Vieira assumiu a personagem na novela de Silvio, e Regina foi direto para a minissérie Incidente em Antares. Regina, até onde consta, estava sendo disputada, já em 1995, por Manoel Carlos e Antonio Calmon, que a desejavam para protagonizar suas novelas. Maneco levou a melhor
  15. Regina Duarte estava reservada pelo Silvio de Abreu para viver a Ana em A Próxima Vítima. Foi, inclusive, capa de Contigo com chamada para essa escalação, como está no link a seguir: http://revistaamiga-novelas.blogspot.com/2015/04/contigo-n-979-210694.html. Depois, por motivos que não foram divulgados, Susana Vieira assumiu a personagem na novela de Silvio, e Regina foi direto para a minissérie Incidente em Antares. Regina, até onde consta, estava sendo disputada, já em 1995, por Manoel Carlos e Antonio Calmon, que a desejavam para protagonizar suas novelas. Maneco levou a melhor

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.