Não bastasse o rastro de centenas de mortos e milhares de feridos, a explosão do porto em Beirute, no Líbano, provocou a superlotação dos hospitais, que já sofrem com a falta de materiais por causa do avanço da pandemia da Covid-19.

— Alvaro Dias (@alvarodias_) August 5, 2020