Jump to content


Search the Community

Showing results for tags 'game'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Entertainment
    • TV News
    • International TV
    • Series
    • On Air
  • Geral
    • General Area
    • Music
    • Movies
    • Geek
    • Politics
  • Feedback
    • Compra de pontos
    • Site Questions
    • Announcements and Updates
    • Archive

Blogs

There are no results to display.

There are no results to display.


Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Localização


Interesses


Twitter


Last.fm


Spotify


Snapchat


Filmow


Banco de Séries


TVShow Time


Instagram

Found 47 results

  1. Lançado em abril do ano passado, God of War ultrapassou oficialmente a marca das 10 milhões de unidades vendidas, anunciou a Sony Interactive Entertainment (SIE). A informação foi apresentada por Jim Ryan, presidente e CEO da SIE, durante uma apresentação para investidores no Sony IR Day 2019 (via Kotaku). O resultado significa que o título da Sony Santa Monica teve um total de cinco milhões de unidades vendidas desde maio do ano passado, quando as primeira cinco milhões de unidades foram atingidas. Apesar do número impressionante de vendas, God of War ainda permanece atrás dos títulos The Last of Us Remastered e Uncharted 4: A Thief’s End no PlayStation 4. https://www.theenemy.com.br/playstation/god-of-war-ultrapassa-10-milhoes-de-unidades-vendidas
  2. Lançado há pouco mais de 2 anos, em março de 2017, o Nintendo Switch tem se mostrado uma plataforma bastante forte e deixou há tempos o "fantasma do Wii U" para trás. Segundo a mais recente edição da revista Weekly Famitsu, a plataforma está indo tão bem que conseguiu superar as vendas totais do PlayStation 4 no Japão, mesmo ele tendo quase 4 anos de "vantagem". A publicação afirma que o Nintendo Switch já vendeu 8.125.637 de unidades no país, enquanto o console da Sony vendeu 8.077.756. Os números mostram não somente a força da Nintendo mas também provam que a portabilidade continua sendo um fator decisivo para o público local, que deu grande apoio a sistemas como 3DS e PlayStation Vita. Desde que chegou às lojas, o Switch tem se mostrado um aparelho bem-sucedido, tendo mais unidades compradas por mês do que o PlayStation 4 e o Xbox One com tempos semelhantes nas lojas. Para 2019, analistas da Strategy Analytics preveem que o aparelho venderá 17,3 milhões de unidades, superando as plataformas rivais. https://www.voxel.com.br/noticias/nintendo-switch-supera-vendas-totais-playstation-4-japao_843498.htm
  3. Normalmente, um novo console é anunciado através de uma live, um teaser ou uma apresentação, como as que acontecem durante a Electronic Entertainment Expo (E3). Ao invés disso, a Sony tomou uma decisão bastante curiosa: revelar os primeiros detalhes do PlayStation 5 (ou qualquer que seja o nome do novo console) durante uma entrevista para o site Wired. A entrevista foi realizada com o principal responsável pela arquitetura do novo console, Mark Cerny. Cerny confirmou que o PS5 não será lançado em 2019 – alguns rumores apontam que seu lançamento será em 2020. Considerando o fato de que a Sony não participará E3 deste ano, a decisão não é uma total surpresa. Ele também revelou que os kits de desenvolvimento, normalmente enviados para os que os produtores de games possam trabalhar em novos jogos, já foram entregues. Em termos técnicos, foi revelado que o novo console terá um processador de oito núcleos, baseado na linha Ryzen da AMD. A GPU será uma versão customizada do Radeon Navi, também da AMD. Alguns benefícios deste upgrade estão no suporte ao Ray Tracing (algoritmo que permite mais realismo na forma como a luz incide sobre objetos tridimensionais), além de uma unidade de áudio 3D, que apresenta uma experiência de som aprimorado que, segundo Cerny, “vai mostrar a grande diferença que um grande aprimoramento de hardware pode fazer pelo som.” Menos tempo de carregamento de jogos Enquanto novos processadores e melhorias no hardware são inevitáveis, Cerny disse que a mudança mais significativa está no disco rígido do console. A Sony instalou uma unidade de memória tão potente, que sua velocidade de leitura de arquivos é bastante superior a qualquer SSD atual. Para demonstrar esse poder, Cerny colocou para rodar o jogo Marvel’s Spider-Man em um PS4 Pro (console mais poderoso da empresa atualmente), e em um desses kits de desenvolvedor para o PlayStation 5. Ele iniciou o recurso de viagem rápida do jogo, em que foi selecionado um ponto do mapa para que o Aranha fosse teletransportado, realizando o procedimento em ambos os sistemas. Levou 15 segundos para que o processo fosse realizado no PS4 Pro. Já no protótipo do PS5, foram necessário impressionantes 0.8 segundos . Esse teste mostra o quão poderoso o novo console pode ser em se tratando de renderização de cenários e mapas para jogos que, com certeza, vão exigir bastante do hardware. Compatibilidade com PS4, PS VR e mais Nenhum outro detalhe específico foi revelado. Porém, algumas outras informações puderam ser captadas durante a entrevista. Dentre elas está o fato de que o PS5 terá retrocompatibilidade com os jogos de PS4. Esse é um dos recursos mais pedidos pelos usuários e o que atual videogame da Sony não oferece me relação ao seu antecessor - alguns jogos de PS3 podem ser rodados apenas via streaming no serviço PlayStation Now. Ainda foi prometido que, mesmo com o lançamento do novo console, ambos os sistemas receberão jogos, assim como sempre acontece quando um novo console chega às lojas. O PlayStation 5 também terá suporte ao atual PlayStation VR, ainda que uma atualização para aprimorar o funcionamento talvez seja necessária. E o que parece preocupar muitos gamers com uma internet não tão boa, principalmente os brasileiros foi finalmente respondido: o PS5 não será um console apenas digital. Ele terá um leitor de discos e as mídias físicas dos jogos também serão lançadas. Durante a entrevista, nada foi falado sobre o design do console e nem sobre o controle que, segundo rumores, pode ganhar uma tela sensível ao toque. A Sony pode não participar da E3 em junho, mas já abriu precedentes para as diversas especulações sobre o novo console. E, claro, teremos diversas perguntas dos fãs sobre como o seu principal concorrente, a Microsoft, irá reagir quanto a essas informações divulgadas. Provavelmente, a criadora do Xbox só irá revelar seu novo console, o Scarlett, durante sua apresentação na E3 2019, que acontece entre os dias 11 e 13 de junho. https://olhardigital.com.br/games-e-consoles/noticia/as-primeiras-informacoes-oficiais-sobre-o-playstation-5-sao-reveladas-confira/84796
  4. O Google anunciou, nesta terça-feira (19), durante conferência na GDC 2019, sua prometida visão para os games: Stadia, plataforma de streaming de jogos que busca ser "acessível para todos". O sistema será lançado ainda este ano e, num primeiro momento, dará as caras apenas nos EUA, Canadá, Reino Unido e "alguns outros países" da Europa. Trata-se de um produto de "datacenter", e não um console, ressaltou o Google mais de uma vez na apresentação. A ideia é, basicamente, realizar streamings de jogos com qualidade máxima, começando em 1080p/60fps e podendo alcançar sonhados 4K e 120fps. Isso "a partir de agora", assegura a empresa. Para o futuro, o sistema já está preparado a atingir a resolução de 8K. "Temos datacenters espalhados pelo mundo e 2 bilhões de jogadores. Será a experiência mais conectada possível, tanto para a comunidade de jogadores quanto para desenvolvedores e criadores", ressaltou a gigante durante a ocasião, no que diz respeito à infraestrutura que a plataforma terá. Controle O Stadia terá um controle próprio com direito a botão Share e um comando chamado Google Assistant, por meio do qual o microfone pode ser acessado para funções de suporte junto aos desenvolvedores – é como se fosse uma central de dúvidas para o usuário, acessível por meio de um botão. Poder impressionante O Google promete que o poder vindo do datacenter do Stadia é equivalente a uma GPU de 10.7 teraflops, em contraste aos 6 teraflops do Xbox One X ou dos 4.2 teraflops do PS4 Pro. O Stadia tem "mais que o dobro" dos dois. Parcerias De início, o Stadia já tem bons parceiros, como Ubisoft e id Software. Assassin's Creed Odyssey e Doom Eternal apareceram na conferência – no caso de Doom, o desempenho terá a equação 4K + HDR + 60fps no sistema do Google. Inúmeros outros parceiros compõem a plataforma para diferentes finalidades: engine de jogo, motor de física, arquitetura etc. Nomes como Unreal Engine, Unity e Havok fazem parte da iniciativa. Jogos first-party Para fomentar a plataforma com games próprios, a Google fundou a divisão Stadia Games and Entertainment, responsável por criar jogos first-party com a assinatura Google. A iniciativa é liderada por Jade Raymond. Crowd Play O Stadia também terá Crowd Play, recurso usado em lives em que usuários se juntam à partida com o streamer. https://www.voxel.com.br/noticias/google-anuncia-stadia-ambiciosa-plataforma-jogos_842477.htm
  5. O jogo Anthem foi lançado no fim de fevereiro para PS4, Xbox One e PC. E, ao que parece, ele está dando problemas — segundo relatos, o jogo faz o console da Sony desligar como se tivesse sido tirado da tomada. Enquanto o reparo não vem, a Sony está oferecendo reembolso para quem comprou o jogo. De acordo com relatos postados no fórum oficial do jogo e no subreddit, a falha é bem comum. O console não pode ser ligado novamente pelo joystick quando isso acontece — é preciso ir até o console e apertar o botão de ligar. Nesse caso, o aparelho faz uma verificação por falhas no disco e adverte o usuário para não desligar dessa forma novamente — ele realmente acha que foi tirado da tomada. Um dos jogadores dizia até mesmo que seu PS4 “brickou”. Com o auxílio de outros usuários do Reddit, porém, ele conseguiu recuperar o console, ligando em modo de segurança e fazendo uma restauração completa do banco de dados. Segundo o Ars Technica, ainda não se sabe exatamente o que faz o jogo travar, mas uma forma de evitar, segundo alguns usuários, é sempre sair do jogo usando a opção “Fechar aplicativo”, sem deixar o PlayStation 4 entrar em modo de repouso. Publisher do game, a conta de suporte da Electronic Arts publicou um tuíte afirmando estar ciente do problema e pedindo para que usuários que tivessem problemas com Anthem comuniquem a falha: De acordo com a Variety, a Sony está reembolsando quem comprou o jogo. A reportagem do site diz que entrou em contato com o suporte da fabricante, o pedido foi posto em uma fila de solicitações, e nenhuma informação foi pedida além da verificação da conta. O problema com Anthem começou logo nas avaliações do jogo. Alguns reviews diziam que o trabalho do estúdio BioWare não havia sido concluído. Falhas como mandar jogadores de nível baixo para a missão final ou ganhar itens completamente inúteis e desconexos em algumas fases começaram a aparecer. Telas de carregamento duravam quase cinco minutos — em alguns casos, mais até que o tempo necessário para concluir a missão. Patches para corrigir essas falhas foram liberados, mas este problema mais recente apenas reforça a impressão de que era melhor ter segurado o lançamento do jogo mais um pouco. https://www.comboinfinito.com.br/principal/anthem-causa-falhas-graves-no-ps4-e-problema-comeca-a-afetar-tambem-o-pc/
  6. Nintendo anunciou que fará uma transmissão Pokémon Direct nesta quarta-feira (27), para revelar novidades sobre a franquia. O evento, que terá "sete minutos de novas informações", será realizada na data do 23º aniversário da série -- Pokémon Red & Green foram lançados originalmente em 27 de fevereiro de 1996, no Japão. Ainda não se sabe exatamente o que a Nintendo discutirá, mas espera-se que sejam novidades sobre os RPGs Pokémon aguardados para 2019 no Nintendo Switch. https://br.ign.com/m/nintendo/71163/news/nintendo-vai-anunciar-novidades-sobre-pokemon-nesta-quarta-2 Só vem Kingdom Red/Kingdom Green ou remakes de Diamond & Pearl.
  7. No último sábado (02), o artista de música eletrônica Marshmello realizou um show virtual em Fortnite. De acordo com dados da produtora Epic Games, cedidas ao jornalista e fundador da premiação The Game Awards, Geoff Keighley, mais de 10 milhões de jogadores simultâneos assistiram à apresentação. https://br.ign.com/fortnite/70552/news/fortnite-mais-de-10-milhoes-de-jogadores-assistiram-a-show-d https://www.forbes.com/sites/insertcoin/2019/02/03/fortnite-had-10-million-concurrent-players-in-the-marshmello-concert-event/ https://www.theguardian.com/games/2019/feb/03/marshmello-fortnite-in-game-concert-edm-producer Esse número considera apenas quem estava assistindo no jogo. O número dos que acompanharam ao vivo através de transmissões por streaming (principalmente YouTube, Twitch e Facebook) ainda é desconhecido. Também não foi considerada a repetição 12 horas depois para contemplar os asiáticos.
  8. Marvel's Spider-Man, game exclusivo de PlayStation 4, foi um enorme sucesso em 2018, superando God of War e tornando-se o título de PS4 a vender mais rápido na história. Não obstante, o amigão da vizinhança agora é detentor do título "jogo de super-herói" mais vendido dos últimos 15 anos. A informação foi divulgada por meio de relatório da NPD Group, empresa que acompanha as vendas de games nos Estados Unidos. No Twitter, Mat Piscatella, analista da NPD, comentou que "Marvel's Spider-Man terminou o ano como o jogo de super-herói mais vendido em quase 15 anos". Veja abaixo "O que a Insomniac e a Sony conseguiram com esse jogo é absolutamente incrível. Mais um título que superou as expectativas", concluiu. Vale lembrar que Batman: Arkham Asylum foi lançado em 2009 -- isto é, há dez anos. As continuações Batman: Arkham City (2011), Batman: Arkham Origins (2013) e Batman: Arkham Knight (2015) também foram jogos bem-recebidos pelos fãs e pela crítica, mas tudo indica que não chegaram ao patamar do último jogo do aracnídeo da Marvel. https://br.ign.com/m/spider-man-ps4-ps4/70264/news/spider-man-de-ps4-e-o-game-de-super-herois-mais-vendido-dos
  9. Second Dinner, novo estúdio de Ben Brode, garante financiamento de US$ 30 milhões Ben Brode, o ex-diretor de Hearthstone, fará um jogo da Marvel. O projeto, que ainda não tem nome nem mais detalhes confirmados, é o primeiro do Second Dinner, novo estúdio formado por Brode ao lado de outros desenvolvedores que também deixaram a Blizzard, como o produtor Hamilton Chu. Para produzir o game, a desenvolvedora conseguiu um financiamento de US$ 30 milhões (cerca de R$ 112 milhões) da companhia chinesa NetEase. Brode e Chu deixaram a Blizzard em abril de 2018. Ambos faziam parte do "Team 5", um grupo formado em 2008 para produzir um jogo de cartas no universo de Warcraft (que acabaria se tornando Hearthstone). As saídas ocorreram em um ano de transformações para a Blizzard, que tem sido pressionada pelo conglomerado a qual pertence, a Activision Blizzard, por mais produtividade e mais lançamentos de games. https://www.theenemy.com.br/mobile/ex-diretor-de-hearthstone-trabalha-em-jogo-da-marvel
  10. God of War foi o grande vencedor do The Game Awards. Apesar de ter empatado com o concorrente Red Dead Redemption 2 no número de troféus (três para cada), o exclusivo de PlayStation 4 levou o maior prêmio da noite, sendo eleito o jogo do ano, além de ter vencido também os prêmios para Melhor Direção e Melhor Jogo de Ação ou Aventura. O The Enemy fez parte do júri do The Game Awards pela segunda vez consecutiva e ajudou a escolher os melhores jogos do ano. Confira a lista de vencedores do The Game Awards: JOGO DO ANO Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec / Ubisoft) Celeste (Matt Makes Games) God of War (Sony Santa Monica / SIE) Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games / SIE) Monster Hunter: World (Capcom) Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games) MELHOR JOGO CONTÍNUO Destiny 2 (Bungie / Activision) Fortnite (Epic Games) No Man’s Sky (Hello Games) Overwatch (Blizzard) Tom Clancy’s Rainbow Six Siege (Ubisoft Montreal / Ubisoft) MELHOR DIREÇÃO A Way Out (Hazelight Studios / EA) Detroit: Become Human (Quantic Dream / SIE) God of War (Sony Santa Monica / SIE) Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games / SIE) Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games) MELHOR NARRATIVA Detroit: Become Human (Quantic Dream / SIE) God of War (Sony Santa Monica / SIE) Life is Strange 2: Episode 1 (Dontnod Entertainment / Square Enix) Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games / SIE) Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games) MELHOR DIREÇÃO DE ARTE Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec / Ubisoft) God of War (Sony Santa Monica / SIE) Octopath Traveler (Square Enix / Acquire / Nintendo) Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games) Return of Obra Din (3909 LLC) MELHOR TRILHA SONORA Celeste (Lena Raine) God of War (Bear McCreary) Marvel’s Spider-Man (John Paesano) Ni No Kuni II (Joe Hisaishi) Octopath Traveler (Yasunori Nishiki) Red Dead Redemption 2 (Woody Jackson) MELHOR DESIGN DE ÁUDIO Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch Studios / Activision) Forza Horizon 4 (Playground Games / Turn 10 Studios / Microsoft Studios) God of War (Sony Santa Monica / SIE) Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games / SIE) Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games) MELHOR ATUAÇÃO Bryan Dechart (Connor, Detroit: Become Human) Christopher Judge (Kratos, God of War) Melissanthi Mahut (Kassandra, Assassin’s Creed Odyssey) Roger Clark (Arthur Morgan, Red Dead Redemption 2) Yuri Lowenthal (Peter Parker, Marvel’s Spider-Man) GAMES FOR IMPACT 11-11 Memories Retold (Digixart / Aardman Animations / BANDAI NAMCO Entertainment) Celeste (Matt Makes Games) Florence (Mountains / Annapurna Interactive) Life is Strange 2: Episode 1 (Dontnod Entertainment / Square Enix) The Missing: JJ Macfield and the Island of Memories (White Owls / Arc System Works) MELHOR JOGO INDEPENDENTE Celeste (Matt Makes Games) Dead Cells (Motion Twin) Into the Breach (Subset Games) Return of the Obra Dinn (3909 LLC) The Messenger (Sabotage Studio) MELHOR JOGO PARA MOBILE Donut County (Ben Esposito / Annapurna Interactive) Florence (Mountains / Annapurna Interactive) Fortnite (Epic Games) PUBG MOBILE (Lightspeed & Quantum / Tencent Games) Reigns: Game of Thrones (Nerial / Developer Digital) MELHOR JOGO PARA REALIDADE VIRTUAL/AUMENTADA ASTRO BOT Rescue Mission (SIE Japan Studio / SIE) Beat Saber (Beat Games) Firewall Zero Hour (First Contact Entertainment / SIE) Moss (Polyarc Games) Tetris Effect (Resonair / Enhance, Inc) MELHOR JOGO DE AÇÃO Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch / Activision) Dead Cells (Motion Twin) Destiny 2: Forsaken (Bungie / Activision) Far Cry 5 (Ubisoft Montreal / Ubisoft) Mega Man 11 (Capcom) MELHOR JOGO DE AÇÃO/AVENTURA Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec / Ubisoft) God of War (Sony Santa Monica / SIE) Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games / SIE) Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games) Shadow of the Tomb Raider (Eidos Montreal / Crystal Dynamics / Square Enix) MELHOR JOGO DE RPG Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age (Square Enix / Square Enix) Monster Hunter: World (Capcom) Ni no Kuni II: Revenant Kingdom (Level 5 / BANDAI NAMCO Entertainment) Octopath Traveler (Square Enix / Acquire / Nintendo) Pillars of Eternity II: Deadfire (Obsidian Entertainment / Versus Evil) MELHOR JOGO DE LUTA BlazBlue: Cross Tag Battle (Arc System Works) Dragon Ball FighterZ (Arc System Works / BANDAI NAMCO Entertainment) Soul Calibur VI (Bandai Namco Studios / BANDAI NAMCO Entertainment) Street Fighter V Arcade (Dimps / Capcom) MELHOR JOGO PARA A FAMÍLIA Mario Tennis Aces (Camelot Software Planning / Nintendo) Nintendo Labo (Nintendo EPD / Nintendo) Overcooked 2 (Ghost Town Games / Team 17) Starlink: Battle for Atlas (Ubisoft Toronto / Ubisoft) Super Mario Party (NDCube / Nintendo) MELHOR JOGO DE ESTRATÉGIA BATTLETECH (Harebrained Schemes / Paradox Interactive) Frostpunk (11 bit studios) Into the Breach (Subset Games) The Banner Saga 3 (Stoic Studio / Versus Evil) Valkyria Chronicles 4 (Sega CS3 / Sega) MELHOR JOGO DE ESPORTE E CORRIDA FIFA 19 (EA Vancouver / EA Sports) Forza Horizon 4 (Playground Games / Turn 10 Studios / Microsoft Studios) Mario Tennis Aces (Camelot Software Planning / Nintendo) NBA 2K19 (Visual Concepts / 2K Sports) Pro Evolution Soccer 2019 (PES Productions / Konami) MELHOR JOGO MULTIPLAYER Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch / Activision) Destiny 2: Forsaken (Bungie / Activision) Fortnite (Epic Games) Monster Hunter: World (Capcom) Sea of Thieves (Rare / Microsoft Studios) MELHOR JOGO ESTUDANTIL Combat 2018 (Inland Norway University of Applied Sciences, Noruega) Dash Quasar (UC Santa Cruz, Estados Unidos) JERA (Digipen Bilbao, Espanha) LIFF (ISTART Digital, França) RE: Charge (MIT, Estados Unidos) MELHOR ESTREIA DE JOGO INDIE Donut County (Ben Esposito / Annapurna Interactive) Florence (Mountains / Annapurna Interactive) Moss (Polyarc Games) The Messenger (Sabotage Studio) Yoku’s Island Express (Villa Gorilla) Prêmios de eSports MELHOR JOGO DE ESPORT CS:GO DOTA2 Fortnite League of Legends Overwatch MELHOR JOGADOR Dominique "SonicFox" McLean (Echo Fox) Hajime "Tokido" Taniguchi Jian "Uzi" Zi-Hao (Royal Never Give Up) Oleksandr "s1mple" Kostyliev (Natus Vincere) Sung-hyeon "JJoNak" Bang (New York Excelsior) MELHOR TIME Astralis (CSGO) Cloud9 (LOL) Fnatic (LOL) London Spitfire (OWL) OG (DOTA2) MELHOR TREINADOR Bok "Reapered" Han-gyu (Cloud9) Cristian "ppasarel" Bănăseanu (OG) Danny "zonic" Sørensen (Astralis) Dylan Falco (Fnatic) Jakob "YamatoCannon" Mebdi (Team Vitality) Janko “YNk” Paunovic (MiBR) MELHOR EVENTO ELEAGUE Major: Boston 2018 EVO 2018 League of Legends World Championship Overwatch League Grand Finals The International 2018 MELHOR APRESENTADOR Alex "Goldenboy" Mendez Alex “Machine” Richardson AndersBlume Eefje “Sjokz” Depoortere Paul “RedEye” Chaloner MELHOR MOMENTO Virada da Cloud9 sobre a FaZe, em prorrogação tripla (Final do Boston Major, CS:GO) Corrida para as bases, KT Rolster vs Invictus Gaming (Quartas de final do Mundial de LoL) Vitória da G2 sobre a Royal Never Give Up (Quartas de final do Mundial de LoL) Vitória da OG sobre a LGD (Final do Mundial de DOTA 2) Troca de lados entre SonicFox e Go1 (Finais de Dragon Ball FighterZ, EVO) CRIADOR DE CONTEÚDO DO ANO Dr. Lupo Myth Ninja Pokimane Willyrex https://www.theenemy.com.br/playstation/confira-os-vencedores-do-the-game-awards-2018
  11. Resident Evil 2, o aguardado remake do clássico survival horror de 1998 com gráficos e mecânicas totalmente repaginados. Ao que tudo indica, porém, a publisher japonesa não deve parar por aí. De acordo com o moderador do fórum ResetEra Dusk Golem - conhecido por vazar informações confiáveis sobre novos projetos da série -, a Capcom já trabalha no remake deResident Evil 3: Nemesis. “Fontes, vou manter minha boca fechada sobre qualquer outra coisa então não perguntem, mas REmake 3 está em desenvolvimento total no momento”,escreveu. “Eu acho que depois disso eles vão esperar para ver como REmake 2 e REmake 3 vão se sair, mas REmake 2 vai ter uma boa performance [de mercado] quase que com certeza.” No passado, a Capcom já declarou que estaria aberta a fazer novos remakes de seus jogos clássicos e reviver franquias antigas. Lançado originalmente em 1999, Resident Evil 3: Nemesis mostra a jornada de Jill Valentine, heroína do game original, em busca de uma maneira de fugir de Raccoon City durante a invasão zumbi que tomou a cidade. Em seu caminho, Jill deve enfrentar Nemesis, uma criatura praticamente indestrutível criada pela Umbrella Corporation para eliminar todos os envolvidos com os eventos do primeiro game. A Capcom, por enquanto, não se pronunciou sobre um possível remake do jogo https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www.theenemy.com.br/amp/resident-evil/remake-de-resident-evil-3-esta-em-producao-indica-rumor&ved=2ahUKEwinzez3ko7fAhXBjJAKHVeACPMQyM8BMAB6BAgJEAQ&usg=AOvVaw0ldxpRY8B3p4RHNtPm013A&ampcf
  12. Apenas em cópias físicas TOP 10 (08/09/2018): http://www.vgchartz.com/weekly/43352/Global/ Maiores debuts de 2018: Monster Hunter: World (PS4/XOne) - 2,475,315 (PS4 - 2,188,755 | XOne - 286,560) Far Cry 5 (PS4/XOne/PC) - 2,465,970 (PS4 - 1,703,968 | XOne - 715,186 | PC - 46,816) Spider-Man (PS4) - 2,422,223 God of War (PS4) - 2,261,416
  13. O PlayStation 5 pode vir a ter um recurso que fãs dos jogos da Sony vêm pedindo desde pelo menos os últimos anos do PlayStation 3: de acordo com registro de patente feito pela empresa em 2016, a próxima geração de consoles da fabricante japonesa podem enfim apresentar algum grau de retrocompatibilidade. O documento de 14 páginas contém menções a um “sistema de remasterização por meio de emulação”. O documento pode ser visto na íntegra (em inglês) em sua página oficial junto ao Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos (US Post and Trademark Office, ou simplesmente “USPTO”). A patente, em detalhes, fala de um sistema que seja capaz de fazer o upscale de jogos antigos para resoluções maiores “em tempo real”, adaptando-os a displays mais modernos. Convertendo o assunto para o “tecniquês”: "Cada item (como texturas) chamados por um sistema legado (como um jogo computadorizado antigo) possui um identificador único associado a ele. Este identificador pode ser renderizado ao impormos um hash ao item, e armazenar este item junto de seu identificador em uma estrutura de dados. Um designer pode remasterizar a textura para exibição em um display de maior resolução do que previa o software original, rearmazenando-o dentro da mesma estrutura junto destes identificadores”. A descrição ainda segue: "O software original é, então, executado no display de maior resolução, com os chamados do item (como uma textura) sendo interceptados, identificados, entrando na estrutura de dados para buscar o remaster cujo identificador seja igual ao original. O item remasterizado é, finalmente, inserido em tempo real na apresentação do jogo”. No que tange ao áudio, um diagrama (ver imagens a final do texto) sugere que o mesmo processo seria executado para itens sonoros. Voltando ao discurso mais generalista, é importante ressaltar que a patente não é clara quanto a isso se tratar de uma reprodução nativa via hardware (como a Sony fazia no início da trajetória do PlayStation 3, onde os primeiros consoles da geração tinham componentes do PlayStation 2) ou se isso tudo se trata de uma emulação por software (tal qual o PlayStation 4 faz ao rodar jogos do PlayStation original e PlayStation 2). E eu tenho que pagar por isso? As informações e diagramas acima posicionam um questionamento interessante sobre o modelo de negócios da Sony para os games: se uma eventual retrocompatibilidade é feita via hardware, isso significa que o jogador poderá rodar títulos antigos diretamente da mídia física (ou seja, guarde seus blu-rays, caro gamer); agora, se o aspecto for emulativo, é bem provável que a Sony mantenha a disponibilidade de jogos por meio de distribuição digital (hoje, por exemplo, é assim, o que permite à Sony cobrar pelo download via PSN). Em outras palavras: você pode ter que recomprar jogos antigos para aproveitar a remasterização. Ou não. Dado o ano de submissão do pedido de patente junto ao Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos (US Post and Trademark Office, ou simplesmente “USPTO”), a ideia é debatida internamente nos escritórios da Sony há pelo menos dois anos. https://canaltech.com.br/consoles/sony-registra-patente-que-da-indicios-de-retrocompatibilidade-no-playstation-5-124310/
  14. Como já era esperado há algum tempo, a Sony confirmou que está trabalhando para lançar o sucessor do PlayStation 4. Segundo o CEO da empresa, Kenichiro Yoshida, “é necessário ter um hardware de nova geração”. O executivo deu a declaração ao Financial Times, mas não confirmou que o nome do próximo console realmente será PlayStation 5. O comentário de Yoshida leva em consideração um debate sobre como a empresa deve lidar com o crescimento do mercado de games para smartphones. Apesar disso, não há muitos sinais de que a Sony fará grandes mudanças no futuro console. Ainda de acordo com o FT, pessoas ligadas a produtoras de games dizem que o novo aparelho deverá contar com uma arquitetura bem parecida com a do atual. A decisão de mudar poucas coisas na próxima geração do console é justificada pelo sucesso que o PS4 teve desde seu lançamento. Apresentado em 2013, o aparelho vendeu mais de 80 milhões de unidades e se tornou o mais popular da Sony em um intervalo tão curto. Ao mesmo tempo, a Sony precisa lidar com os avanços divulgados pelos concorrentes. A Microsoft, por exemplo, apresentou nesta segunda-feira (8) o Project xCloud, um sistema de streaming de jogos que visa levar títulos do Xbox para PCs, smartphones e tablets. Batizado ou não de PlayStation 5, o sucessor do PlayStation 4 deve ser lançado somente em 2020. Até lá, a empresa aproveitará que o console está na “fase final de seu ciclo de vida” para apostar em serviços como PlayStation Network, PS Store e PlayStation Plus. https://tecnoblog.net/262990/sony-sucessor-playstation-4/
  15. Start-up desenvolve jogo onde 'Salnorabo' ganha pontos ao matar minorias Presidenciável é protagonista de game onde o objetivo é impedir uma 'ditadura ideológica' Em dias tensos, com uma eleição extremamente polarizada em andamento, uma desenvolvedora de jogos criou um game que promete polêmica. Na animação, o player se coloca na pele do candidato do PLS à Presidência da República, Cair Salnorabo, e ganha pontos ao matar militantes gays, feministas e integrantes de movimentos sem-terra. Entitulado 'Exame de fezes 2k18', o jogo descreve os alvos como "inimigos". "Esteja preparado para enfrentar os mais diferentes tipos de inimigos que pretendem instaurar uma ditadura ideológica criminosa no país", diz a descrição do jogo que está disponível na plataforma Steam. Com o objetivo final de derrotar "os males do comunismo", como os próprios desenvolvedores definem, os trailers mostram o personagem do candidato agredindo a socos seus rivais, que vão de petistas a políticos com viés de esquerda. Além de ganhar pontos, os alvos do "Exame de fezes", como é identificado o persongem do jogo, viram um emoji de fezes. "Seu objetivo principal é acabar com os líderes do temido exército vermelho, responsável por alienar e doutrinar grande parte da nação, para que defendam e lutem por suas causas terríveis", continua a descrição da produção brasileira. O jogo conta com 88% de avaliações positivas em seu perfil na Steam, com mensagens de apoio político ao candidato, e opiniões sobre o enredo e jogabilidade. O Correio entrou em contato com a B2 Studios, desenvolvedora responsável pela criação do jogo. A empresa, no entanto, disse que naõ se pronunciaria.
  16. Sucesso globalmente, o Switch vai ganhar uma nova versão no ano que vem. Ou ao menos é isso que garantiram fornecedores e outras fontes próximas ao assunto ouvidas pelo Wall Street Journal. De acordo com a reportagem, a ideia da Nintendo é lançar o modelo ainda no segundo semestre de 2019. As novas configurações não foram definidas e estão em discussão dentro da empresa, segundo as fontes. No entanto, é quase certo que a companhia vai investir em uma tela melhor para o aparelho – a versão atual usa um painel LCD bem simples, com quase nenhuma inovação adotada nos smartphones atuais. Mas não pense que a Nintendo vai partir para o OLED: a marca deve manter a tecnologia atual, mas implementando novos recursos para deixá-la mais brilhante e fazê-la consumir menos energia. Deverá ser, de certa forma, uma mudança mais cosmética, bem na linha do que a empresa fez algumas vezes com o 3DS. De março de 2017, quando foi lançado, até o meio deste ano, quase 20 milhões de unidades do Switch foram vendidas globalmente. O console deixou seu antecessor, o Wii U, para trás em questão de meses e atingiu um volume de vendas similar ao do PlayStation 4 da rival Sony. Em comparação com o último trimestre do ano passado, o ritmo diminuiu bastante no primeiro semestre de 2018. Ainda assim, a expectativa é de que as vendas voltem a subir novamente entre outubro e a virada deste ano, com o lançamento de Pokémon Let’s Go e de Super Smash Bros., programados para novembro e dezembro, respectivamente. https://olhardigital.com.br/games-e-consoles/noticia/nintendo-deve-lancar-nova-versao-do-switch-em-2019/78929
  17. Após muita discussão sobre o assunto, a Sony resolveu liberar crossplay do PS4 com outras plataformas: Xbox One, Nintendo Switch, PC, Mac, iOS, e Android. A empresa fez um anúncio por meio do PlayStation Blog, e revela que o período de testes beta começa nesta quarta-feira (26) com o popular game battle royale Fortnite. Leia a declaração completa da Sony abaixo: "Após um longo processo de avaliação interna, a SIE encontrou um caminho que permite oferecer suporte multiplataformas para jogos específicos de terceiros. Nós reconhecemos que os jogadores PS4 estão esperando ansiosamente uma atualização, e apreciamos a paciência contínua de nossa comunidade enquanto navegávamos essa questão até encontrar uma solução. O primeiro passo será um Open Beta que começa hoje para Fortnite, que permitirá o cross-play na íntegra, incluindo gameplay, progresso e comércio, através do PlayStation 4, Android, iOS, Nintendo Switch, Xbox One, Microsoft Windows e sistemas operacionais Mac. Nós vemos esse Beta como uma oportunidade de testar e garantir que o suporte multiplataformas está em seu melhor estado no PlayStation, levando sempre em conta a experiência de usuário no lado técnico e social. Por 24 anos, fizemos de tudo para entregar a melhor experiência de gaming para nossos fãs ao providenciar uma perspectiva única de PlayStation. Hoje, as comunidades ao redor dos jogos evoluíram ao ponto onde experiências multiplataformas têm significativo valor para jogadores. Reconhecendo isso, completamos uma análise completa das mecânicas de negócios necessárias para garantir que a experiência PlayStation para nossos usuários continue intacta hoje, e no futuro, conforme buscamos a abertura da plataforma. Isso representa uma mudança de política interna gigante para a SIE, e estamos agora no processo de planejar dar o suporte necessário para esta mudança em toda a organização. Atualizaremos a comunidade quando tivermos mais detalhes para compartilhar, incluindo a duração do beta, e o que isso significa para outros títulos daqui para frente." https://br.ign.com/fortnite/66759/news/ps4-recebe-crossplay-com-outras-plataformas
  18. Pergunta para fins de pesquisa
  19. Pensei em jogar o "Cities Skyline", mas é bom msm? Qual vcs jogam?


×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.

×