Jump to content


HenriqueKe

Membro
  • Content Count

    104
  • Joined

  • Last visited

  • Pontos

    35 [ Donate ]

Community Reputation

89 Ok

About HenriqueKe

  • Rank
    Calouro

Profile Information

  • Sexo
    Prefiro não revelar

Recent Profile Visitors

360 profile views
  1. Pra fazer TV de modo decente e atrativo, 100 milhões de reais é NADA. Veja q a Cultura mal consegue produzir atrações própria mais. Imagina se o orçamento da BBC fosse os 20 milhões de libras equivalentes. Ninguém jamais ouviria falar da BBC. É absurdo que alguém que participa de um fórum de TV não tenha noção de que, como diria o Boni, “isso é um brinquedo muito caro”.
  2. Você está enganado. Na prática, todo mundo que tem um aparelho de TV em casa paga. A burocracia pra demonstrar que você não usa seu aparelho pra ver TV aberta é tão bizarra que ninguém perde tempo com isso. Apenas 2% das casas britânicas com aparelho de televisão não pagam a TV licence. (http://researchbriefings.files.parliament.uk/documents/CBP-8101/CBP-8101.pdf) A BBC, em outras épocas, chegou até a ter uma van que circulava nas ruas com um equipamento para detectar se casas que não pagavam a TV licence tinham um aparelho de televisão, o que presumia que assistiam TV aberta. Ela tinha um "detector óptico" que indicava a presença de uma televisão em casa. Basicamente toda a população paga, exceto os maiores de 75 anos. As pessoas com problemas de visão pagam meia. E é assim em praticamente toda a Europa. Quanto ao custo, se dividir o preço anual em 12 vezes (o que não é permitido, aliás, o máximo é 6 vezes e a burocracia pra isso tb é bizarra), no final, por exemplo, daria 3 libras por mês mais caro do que o plano Premium da Netflix. Pode não ser muito caro, mas é óbvio que é um item que toda família coloca no orçamento. E o bolo final para o serviço público de TV é considerável. O orçamento da BBC não deve nada ao de outros conglomerados privados de mídia do país. É muito maior do que o troco com que as TVs públicas tem que se virar no Brasil. E é por isso que a BBC e as TVs públicas européias são competitivas e geralmente os canais principais delas são líderes de audiência durante boa parte da programação.
  3. As pessoas pagam a BBC porque SÃO OBRIGADAS e não porque “o conteúdo é relevante”. Não pagar a taxa de tv na maioria dos países europeus é sonegação fiscal e pode dar cadeia. E a taxa é relativamente alta, o que faz com que o orçamento da BBC seja imenso e não deva nada as emissoras privadas. Não é como aqui que a TV pública tem que se virar com uma merreca anual. Aqui se tentou fazer uma taxa de tv pra TV Cultura nos anos 90, cobrada na conta de luz. As TVs privadas surtaram e fizeram uma gigantesca campanha contra.
  4. Eu acho que alguém realmente deveria lançar um debate sério sobre quem escreve mais absurdos sobre o mercado de tv: o Feltrin ou o Ricco. A briga vai ser feia.
  5. Os filmes são full e não tem publicidade nem nos interprogramas. Só chamadas e institucionais. Os HBO são formatados como canais premium de verdade, ao contrário de outros por aí que tem intervalo, publicidade, aceleração de créditos etc.
  6. O arte 1 não paga pra ter audiência medida. Não da pra saber. Por isso a lista não é verdadeira. Alguém acha que o HBO Plus, por exemplo, tem mais audiência que o HBO principal? Ah, Feltrin...
  7. HBO não tem publicidade. Apenas no Cinemax que é o canal básico, o Megapix deles.
  8. Essa lista nem de longe é dos canais menos vistos. Ela omite que existem canais q nem pontuaram e omite os canais que não pagam para ser medidos pelo Ibope (sim, tem que pagar). Feltrin como sempre desinformando. Alguém pare esse sujeito, por favor!
  9. Tinham contrato pra fazer a corrida em São Paulo, cancelaram antes do fim. Pra tentar não pagar multa, arranjaram uma corrida em Brasília, que foi cancelada 2 meses antes da data. A Band pagou uma multa de dezenas de milhões de dólares mas a confiança acabou.
  10. Sim. E eles já estão transmitindo no site beta. O contrato com a Band acaba no fim desse ano e a Band não tem muita moral pra nada com a Indycar, muito menos exigir que ela não venda os direitos de streaming pra outros. A Indycar vai ficar muito feliz em se livrar da emissora que prometeu muito mas só deu dor de cabeça pra categoria.
  11. O maior custo da Globo hj é esporte. Disparado. O futebol está caríssimo e a partir desse ano de 2019 a Globo tem q abrir o bolso ainda mais para os clubes, resultado da concorrência por diversos direitos que ela praticamente não tinha. Mas pelo menos os 2 maiores planos publicitários anuais da Globo também são do esporte: Futebol e F1. Tem algumas coisas q a Globo inevitavelmente vai ter q cortar. O É de Casa, por exemplo, dá lucro? Duvido. Com aquele monte de apresentador e em um horário morto para a publicidade. Era mais racional deixar enlatados no lugar (não necessariamente os desenhos de antes), voltar a transmitir na íntegra os treinos da F1 que já estão (bem) pagos, colocar algo de acervo etc. Uma hora vai acontecer, é inevitável.
  12. Vocês estão viajando. A Claro comprou a NET em 2004, no auge dos problemas financeiros da Globo, no meio do processo de recuperação judicial que tinha sido decretado em uma corte em Nova York. Compraram barato. Tinha uma parcela da dívida que os Marinho não tinham como pagar numa segunda-feira e na sexta eles ofereceram a empresa pro Slim se ele pagasse a parcela. A Globo ainda manteve participação acionária e influência em decisões de programação até a lei em 2011. E quem mais influenciou a tramitação da lei foi a Globo. Quem acompanhou sabe. É dela a idéia de impedir as teles de produzir e progaramar e, principalmente, adquirir direitos esportivos. Sob a desculpa de proteger as empresas nacionais como ela. Isso adiou a chegada de concorrentes fortes nesses campos por alguns anos até a Globo ser atropelada pela internet. Agora, nem os direitos esportivos eles conseguem segurar mais. Já foi noticiado o incorformismo dentro da Globo, por exemplo, com o fato do Facebook ter os jogos exclusivos da Libertadores nas quintas-feiras e ela não poder mais mexer seus pauzinhos como antigamente. Além disso, a lei foi uma construção de todas as tendências no Congresso. Todo mundo abaixou a cabeça para o lobby da Globo. Não é a toa q a Globo entrou como interessada no processo da AT&T pra reforçar que a lei seja cumprida na íntegra, forçando eles a acabar com os canais ou vender a Sky. A lei foi aprovada por unanimidade na câmara e no senado.
  13. É isso. Todos os canais iguais, todos seguindo o mesmo conceito. Podem trocar o visual de um por outro todo dia e qse ninguém vai notar.
  14. Muito inferior ao anterior. Mais um canal com on-air genérico.
  15. Pois é, e a Conmebol nao tem que se adaptar porque a Globo tem a prática de comercialização X ou Y. Se a Globo quer comprar a Libertadores, ela tem que se adaptar e resolver com seus patrocinadores.


×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.

×