Jump to content


clovis

Membro
  • Content Count

    3,688
  • Joined

  • Last visited

  • Pontos

    434 [ Donate ]

Community Reputation

1,190 Muito Bom

5 Followers

About clovis

  • Rank
    Intermediário
  • Birthday 16-10-1991

Profile Information

  • Localização
    SC

Recent Profile Visitors

3,082 profile views
  1. Minha cidade apesar do comércio fechado e afins, o movimento nas ruas parece normal, de forma velada.
  2. Manteria a audiência da faixa sem maiores riscos, seria muito mais seguro.
  3. Por Amor 17,65 Avenida Brasil até ontem 17,68 (Aritmética 17,67) 17,74 só se for com números arredondados, não é correto fazer assim.
  4. Depende muito, se vier na segunda faixa, que nenhuma chegou nesses 5,8, não acho que passa mas se aproxima bastante. Na primeira faixa daria mais sim, agora a Record acordar é outra coisa. Vitória não merecia o fracasso, mas é resultado da falta de noção da emissora.
  5. Ainda não atualizei com o de hoje, mas estava na faixa de 17,7 ontem
  6. Vitória foi uma boa novela, com bom elenco, história, direção, imagens bonitas, foi bem executada. Seu enredo é bastante clássico, que beira o dramalhão mexicano em muitas vezes, o que não é um demérito, faz a engrenagem da novela andar, aliada a temas atuais e polêmicos, como o neonazismo e o Alzheimer, bons vilões e situações que fizeram a trama funcionar no seu desenrolar. O que não funcionou foi a empatia do público, haja vista o grande fracasso que teve de seu início até o seu final e a culpa foi do erro estratégico da emissora, que poderia muito bem ter exibido a novela mais cedo (20h30) ou mais tarde (22h30), mas teve a brilhante ideia de colocar contra a novela das 21 horas, que era mais inabalável na época, e ainda pegou Império engrenando e suas retas finais coincidiram, não teve muita possibilidade da novela deslanchar. Uma reprise funcionaria na segunda faixa, provavelmente beirando os índices originais. Vitória foi uma boa novela, injustiçada pelo público, mas por culpa de sua emissora. Título: Vitória Horário: 21h30 Emissora: Record Exibição: 02/06/2014 a 20/03/2015 Duração: 208 capítulos Reprises: não houveram Outras versões: não houveram De: Christianne Fridmann Direção: Edgard Miranda Audiência: 5,8 SINOPSE A trama segue três personagens centrais em busca de vingança. Artur (Bruno Ferrari) acredita que, na infância, foi rejeitado por ter ficado paraplégico pelo próprio pai, Gregório (Antônio Grassi), que foi embora e nunca mais manteve contato. Já adulto ele traça um plano para se vingar, mas a mãe, Clarice (Beth Goulart), tenta impedi-lo ao revelar que ele é fruto de uma traição com Bernardo (Paulo César Grande) e que foi este o motivo para o pai abandona-los, porém o rapaz se revolta ainda mais e interna a mãe em uma clínica clandestina sem acreditar na história, indo atrás do fruto de seu ódio. Sem que ninguém saiba a verdade, Artur seduz Diana (Thaís Melchior), e engravida, filha de Gregório, revelando para o empresário sua identidade, o que o faz ter um derrame, já que ele acredita que os dois são irmãos. O plano não sai do jeito que ele imaginava, uma vez que Artur se apaixona verdadeiramente por Diana, que agora o rejeita, fazendo com que ele tenha que provar seu valor e sua rendição, ainda mais quando ela se reaproxima do ex, Rafael (Rodrigo Phavanello). Rica e pós-graduada, Priscila (Juliana Silveira) esconde o fato de ser líder de uma cédula neonazista violenta – formada por Paulão (Marcos Pitombo), Enzo (Raphael Montagner) e Bárbara (Liége Müller) – que comete atentados terroristas, fabricação de bombas e assassinatos de negros, homossexuais e nordestinos. Bárbara, na verdade, é uma policial disfarçada sob as ordens da delegada Sabrina (Rafaela Mandelli), que quer prender Priscila e desmantelar a rede neonazista, mas nem imagina que seu pai, Ramiro (Jonas Bloch), é um delegado corrupto e que atrapalha seu trabalho. Já Iago (Gabriel Gracindo), filho de Bernardo, foi internado em instituição psiquiátrica quando adolescente após ser diagnosticado como sociopata. Ele tinha Clarice como uma mãe, mas sentia inveja da forma com que o pai tratava Artur com mais amor que ele. Após fugir 10 anos antes, ele retorna sob outra identidade para se vingar de Bernardo, Arthur, Clarice e da família de Gregório – que ajudou em sua internação –, além de ameaçar Priscila, que interferiu em seu caminho. Anastácia (Roberta Gualda) é uma cozinheira humilde e semianalfabeta, que se apaixona por Bruno (Augusto Garcia), que mente ser pobre para se aproximar dela, ficando revoltada quando descobre que ele é milionário e tendo que enfrentar a fúria da mãe dele, que acredita que ela é uma golpista. Renata (Maytê Piragibe) e Edu (Cláudio Gabriel) perderam tudo que tinham em uma enchente e tem que ir morar com os pais dela, Zuzu (Lucinha Lins) e Manel (César Pezzuoli), tendo que enfrentar outros problemas – ele mergulha no alcoolismo pela perda do que construíram, enquanto ela descobre que a mãe está com Alzheimer e começa a se esquecer dela. Demitidos e sem conseguir um novo emprego, os engenheiros Tadeu (Leonardo Vieira), Caíque (Heitor Martinez) e PH (Sílvio Guindane) se tornam strippers para ganhar a vida. Já Jorge (André Di Mauro) tenta impedir de toda forma que a irmã, Beatriz (Letícia Medina), se envolva com o piloto de motocross Mossoró (Ricky Tavares) por ele ser irmão de Diana, a mulher que arruinou sua carreira. Ainda há Ednaldo (Raymundo de Souza), um pai ausente e alcoólatra que maltrata o filho, Cicinho (Pablo Mothé). ELENCO 1- BRUNO FERRARI – Artur 2- THAÍS MELCHIOR – Diana 3- GABRIEL GRACINDO – Ziggy / Iago 4- JULIANA SILVEIRA – Priscila Schiller 5- MARCOS PITOMBO – Paulão 6- ANTÔNIO GRASSI – Gregório 7- BETH GOULART – Clarice 8- RODRIGO PHAVANELLO – Rafael 9- MAYTÊ PIRAGIBE – Renata 10- CLÁUDIO GABRIEL – Edu 11- PAULO CÉSAR GRANDE – Bernardo 12- RICKY TAVARES – Mossoró 13- LETÍCIA MEDINA – Beatriz 14- ANDRÉ FILLIPPI DI MAURO – Jorge 15- JONAS BLOCH – Ramiro Pessoa 16- RAFAELA MANDELLI – Sabrina 17- LUCINHA LINS – Zuzu 15- CÉSAR PEZZUOLI – Manel (Manuel) 19- HEITOR MARTINEZ – Caíque 20- LEONARDO VIEIRA – Tadeu 21- LUCIANA BRAGA – Matilde 22- SILVIO GUINDANE – Paulo Henrique 23- CAMILA AVANCINI – Rosa 24- HENRIQUE RAMIRO – Alex 25- ALINE BORGES – Laíza 26- RAYMUNDO DE SOUZA – Ednaldo 27- ROBERTA GUALDA – Anastácia 28- ANDRÉ DE BIASI – Dante 29- NINA DE PÁDUA – Yone Gusmão 30- PATRYCIA TRAVASSOS – Valéria 31- ROCCO PITANGA – Nelito 32- BRUNA DI TULIO – Luciene 33- LEANDRO LÉO – Ricardinho 34- GUSTAVO LEÃO – Quim 35- AUGUSTO GARCIA – Bruno 36- RICARDO FERREIRA – Virgulino 37- ZECA CARVALHO – Delegado Netto 38- LIÉGE MULLER – Bárbara 39- THELMO FERNANDES – William 40- RAPHAEL MONTAGNER – Enzo 41- KAREN MARINHO – Kátia 42- ROSE LIMA – Catarina 43- PEDRO CAETANO – Cleiton (Pedro Um) 44- CREO KELLAB – Alessanderson (Pedro Dois) 45- ALESSANDRA LOYOLA – Analice 46- ROBERTA VALENTE – Ciça 47- PABLO MOTHÉ – Cicinho (Cícero) 48- VICTÓRIA DINIZ – Gabi 49- LETÍCIA PEDRO – Rebeca 50- DIEGO KROPOTOFF – Vinícius 51- ALICE RODRIGUES – Isabele 52- ZECA GURGEL – Dinho 53- AURO MEDEIROS – paramédico 54- BRUNO CHATEAUBRIAND – MM (Mariano Morgado, decorador contratado por Matilde) 55- CÁSSIO RAMOS – Pablo (filho de Javier e Rúbia) 56- DADO DOLABELLA – Léo (blogueiro que se interessa por Diana, no início) 57- EDUARDO PIRES – Felipe (jóquei amigo de Diana) 58- ELIANA GUTTMAN – Maria Zilda (mãe de Bruno) 59- ELIZ DAVID – Anastácia (criança) 60- FELIPE CUNHA – Dr. Erick (médico de Zuzu que fica noivo de Luciene) 61- FERNANDO RONCATO – faz fisioterapia em Gregório no hospital 62- FLÁVIA MONTEIRO – Rúbia (mulher de Javier) 63- GUSTAVO OTTONI – Javier Rodriguez (secretário de Artur, chantageado por ele para ajudá-lo a se vingar de Gregório) 64- IZAAK DAHORA – Sorriso (flanelinha assassinado pelo grupo nazista de Priscila Schiller) 65- LUCAS DOMSO – policial que persegue Yago de helicóptero 66- MARCELO ESCOREL – Dr. Fernando (psiquiatra que cuida de Clarice quando ela é internada em Curaçao) 67- MÁRCIO EHRLICH – Dr. Ronaldo Gomes (advogado de Iago) 68- MARCOS HOLLANDA – Firmino (primo de Virgulino que vem do Ceará e seu ônibus é atacado pelo grupo de Priscila) 69- MAURO COMINATO – Antônio 70- PAMELA CÔTO – Maria Aparecida (fã dos Mascarados) 71- PAULO CARVALHO – médico que opera Artur depois da queda de cavalo ainda criança 72- RAFA DE MARTINS – Marco Antônio (homem contratado por Artur para por fogo no haras de Gregório, depois é assassinado por Yago) 73- RAFAEL SIEG – advogado de Artur 74- SALVARTORE GIULIANO – médico que atende Gregório quando ele tem um derrame 75- SAULO ARCOVERDE – recrutador de profissionais que entrevista Caíque, Tadeu e Paulo Henrique 76- SAULO RODRIGUES – Diego (dono do bar comprado por Laíza) 77- THIERRY FIGUEIRA – Oliveira (playboy que causa o acidente de carro que vitimou Bruno) TRILHA SONORA TENTE OUTRA VEZ – Raul Seixas (tema de abertura) CRY FOR LOVE – Ivan Busic (Dr. Sin) (tema de Artur e Diana) MANIAS – Thalia VITÓRIA – Rosemary SENSÍVEL DEMAIS – Jorge Vercilo (tema de Renata) MEU LUGAR – Onze 20 (tema de Mossoró e Beatriz) OBA, LÁ VEM ELA! – Adryana Ribeiro (tema de Nelito e Luciene) ETERNAMENTE – Lulli (tema de Manel e Zuzu) NA ESTRADA – Júlia Tavares (tema de Cicinho e Gabi) QUAL É O ANDAR? – Micael Borges (tema de Laíza) MY FIRST AND ONLY LOVE – Cláudio Goldman ANNA JÚLIA – Sem Reznha NÃO POSO RECLAMAR DE NADA – Fábio Jr. e Tainá QUIEN TE DIJO ESO – Luis Fonsi (tema de Anastácia e Bruno) TODA FORMA DE PODER – Engenheiros do Hawaii (tema do núcleo jovem) NEW YORK NEW YORK – Sarah (tema de Laíza) CURIOSIDADES Batendo de frente com a principal novela da Globo, concorrente no horário (na época Em Família seguida de Império), Vitória naufragou na audiência, ficando várias vezes em terceiro lugar, atrás também do SBT: 5,9 pontos no Ibope da Grande São Paulo. Foi uma das piores audiências em novelas da Record da nova fase de dramaturgia da emissora, iniciada em 2004. Nem mesmo a abordagem ao neonazismo (por meio da personagem de Juliana Silveira), ao alcoolismo (com Raymundo de Souza) e o Mal de Alzheimer (com Lucinha Lins) conseguiram chamar a atenção do público. Apesar da pouca repercussão, vale salientar as ótimas atuações de Juliana Silveira, Lucinha Lins e Beth Goulart. Além de Petrópolis e Itaipava, no estado do Rio de Janeiro, a novela teve cenas gravadas em Curaçao, no Caribe. O ator Dado Dolabella chegou a gravar cenas da novela em Curaçao, interpretando Paulão, um dos vilões da trama. Porém, durante as gravações na ilha, foi acusado de ter agredido um produtor da novela, Carlos Henrique Andrade de Araújo, que prestou queixa contra o ator, afirmando que ele foi empurrado após Dado pedir um café no set de filmagem e não ter a bebida. Após este incidente, a Record rescindiu o contrato do ator, alegando mau comportamento. Dado foi substituído por Rodrigo Phavanello, que deu continuidade à trama com um novo personagem. Um fato inusitado envolvendo a novela ganhou destaque na mídia: Vitória sofreu o boicote do próprio dono da Record, o bispo Edir Macedo. Às vésperas da estreia, o líder da Igreja Universal do Reino de Deus recomendou aos fiéis que desligassem a TV durante a Copa do Mundo de 2014 – já que os jogos eram transmitidos pela Globo. Se eles obedeceram o religioso, perderam o início da novela. A Record foi criticada por especialistas em jornalismo quando usou seus jornalistas e programas da emissora dentro da novela. No capítulo de 23/07/2014, a repórter Mariana Leão interpretou ela mesma na novela e cobriu o ataque de neonazistas da trama. Na cena, a marca d’água da Record indicava “ao vivo” e a repórter apareceu com o microfone da Record, como se isso convencesse o telespectador de que a interpretação era semelhante à realidade. No capítulo de 25/07/2014, o programa Hoje em Dia apareceu na novela abordando o neonazismo e entrevistando os personagens, novamente com a marca d’água da Record indicando “ao vivo”, embora fosse gravado. Na opinião de Wagner Belmonte, professor de jornalismo da Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação, de São Paulo, a atitude da Record foi equivocada. “Toda fusão editorial que envolva o jornalismo naquilo que não é o jornalismo levanta dubiedades. Na verdade, não acho que seja um cross-media, e sim uma fusão entre o comercial e o editorial, entre o entretenimento e a informação. É preciso refletir sobre o ônus e o bônus desta prática equivocada”, afirmou. Para Laurindo Lalo Leal Filho, professor de Jornalismo da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, há um alargamento das fronteiras entre jornalismo e entretenimento na televisão brasileira, exacerbado pela guerra por audiência. Os exemplos da Record, na visão dele, descaracterizam a atividade jornalística. “[O uso do jornalismo no entretenimento] é um desserviço para a informação e para o jornalismo de TV, que vem sendo deteriorado nos últimos anos. Diminui o caráter de seriedade da notícia e desqualifica a informação”, opinou. Fonte: “Record erra ao fingir jornalismo em novela, criticam especialistas”, blog “Notícias da TV”, de Daniel Kastro, 29/07/2014. Em uma ação de marketing para o lançamento da novela, proposta pelo reality-show Aprendiz Celebridades, comandado por Roberto Justus, uma das equipes do programa elaborou uma campanha das mais desastrosas que se teve conhecimento: um cartaz com os dizeres “Ao contrário das outras novelas que te prendem do começo ao fim, essa vai te deixar bem solto”, e um flyer escrito “Se depois de um dia cansativo você só pensa em descansar, não assista esta novela!”. A equipe foi penalizada por este erro “estratégico”. IMAGENS http://recordtv.r7.com/vitoria/videos/vitoria-conheca-a-historia-da-nova-novela-da-record-21092018 http://recordtv.r7.com/vitoria/videos/assista-ao-ultimo-capitulo-de-vitoria-21092018 NOTÍCIAS https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=199344&PageNo=1 (TRAGÉDIA NA SERRA FLUMINENSE DÁ O TOM DE NOVA NOVELA DA RECORD, 24/01/2014) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=202620&PageNo=2 (RECORD FAZ ROCAMBOLE DE TEMAS EM NOVELA, 01/06/2014) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=202710&PageNo=2 (VITÓRIA ESTREIA COM CAPÍTULO CONFUSO E TRAMA MEXICANA, 04/06/2014) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=208214&PageNo=6 (A LUTA DE ZUZU, 25/01/2015) AUDIÊNCIA Fontes: Teledramaturgia, Wikipedia, TV Pesquisa, AEL Unicamp - IBOPE
  7. Francamente? Também não vi nada de extraordinário. Falou do cabelo exótico dele e em nenhum momento de cor de pele. Gente chaaaataa
  8. De um tempo em que a Record ainda investia na diversidade de suas novelas. Bela, a Feia foi uma boa trama, que acabou descaracterizando a obra original, partindo para características mais típicas da emissora do que do próprio enredo, o que torna a versão original ainda a melhor e mais humana das versões, um épico. A versão da Record teve suas dificuldades, mas alcançou o êxito, pois sabia o que o seu público específico ainda procurava. Enquanto a proposta original ficou perdida, ainda trouxe uma novela agradável de se ver, com suas grandes e mirabolantes reviravoltas, fato comprovado na reprise, que também obteve êxito. Em termos de entretenimento, uma boa novela, sem dúvidas, com um elenco interessante, mas para apreciar melhor a obra, é melhor desapegar da versão original (que é melhor conduzida). É o tipo de novela que tem o seu sucesso quase garantido, se vier a não dar certo, é mais por erro de estratégia da emissora ou da programação da trama do que do seu potencial em si, sendo algo que dá certo em qualquer emissora e em qualquer faixa, desde que bem estudado e investido. Título: Bela, a Feia Horário: 20h30/21h/22h/23h Emissora: Record Exibição: 04/08/2009 a 02/06/2010 Duração: 217 capítulos Reprises: 12/11/2018 a 15/10/2019 (15h, 237 capítulos) Outras versões: Yo Soy Betty la Fea (1999-00, original); La Fea Más Bella (2006-07), entre outras várias pelo mundo De: Gisele Joras Direção: Edson Spinello Audiência: Original - 10,5; Reprise - 7,4 SINOPSE Bela (Gisele Itié) é uma jovem competente que fez mestrado e doutorado, mas não consegue emprego por ser considerada feia. Ela mora na Gamboa, no Rio de Janeiro, com o pai viúvo Clemente (Benvindo Sequeira) e os irmãos Max (Sérgio Hondjakoff) e Elvira (Bárbara Borges) – uma barraqueira que trabalha no salão do tio, Haroldo (João Camargo), e vive em guerra com Magdalena (Laila Zaid) para provar quem é a melhor cabeleireira. Sem perspectivas, Bela aceita um emprego menor de secretária na agência de publicidade +/Brasil, onde se apaixona pelo presidente, Rodrigo (Bruno Ferrari), embora seja desprezada por todos por sua aparência, inclusive pela noiva dele, a arrogante Cíntia (Carla Cabral). O publicitário é filho do dono da empresa, Ricardo (Jonas Bloch), e odeia a mãe, Vera (Sílvia Pfeifer), por acreditar ter sido abandonado por ela na infância. Ela, na verdade, foi obrigada a viver reclusa em uma casa de campo há 20 anos por Ricardo, que ameaça entrega-la para a polícia por uma morte acidental que causou caso ela volte. Na +/Brasil ainda trabalha o inescrupuloso Adriano (Iran Malfitano), vice-presidente que articula para derrubar o primo Rodrigo do cargo e assumir a empresa com a ajuda da mãe, Bárbara (Esther Góes), e a ardilosa Verônica (Simone Spoladore), que faz tudo para para subir na carreira, inclusive ajudar nas armações de Adriano e Cíntia e se tornar amante de Ricardo. Já o designer Diogo (Sérgio Menezes) mora com Diego (Daniel Erthal), um modelo que não aceita sua sexualidade e a paixão pelo amigo, se tornando amante de Vanda (Denise Del Vecchio), que o sustenta. Com o passar do tempo Rodrigo se apaixona pela verdadeira essência de Bela, independente da aparência, o que irrita Cíntia, que arma com Verônica para matá-la numa explosão de carro. Dada como morta, Bela se salva e acaba parando na casa de Vera, que transforma o visual e auto-estima da moça, fazendo com que ela se torne bonita e confiante e volte à empresa irreconhecível sob o nome de Valentina, representando suas ações e assumindo a presidência para se vingar de todos. Ainda há outras histórias, como de Dinho (Thierry Figueira), que na infância formava uma dupla musical com Bela, cujas letras sempre zombavam de sua aparência, e que fugiu com todo dinheiro ganho por eles com seu pai, Ataufo (André Mattos), passando a viver de golpes. O único que não é filho da falecida esposa de Clemente, Max vive tentando se aproximar da mãe, Samantha (Luíza Tomé), uma mulher mais jovem que ascendeu socialmente após alguns investimentos e mudou-se para Copacabana quando ele ainda era bebê, casando-se com o mulherengo Armando (Raul Gazolla), com quem teve a mimada Ludmila (Marcela Barrozo), e desprezando o filho mais velho por ele ser fruto do romance no subúrbio, um passado o qual ela renega. ELENCO 1- GISELE ITIÊ – Bela (Anabela Palhares) 2- BRUNO FERRARI – Rodrigo Ávila 3- SIMONE SPOLADORE – Verônica Matoso 4- CARLA REGINA – Cíntia Alcântara 5- IRAN MALFITANO – Adriano Gomes Ávila 6- DANIEL AGUIAR – Augusto Gomes Ávila (Guto) 7- JONAS BLOCH – Ricardo Ávila 8- SILVIA PFEIFER – Vera Ávila 9- ESTHER GÓES – Bárbara Gomes Ávila 10- DENISE DEL VECCHIO – Vanda Alcântara 11- HENRIQUE PAGNOCELLI – Ariosto Alcântara 12- BEMVINDO SEQUEIRA – Clemente Palhares 13- BÁRBARA BORGES – Elvira Palhares 14- ÂNGELA LEAL – Olga Santos 15- ANDRÉ MATTOS – Ataulfo Aguiar (Tadeu Dantas) 16- THIERRY FIGUEIRA – Dinho Aguiar (Carlos Dantas) 17- LUIZA THOMÉ – Samantha Freitas 18- RAUL GAZOLA – Armando Freitas 19- SÉRGIO HONDJAKOFF – Maximiliano Palhares (Max) 20- LAILA ZAID – Magdalena Fonseca 21- JOÃO CAMARGO – Haroldo Palhares 22- CLÁUDIO GABRIEL – Nelson Barbosa 23- ROBERTA GUALDA – Luiza Caldas 24- BIA MONTEZ – Hortência 25- SÉRGIO MENEZES – Diogo Marques 26- DANIEL ERTHAL – Diego Souza 27- RAQUEL NUNES – Márcia 28- ALEXANDRE BARILARI – Douglas 30- 29- CLÁUDIO HEINRICH – Rodolfo 31- OBERDAN JÚNIOR – Jacinto 32- RAFAEL PRIMOT – Ícaro 33- ILDI SILVA – Dinorá Melo 34- GABRIELA MOREYRA – Natalia Brito 35- MARCELA BARROZO – Ludmila Freitas 36- PÉROLA FARIA – Juliana Barros 37- VICTOR HUGO – Kaik Chagas 38- ANDRÉ SEGATTI – Ivo 39- NATÁLIA GUIMARÃES – Mariana 40- ARACY CARDOSO – Regina Brito 41- DÉBORA GOMEZ – Camila Pinho 42- CAMILA GUEBUR – Sheila 43- VINÍCIUS MORENO – Lucas 44- BRUNA ORPHÃO – Aninha 45- MARIA CRISTINA GATTI – Berenice 46- SABRINA ROSA – Carminha 47- SUZANA ABRANCHES – Léa 48- FRANCIELY FREDUZESKI – Júlia 49- GRACYANNE BARBOSA 50- MÁRIO FRIAS – Gastão 51- LUCIELE DI CAMARGO – Úrsula 52- DANIEL ANDRADE – Bernardo 53- ALICE ASSEF – Tânia 54- EDUARDO SEMERJIAN – Daniel Parker 55- KAIC CHAGAS – Victor Hugo (irmão de Magdalena) 56- CATARINA ABDALA – Raimunda 57- ILYA SÃO PAULO – promotor que reabre o caso contra Ricardo 58- ANITA TERRANA – babá de Helinho, o filho de Bela 59- EDMO LUÍS – radialista que entrevista Clemente 60- GUSTAVO OTONI 61- HÉLIO RIBEIRO – advogado de Ricardo 62- NEGUINHO DA BEIJA FLOR como ele mesmo 63- NILVAN DOS SANTOS 64- PAULO GIARDINI 65- RICARDO PAVÃO – Alberto (marido de Bárbara e pai de Adriano e Guto, assassinado pelo próprio filho Adriano) 66- RODRIGO FARO como ele mesmo 67- RÔMULO ESTRELA – diretor de filmes pornôs com quem Magdalena vai fazer um teste por engano, achando que vai virar estrela de cinema 68- RONALDO REIS – PM que persegue Dinho e Ataulfo 69- SÉRGIO MALLANDRO como ele mesmo 70- SYD CORRÊA – Dr. Rubens (advogado de Vera) 71- VIVIANE ARAÚJO como ela mesma 72- Juliete (divide a cela com Dinho e Ataulfo) 73- Harry (amigo americano de Rodolfo) Falecidos 1- Aracy Cardoso (2017) TRILHA SONORA 01. BELA, A FEIA – Roger, Maurício Gasperini e Mauro Gasperini (tema de abertura) 02. GAROTA RADICAL – Cine (tema do núcleo jovem) 03. SE FOR EMBORA – Chimarruts (tema do núcleo jovem) 04. DULCE MELODIA E MI SOL – Jesse & Joy (tema de Bela) 05. LIÇÃO DE AMOR – Royce do Cavaco (tema de Clemente) 06. QUEM FOI QUE DISSE – Eduardo Costa 07. CONGÊNITO – Karla Sabah e Luiz Melodia (tema de Samantha) 08. MAMÃE PASSOU AÇÚCAR EM MIM – Lupa Mabuze (tema de Armando) 09. IN YOUR HEART I’M HOME – Alex Brand & Yasmin (tema de Rodrigo) 10. LIVRO ANTIGO – Andre Rass (tema de Diogo) 11. SOU MALUCA – Dolls (tema de Elvira) 12. JAZZ MEDITERRANEÉ – Luiz Mazziotti (tema de Bárbara) 13. PISOU NA BOLA – Tutti Baê (tema de Dinho) 14. ME CHAMA – Ângela Ro Ro (tema de Vera) 15. NAVE DO AMOR – Djavú (tema de Magdalena) 16. CONDIÇÃO – Brisa (participação grupo Dughettu) (tema de Vanda) CURIOSIDADES Versão brasileira da novela colombiana Yo Soy Betty, La Fea, de Fernando Gaitán, com Ana Maria Orozco vivendo a protagonista, um sucesso que arrebatou o mundo todo, ganhando versões em diversos países (inclusive nos Estados Unidos). Primeiro fruto da parceria entre a Record e a emissora mexicana Televisa, que previa produções brasileiras adaptadas de novelas mexicanas (contrato tal qual o SBT manteve por anos com a Televisa). A parceria findou-se em 2012, com apenas duas produções: Bela, a Feia e Rebelde. “Sem falar a mesma língua, com objetivos e expectativas bem diferentes entre os dois grupos, o compromisso foi rompido sem os resultados sonhados pelos dois lados”, narraram Flávio Ricco e José Armando Vannucci no livro “Biografia da Televisão Brasileira”. A versão original da novela – a colombiana – foi exibida no Brasil com o título Betty, a Feia, na RedeTV!, entre 2002 e 2003. Entre 2006 e 2007, o SBT levou ao ar a versão mexicana da história: La Fea Mas Bella (A Feia Mais Bela), adaptada por Palmira Olguím, com Angélica Vale como a protagonista. É em cima desta versão que a Record trabalhou Bela, a Feia, com adaptação de Gisele Joras. Nos Estados Unidos, a novela foi apresentada entre 2006 e 2010 em formato de série (dividida por episódios, em temporadas, e não por capítulos, como as telenovelas): Ugly Betty, estrelada pela atriz America Ferrera. No Brasil, a série foi apresentada pelo SBT. A baixa audiência em seu primeiro mês de exibição – motivada pelas emoções finais da concorrente global no horário, Caminho das Índias – fez com o horário de exibição de Bela, a Feia fosse alterado para as 20h15. Com a estreia do reality show A Fazenda, a novela foi “empurrada” para as 22h15, e deixou de ser apresentada aos sábados. Foi a partir daí que Bela, a Feia passou a ter mais audiência, principalmente na cidade do Rio de Janeiro, onde registrou a liderança no Ibope por alguns capítulos. Na reta final, com o início da nova novela que a substituiu no horário (Ribeirão do Tempo), Bela, a Feia passou para as 23 horas até o seu término. NOTÍCIAS https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=156446&PageNo=2 (SUCESSO COMERCIAL, 23/07/2009) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=156862&PageNo=3 (FEIURA, 06/08/2009) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=156872&PageNo=3 (MUITO SUSPENSE PARA POUCA FEIURA, 06/08/2009) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=156890&PageNo=3 (GRADE VOADORA, 07/08/2009) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=156957&PageNo=4 (FEIA E SEM AUDIÊNCIA, 09/08/2009) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=157752&PageNo=5 (RECORD FAZ PESQUISA PARA DECIFRAR FRACASSO DE "FEIA", 02/09/2009) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=158260&PageNo=6 (BELA SOFRERÁ AJUSTES, 19/09/2009) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=162367&PageNo=10 (RECORD MUDA FIM DE NOVELA E DEIXA BELA FEIA, 03/02/2010) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=162450&PageNo=10 (BELA DEIXA DE SER FEIA ANTES DO FIM, 06/02/2010) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=164297&PageNo=12 (SEM INTERVALO, 09/04/2010) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=164435&PageNo=12 (SEM FEIOSA, RECORD ESTICA NOVELA, 13/04/2010) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=164865&PageNo=13 (SAI PRA LÁ, BARANGA, 15/04/2010) https://www.tv-pesquisa.com.puc-rio.br/mostraregistro.asp?CodRegistro=165930&PageNo=14 (FINAL FELIZ, CASTIGO E MORTE NO ÚLTIMO CAPÍTULO DE BELA, A FEIA, 29/05/2010) IMAGENS https://recordtv.r7.com/bela-a-feia/videos/bela-e-rodrigo-se-casam-em-uma-cerimonia-emocionante-15102019 https://recordtv.r7.com/bela-a-feia/videos/rodrigo-descobre-que-valentina-e-bela-sao-a-mesma-pessoa-27082019 https://recordtv.r7.com/bela-a-feia/videos/valentina-revela-sua-identidade-para-familia-e-funcionarios-da-mais-brasil-11102019 AUDIÊNCIA ORIGINAL REPRISE
  9. Esse BBB é cheio de reviravoltas, vai ter muito plot twist ainda
  10. Duas novelas fracas, não faria diferença


×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.