Jump to content


Search the Community

Showing results for tags 'televisão'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Entertainment
    • TV News
    • International TV & Streaming
    • On Air
  • Geral
    • General Area
    • Music
    • Movies
    • Politics
  • Feedback
    • Compra de pontos
    • Site Questions
    • Announcements and Updates
    • Archive

Blogs

There are no results to display.

There are no results to display.


Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Website URL


Twitter


Instagram


Spotify


Snapchat


Last.fm


TVShow Time


Banco de Séries


Filmow


Skype


Localização


Interesses

Found 19 results

  1. until
    Vamos descobrir quem foram os piores membros do ano de 2018 no Eplay!
  2. Segunda no dia 29, teremos nova teaser minha websérie, por causa vão estreia em março 2018. :) Combinado, quando outra minha conta @Equipe Globo l Comunidade vai apostar o video no fórum aqui. Em breve!
  3. Ao total foram apenas 6 filmes inéditos no SBT em 2017 : -Cine espetacular 18/04 : Carrossel 2 o sumiço de Maria Joaquina = 7,4 -Cine espetacular 25/04 : Robocop (2014) = 7,8 -Cine espetacular 04/07 : Carrie a estranha (2013) = 6,1 -Cine espetacular 12/09 : Hércules (2014) = 9,1 -Tela de sucessos 06/10 : Barbie e os golfinhos mágicos = 8,5 -Cine espetacular 26/12 : Não aceitamos devoluções = 9,9
  4. Após alguns dias da estreia da novela das 7 da Pega Pega, a Rede Globo teve que fazer alterações para que dois atores de renomes não ficasse escondidos durante a os créditos que passam na abertura cantada pelo banda mineira Skank com uma regravação dos Beatles "A Hard Day's Night". No caso os atores Reginaldo Faria e Ângela Viera eram só o 9° e 10° respectivamente nos créditos da abertura. Más para quem tem o histórico como eles tem em novela, é estranho eles ficarem tão atrás na abertura, mesmo que o personagens deles não seja centrais, já que a eles só contracenam com a filha deles que é a vilã da novela, vivida por Mariana Santos e com Pedrinho Guimarães, que é vivido por Marcos Caruso, que é o co-protagonista da novela das 7. Para resolver essa situação, eles tiveram que colocar os dois em atores convidados, que é uma área nobre da abertura aonde só aparece os atores renomados ou medalhões que fazem parte da novela mais nem são protagonistas e nem antagonistas da trama. Esse erro tem acontecido muito ultimamente como na novela das 9 A Força do Querer em que a atriz Zezé Polessa era a 11° na abertura e agora aparece na parte de como, que é uma área muito nobre nos créditos de abertura de uma novela, chegando a se equiparar em nível de exposição a os primeiros nomes que aparece na abertura como os de Lília Cabral e Maria Fernanda Cândido.
  5. Eu pensei assim para ficar a grade do SBT para ganhar da RecordTV: 17:00 No Limite da Paixão 18:00 O Que a Vida me Roubou 19:00 Roda a Roda Jequiti 19:30 Local 20:00 SBT Brasil 20:30 Carinha de Anjo 21:30 Chiquititas 22:30 Programa do Ratinho 00:00 The Noite com Danilo Gentilli 1:00 SBT Notícias *OBS: Todos os programas do horário nobre iria para o fim de semana, assim preencheria o sábado e o domingo do canal
  6. "Eu não estou aqui desabafando com vocês. Isso não é uma “briguinha de casal” ou um assunto privado... Essa é uma denúncia de abuso. É um assunto público. E aí eu pergunto: Qual é o sentido de falar coisas lindas no palco e, nos bastidores, não se importar de bater palma, dar visibilidade e cachê pra um homem que abusa de mulheres?" O MACHISMO NO MEIO ARTÍSTICO A classe artística de uma maneira geral considera-se muito progressista e desconstruída. Há artistas que, de fato, o são. Mas há aqueles que se utilizam de um discurso libertário para seguirem oprimindo. A impunidade dos homens que abusam é algo sistêmico. As vítimas de abuso (tanto físico quanto psicológico) quase sempre ficam em silêncio pois sabem que serão culpabilizadas e deslegitimadas. E os abusadores contam com o silêncio de suas vítimas para abusarem impunemente durante anos. Quero fazer um apelo para que as mulheres comecem a conversar entre si. Para que exponham seus abusadores. Para que formem uma rede de apoio e de resistência. Quero também fazer um apelo para aqueles que ficam calados diante de uma denúncia. Ficar em silêncio em uma situação dessas é proteger o lado mais forte - ou seja, o lado do abusador. Esse silêncio geralmente parte da desconfiança de que a mulher esteja exagerando, ou até mesmo alucinando. A sociedade inteira é educada pra acreditar mais nos homens abusadores do que nas mulheres vítimas de abuso, e sempre acabam considerando a mulher uma louca. Quando as pessoas tiram a credibilidade da denúncia de uma vítima desse jeito, elas estão corroborando com o abuso, criando um segundo ciclo de violência. Algumas pessoas tentam manter uma postura isenta e silenciosa por terem vínculo profissional com esses abusadores. E pra essas pessoas eu pergunto: Pra quê fazer arte? Qual é o sentido de criar coisas lindas, e nos bastidores não se importar de dar visibilidade e cachê para homens que abusam de mulheres? Além disso, arte é construção de imaginário, narrativa, discurso. Não somos pessoas diferentes quando criamos e quando vivemos cotidianamente. Logo, que interesse vocês têm na narrativa de um homem que abusa de mulheres? Estranhamente as pessoas fazem essa separação com os homens ("É preciso saber separar o profissional do pessoal..." "Ele pode até ser um homem horrível, mas é um artista muito talentoso..."). As pessoas perdoam homens criminosos com uma facilidade incrível. Enquanto que, com as mulheres, essa separação entre profissional e pessoal nunca existiu. Quantas mulheres já não tiveram suas carreiras arruinadas por terem a intimidade exposta? Existe um moralismo gigantesco em relação a qualquer pequena atitude de mulheres, acompanhado sempre de punição. Enquanto que os homens saem impunes mesmo quando cometem atitudes monstruosas. Silenciar diante de uma denúncia de abuso significa proteger os abusadores. Proteger os abusadores significa dar mais poder a eles. Dar mais poder a eles significa desproteger as vítimas. Muitas vezes as vítimas se afastam de suas carreiras por se sentirem desconfortáveis e acuadas dentro do próprio meio. E não vale considerar abuso só quando a mulher é espancada. É preciso compreender que violência psicológica também é abuso. É preciso escutar as mulheres que fazem as denúncias. É preciso tomar posições que sejam coerentes com os nossos discursos. Mulheres artistas: Nós aprendemos a engolir os abusos que acontecem conosco, a manter nossas histórias entre quatro paredes. Está na hora de entender que esses relatos de violência não devem se restringir ao âmbito privado. Esse é um problema social que precisa ser escancarado e discutido. Expor é doloroso, mas, acreditem, engolir em silêncio as violências que cometem contra nós é mais doloroso ainda. Está na hora de expormos nossas histórias com a certeza de que teremos uma rede de apoio. Sejamos essa rede! Sejamos fortes! Sejamos corajosas! Sejamos radicais nos boicotes, na empatia e nas resistências. Que nossas histórias saiam do campo do boato e caminhem para o lugar onde elas deveriam estar: da revelação, da transparência e da denúncia. #machismonasartes
  7. Café com jornal garante altos picos no ibope nesta sexta feira 17/03 O programa recebeu as 7h29 com.... 5.6 2.5 (marcão do povo) 1.2 ( jornal da band news ) 0.4 Quando o programa as 7h30/7h31 começou teve um pequena queda da entrega 1.0 0.4 Por volta das 7h36 até 7h49 durante o comentário do âncora do jornal da band o programa manteve bem 1.3 0.5 Já por volta das 7h52 o programa voltou a cair 1.0 0.4 Mas foi depois das 8h15 que o programa empolgou 1.3 0.6 8h20 1.4 0.6 8h25 6.1 2.6 1.8 0.8 8h29 1.9 0.9 8h35 5.7 2.8 2.3 1.4 8h40 1.7 (break) 1.3 8h53 2.0 1.4 Fonte : Rodrigo Mariz (editor chefe da band)
  8. O ano é 1970, tempos de repressão e que o lugar da mulher na família e na sociedade começava a ser questionado. Neste contexto, a supersérie Os Dias Eram Assim trará Natália do Vale de volta à dramaturgia como Kiki. Na confortável cobertura de Ipanema da família Sampaio Pereira, a personagem socialite incopora o perfil da matriarca que se submete à pressão do marido, em prol do amor pela família. Por esse motivo, ela travará muitas discussões com a filha mais velha, Alice (Sophie Charlotte). A estudante de Letras questiona a educação que recebeu da família e, definitivamente, não concorda com a postura da mãe e, muito menos, com o futuro que os pais planejam para ela: ser uma boa esposa para Vitor (Daniel de Oliveira). O jovem advogado é seu namorado há anos e braço-direito de seu pai na construtora Amianto. Alice quer viver algo diferente. Alice quer, de fato, viver. Enquanto isso, a caçula Nanda (Letícia Braga/Julia Dalavia) prefere não contrariar os pais e, sem perceber, acaba se colocando ao lado deles nas discussões familiares. Arnaldo é autoritário e acha que é com pulso firme que se mantém uma família unida. Nesse campo minado familiar, Kiki prefere se entupir de calmantes a encarar de frente os conflitos da casa. De volta à telinha Natália do Vale estava longe das câmeras desde 2015, quando fez uma participação em Êta Mundo Bom!. No entanto, seu último grande personagem foi a Chica, na novela das 9 Em Família (2014). Agora, em Os Dias Eram Assim, a atriz também reencontrará em cena uma colega de anos: Susana Vieira, que viverá Cora. Fonte: Gshow
  9. A novela "Liberdade, Liberdade", de Mário Teixeira, está cada vez mais apimentada. Um dos pontos que tem chamado a atenção do público é a história entre André (Caio Blat) e Tolentino (Ricardo Pereira). Ousado, Vinícius Coimbra, o diretor da novela, quer mais destaque para o casal. Ele defende que eles ultrapassem o romântico e "ressalte o carnal". Em entrevista ao jornal Extra, Coimbra ressalta que o público tem torcido por André e Tolentino. "Na cena em que ele tirou o lençol do peito do André e demonstrou seu desejo, eu quis que fosse o mais lento possível, para que as pessoas pudessem curtir ao máximo. Ricardo estava muito ansioso, dei um freio nele, aquela angústia do personagem tinha que ser mais sentida". Por isso, Vinícius não vê a hora de colocar seu plano em prática: uma transa dos dois. "Vou esperar o que o autor vai escrever e se houver chance, vai rolar, sim. Vou conversar com a direção, mas tenho essa liberdade. A questão da rejeição em 'Babilônia' foi porque o beijo foi logo no primeiro capítulo, o público ainda não conhecia aquele casal. Agora o telespectador já está curtindo andré e Tolentino, já há uma expectativa", diz o diretor. Fonte: http://natelinha.uol.com.br/novelas/2016/06/01/diretor-de-liberdade-liberdade-quer-primeira-cena-de-sexo-gay-na-tv-99452.php
  10. O programa "Melhor pra Você", daRedeTV!, completou um ano ar nesta quarta-feira (25). A atração comandada por Celso Zucatelli, Edu Guedes e Mariana Leão teve a presença de Otávio Mesquita, que assumiu o comando da atração. O apresentador do SBT saiu de dentro de uma caixa de presente que estava no palco. "O programa de hoje não é de vocês. Podem sentar, porque hoje eu vou contar ao telespectador que esse trio que eu conheço há muito tempo é fantástico”, disse Otávio. Imitando Silvio Santos, o humorista Oscar Pardini, do grupo Café com Bobagem, também esteve à frente da comemoração. Além de relembrar os momentos mais emocionantes e divertidos deste primeiro ano, a edição de aniversário contou com participações especiais que animaram a festa ao vivo. Rádio Táxi, Exaltasamba, Negritude Jr., Eduardo Araújo e Frank Aguiar marcaram presença e fizeram com que os apresentadores mostrassem todo o seu gingado no palco ao som de grandes sucessos. A homenagem ao trio também contou com depoimentos de artistas que já passaram pelo programa, da equipe e de colegas e diretores da emissora, arrancando risadas e comovendo os apresentadores. “A gente passou um ano espetacular, com muitas alegrias, muitas realizações. Estamos muito felizes e aproveitamos para agradecer os telespectadores, nosso time e a RedeTV!, por ter acreditado na gente”, ponderou Zuca. “Um ano de programa e a gente sempre busca fazer da melhor forma possível, pensando nas pessoas que estão em casa”, acrescentou Edu. Ao final do programa toda a equipe entrou no palco para cantar parabéns e cortar o bolo de aniversário. A apresentadora Mariana Leão aproveitou o momento para revelar seu desejo especial: “O pedido que faço sempre é que a gente acrescente algo na vida dos telespectadores, levando informação, entretenimento, cultura e a culinária do Edu, que é a melhor do Brasil. Temos muito o que comemorar nesta data, mas, acima de tudo, agradecer”. "Melhor pra Você" vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 9h30, na RedeTV!. Fonte: http://natelinha.uol.com.br/noticias/2016/05/25/melhor-pra-voce-completa-1-ano-na-redetv-com-surpresa-ao-vivo-99332.php
  11. O “Roda Viva” de hoje (23/5) coloca no centro do debate os desafios do governo Michel Temer (PMDB). Ao vivo, o programa conta com cinco convidados, que irão discutir temas relevantes para o momento atual do País. A atração da TV Cultura vai ao ar às 22h, com apresentação de Augusto Nunes. Estão na pauta desta edição as medidas anunciadas pela nova equipe econômica, as mudanças na configuração do ministério, a proposta de política externa, a articulação com o Congresso e as perspectivas das pastas de educação e saúde e também para as ações sociais. Entre os participantes da bancada estão Gaudêncio Torquato, consultor político e professor de Comunicação Política da Universidade de São Paulo (USP); Paulo Frateschi, professor de ciências sociais e fundador do PT; Alexandre Schwartsman, economista e ex-diretor da área internacional do Banco Central; e Flávio Galvão, ator. O cartunista Paulo Caruso também integra a bancada como colaborador fixo da atração. (Da redação). Fonte: http://www.comerciodojahu.com.br/noticia/1347929/roda-viva-discute-os-desafios-do-governo-temer
  12. A minissérie JK, exibida pela TV Globo, aumentou sua audiência no segundo capítulo desta quarta-feira. O programa marcou 41 pontos de média no Ibope, com 60% dos televisores ligados no momento do programa, segundo informações da assessoria de imprensa da Globo. JK estreou com 39 pontos nesta terça-feira. Escrita por Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira, a minissérie mostrou no segundo capítulo como foi o primeiro amor de Juscelino (Wagner Moura) e sua partida para Belo Horizonte. A trama retrata em 47 capítulos os 74 anos da vida de Juscelino, interpretado na juventude por Wagner Moura e depois por José Wilker. Cada ponto de audiência medida pelo Ibope equivale a 49,5 mil domicílios na Grande São Paulo. http://diversao.terra.com.br/gente/noticias/0,,OI3544444-EI13419,00-Minisserie+JK+aumenta+audiencia+no+segundo+dia.html
  13. As chamadas da novela estão muito boas, será possível que a novela marque 30 pontos ou até mais que Velho Chico?
  14. As duas primeiras temporadas foram ótimas, eram até boas de acompanhar, a terceira começou a ficar ruim, mas a 4° e 5° temporada foram horrendas, a serie ta com um ar de suspense/Drama ta muito estanho, espero que ''Brasil a Bordo'' não se perca assim
  15. Tem algumas que são ótimas e vale a pena assistir, o ruim é que várias pessoas teriam problemas para entender o português deles
  16. Na minha opinião é do SBT, os estúdios são horríveis, sem contar a péssima qualidade, é uma vergonha a 3° maior emissora do país ter jornalismo SD em pleno 2016
  17. O Formato lembra um pouco uma mistura de ''Today'' e ''Good Morning America''. Uma pena não ter muita visibilidade e mal passa de 1 ponto de audiência


×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.