Jump to content


brasiltv1

Membro
  • Content Count

    133
  • Joined

  • Last visited

  • Pontos

    2 [ Donate ]

Community Reputation

12 Neutro

1 Follower

About brasiltv1

  • Rank
    Calouro

Recent Profile Visitors

987 profile views
  1. A DONA DO PEDAÇO’ NÃO DÁ HIPÓTESES À CONCORRÊNCIA E BATE RECORDE A novela dos finais de noite da SIC, A Dona do Pedaço, bateu esta quinta (23) um recorde de share nos episódios emitidos em 2020. A história de Maria da Paz foi líder isolada e não deu qualquer hipótese à TVI ou à RTP1. Protagonizada por Juliana Paes, A Dona do Pedaço tem vindo a subir os resultados desde que viu o horário ser antecipado. A novela brasileira conseguiu desta vez conquistar a preferência de 649 mil telespectadores, conseguindo ser mais vista que quase toda a programação da TVI. Maria da Paz e os seus bolos conseguiram 6,9% de rating e 24,4% de share, um recorde face aos resultados marcados em 2020. 5 Para a Meia-Noite contou com a presença de Teresa Guilherme, mas contra a novela brasileira, não teve hipóteses e caiu para o pior resultado da temporada. O programa de Filomena Cautela marcou apenas 2,9% de audiência média e 8,7% de quota de mercado, tendo conseguido subir ao longo da emissão. No mesmo horário, Prisioneira não teve dificuldades em bater a RTP1, mas ficou longe de Terra Brava e de A Dona do Pedaço. A trama da TVI não conseguiu mais que 4,8% de rating e 13,5% de share. Quando Mais Transferências (1,8% / 8,5%) começou – ainda contra 5 Para a Meia-Noite – a TVI cedeu o segundo lugar à RTP1, recuperando-o com Urgências de Chicago (0,8% / 6,5%). Nas contas diárias, sem surpresas, a SIC manteve o primeiro lugar com 21,7%. A surpresa, porém, foi a queda da Quatro. A TVI começou a semana a reduzir a diferença face à SIC, mas chegou a quinta-feira a perder para a estação pública. O canal dirigido por Nuno Santos não foi além de 13,1%, deixando a RTP1 chegar aos 13,7%. Na média mensal – referente aos primeiros 23 dias do ano – a SIC leva a melhor com 20,5%, deixando o segundo lugar distante para a TVI, com 13,8%, e a RTP1 com 13,2%. Outros destaques: Cláudio Ramos está de férias, mas O Programa da Cristina não sente a falta. A apresentadora recebeu José Mata na sua casa, resultando em 4,8% de audiência média e 31,3% de share. No momento mais visto, Cristina Ferreira conseguiu 9,7% de rating e 38,4% de share, voltando a aproximar-se do milhão de telespectadores. No mesmo momento, a RTP1 marcava 3,7% e a TVI ficava-se pelos 2,7%. Você na TV! manteve o segundo lugar… Por pouco. O programa do Manel e da Maria conseguiu 2,0% de rating e 13,0% de share, mas teve A Praça da Alegria à perna, com 1,9% e 12,7%. Nazaré e Terra Brava continuam imbatíveis. A dupla da ficção nacional não dá tréguas à TVI e marcaram, juntas, 28,2% de share em média. A novela protagonizada por Carolina Loureiro registou 14,5% de rating e 28,0% de share, sendo o programa mais visto do dia. Terra Brava alcançou 12,5% e 29,4%. Na TVI, Na Corda Bamba subiu o resultado com a estreia da nova temporada, mas não chegou para se aproximar da concorrência. Dalila Carmo e companhia registaram 8,0% de audiência média e 16,2% de share. Fátima Lopes liderou durante dez minutos. A Tarde é Sua e o especial Ricas Quintas não renderam grandes resultados. O talk-show começou atrás de A Nossa Tarde (2,5% / 12,2%), mas não conseguiu sair do segundo lugar, quando o alcançou. Atrás de Júlia (4,3% / 19,7%), A Tarde é Sua marcou 3,9% de rating e 14,1% de quota de mercado. Os finais de tarde são da RTP1. A última parte de Portugal em Direto (5,2% / 15,9%) e O Preço Certo (10,9% / 23,8%) lideraram contra a concorrência. Amor à Vida, na SIC, conquistou 608 mil telespectadores, mas não marcou mais de 6,4% de rating e 17,4% de share. Já Amigos Improváveis e Ver P’ra Crer não conseguiram mais do que 8,1% / 17,6% e 5,9% / 12,8%. Fonte: Espalha Factos
  2. AUDIÊNCIAS. SIC LIDERA E ‘O PROGRAMA DA CRISTINA’ CHEGA QUASE AO MILHÃO DE TELESPECTADORES O Programa da Cristina voltou a registar um grande resultado. O formato apresentado por Cristina Ferreira foi líder absoluto de audiências, com mais de o dobro da concorrência somada, e chegou perto do milhão de telespectadores no momento mais visto. O talk-show apresentado pela estrela da SIC registou em média a preferência de 478 mil telespectadores, o correspondente a 5,1% de audiência média e 32,3% de share. Apesar do resultado estar dentro dos números registados nos primeiros dias do ano, Cristina Ferreira conseguiu a proeza de aproximar-se de um milhão de telespectadores, na parte final do seu programa. Com 10,1% de rating e 38,6% de share, o momento mais visto do programa de Cristina Ferreira foi, também, mais visto que qualquer minuto de toda a programação da TVI. Na mesma altura, a TVI e a RTP1 marcavam apenas 4,6% e 3,7%, menos do que o formato da SIC registou em média. Contra a concorrência forte da SIC, a TVI voltou a conseguir respirar, consolidando um segundo lugar ameaçado. Com 2,1% de audiência média e 13,9% de share, Manuel Luís Goucha e Maria Cerqueira Gomes conseguiram vencer Sónia Araújo e Jorge Gabriel, que se ficaram pelos 2,0% e 13,5%. Porém, Você na TV! só conseguiu superar a concorrência a partir das 11h50. Nos totais diários, os resultados feitos pelo matutino da SIC refletiram-se, aumentado a quota de mercado do canal de Paço de Arcos. Com 21,9%, a SIC manteve-se a estação líder em Portugal, deixando a TVI e a RTP1 com 13,7% e 13,3%, respetivamente. Outros destaques: A novela da SIC, Terra Brava, voltou a registar um dos melhores valores dos últimos tempos. A história protagonizada por Mariana Monteiro marcou 12,7% de rating e 28,4% de share. À mesma hora, Na Corda Bamba não foi além dos habituais 7,7% e 15,4%, apesar de se encontrar no Último Episódio da Primeira Temporada. Amor Maior bateu recorde. Em reposição nas tardes da SIC, a novela que coloca Inês Castel-Branco no papel de vilã conseguiu 3,6% de rating e 19,0% de share. Belmonte e Doce Tentação não conseguiram fazer frente à aposta da Três, marcando 2,6% / 13,7% e 2,3% / 12,1%, cada uma. Júlia Pinheiro registou 4,9% de rating e 21,4% de share. O talk-show das tardes foi líder contra Fátima Lopes (3,7% / 13,8%) e contra Tânia Ribas de Oliveira (2,1% / 10,5%). No melhor momento, Júlia registou 24,0% de share. Espalha Factos
  3. A SIC voltou a empurrar a TVI para um segundo lugar distante, depois da aproximação na segunda-feira. O canal de Paço de Arcos liderou confortavelmente e viu o final de tarde a bater recordes de audiências. Os programas do final de tarde – a novelaAmor à Vida e o reality show Amigos Improváveis – voaram ontem até aos seus melhores resultados. A novela protagonizada por Paolla Oliveira conquistou 667 mil telespectadores, resultando em 7,1% de ratinge 19,2% de share, alcançado o seu melhor resultado em 2020. Em comparação com segunda-feira (20), a novela aumentou 1,7% de audiência média e 4,2% de quota de mercado. Ao contrário do que aconteceu nesse mesmo dia, a novela da SIC conseguiu liderar e afastar-se do terceiro lugar que a assombrou. No mesmo horário, Portugal em Direito (RTP1) e A Tarde é Sua (TVI) ficaram-se pelos 17,8% e 13,5% de share. Amigos Improváveis, aproveitando o balanço dado pela novela de Walcyr Carrasco, conseguiu conquistar o melhor valor desde a estreia. Com 877 mil telespectadores, o episódio marcou 9,3% de audiência média e 19,9% de share. A liderança, porém, coube aFernando Mendes e ao seu O Preço Certo, com 10,7% de rating e 23,1% de share. A TVImanteve-se no terceiro lugar com 6,2% e 13,2%. Nos totais diários, após uma pequena aproximação, a TVI voltou a escorregar e quase que caiu para o terceiro lugar do pódio. Com 13,4%, a Quatro garantiu o segundo lugar, vencendo a RTP1 – com 13,2% – mas perdendo para a SIC, que registou 21,1%. OUTROS DESTAQUES: Você na TV! registou o pior valor de 2020. A dupla da TVI não foi além dos 1,7% de rating e 12,4% de share, tendo terminado a primeira parte do programa com apenas 8,4% de quota de mercado. Na mesma altura, a RTP1marcava 12,7% e a SIC destacava-se com 28,0%. Nas contas finais, A Praça da Alegriaconsolidou 1,9% de rating e 13,5% de share, o melhor registo de quota de mercado de 2020. Cristina Ferreira regressou à casa dos 30%, com 4,2% de audiência média e 30,5% de share. Prisioneira bateu novo recorde negativo. A trama de Maria João Mira não foi além de 4,2% e 14,3%. No mesmo período, A Dona do Pedaço liderou com 5,9% e 22,4%. Fonte: Espalha Factos
  4. AUDIÊNCIAS: TVI CONTINUA A SUBIR RESULTADOS COM MUDANÇAS DE PROGRAMAÇÃO Ontem (20), segunda-feira, a TVI atrasou o horário nobre e fez novas mudanças na programação, de forma a tentar subir as audiências. A estação dirigida por Nuno Santos reduziu a diferença para a SIC. Na Corda Bamba viu o seu episódio começar pelas 22h, combatendo com Nazaré, que na altura já seguia firme e forte no primeiro lugar das audiências. Já Prisioneira estendeu-se para depois da meia-noite, combatendo com A Dona do Pedaço. A novela assinada por Rui Vilhena conquistou 687 mil telespectadores, o correspondente a 7,3% de audiência média e 16,2% de quota de mercado. No mesmo período, a telenovela protagonizada por Carolina Loureiro registou valores na ordem dos 30,9% de share, fechando as contas totais com 14,7% de rating e 29,5% de share, o melhor resultado em quota de mercado do ano. Já contra Terra Brava, a novela que conta com Dalila Carmo no papel principal conseguiu manter-se estável, mas longe da rival. A novela de Sandra Santos, da SIC, registou 11,9% de rating e 29,1% de share. A Dona do Pedaço, a concorrer quase na sua totalidade contra Prisioneira, não se mostrou ameaçada. Apesar da subida da TVI, a história de Maria da Paz captou a atenção de quase tantos telespectadores quanto Na Corda Bamba: 606 mil, resultando em 6,4% de rating e 24,0% de share, o melhor registo de 2020. A história de Maria João Mira, por sua vez, também subiu ao melhor resultado do ano em quota de mercado, ao consolidar 5,1% de audiência média e 17,3% de share. Um dia de recordes O dia ficou marcado por vários recordes anuais para a TVI. A estação de Queluz viu ontem vários dos seus programas subirem a máximos, apesar da liderança se ter mantido longe. O grande destaque foi Ver P’ra Crer. O programa de Pedro Fernandes marcou o melhor resultado desde a estreia, conquistando 7,0% de rating e 15,6% de share. No mesmo período, o diário de Amigos Improváveis viu-se ameaçado pela aposta da TVI. O reality-show conquistou 7,8% de rating e 17,6% de share. O horário, no entanto, foi liderado por O Preço Certo: 9,7% / 21,8%. Ver P’ra Crer não foi, porém, o único programa das tardes da TVI a registar o seu melhor resultado. Toda a tarde da Quatro subiu para recordes anuais. Belmonte conseguiu liderar contra Amor Maior, escalando para 2,8% de rating e 16,2% de share. No confronto direto, a novela da SIC não foi além dos 14,6%, perdendo mais de metade da audiência registada por Primeiro Jornal (6,9% / 30,2%). Doce Tentação, por sua vez, deixou a liderança fugir para a estação de Paço de Arcos, ao marcar 2,3% de audiência média e 12,9% de quota de mercado. Amor Maior fechou as contas com 2,5% e 14,6%. Uma Tarde (quase) Sua O programa de Fátima Lopes registou também, à semelhança de toda a tarde da TVI, o melhor resultado de 2020. A Tarde é Sua recebeu Suzana Garcia como convidada e chegou mesmo a liderar durante alguns momentos. Apesar do primeiro lugar ter cabido a Júlia Pinheiro (4,3% / 19,6%), Fátima Lopes consolidou uns sólidos 4,1% de rating e 16,0% de share. Frente a Amor à Vida, a apresentadora conseguiu levar a melhor. O formato da TVI registou, durante o segmento, 16,2% de quota do mercado, mas foi a RTP1 com Portugal em Direto que conquistou a liderança, com 16,3% de share. A novela brasileira caiu para o terceiro lugar, marcando apenas 5,4% e 15,0%. Porém, nos totais diários, foi a SIC quem levou a melhor. A Três registou 21,2% de share, contra 15,5% da TVI, 13,1% da RTP1 e 1,4% da RTP2. Outros destaques: Mais Transferências e Sombras de Azul asseguraram um segundo lugar mais forte no late-night. As apostas de Nuno Santos deram frutos e registaram os melhores resultados desde a estreia, com 2,2% / 12,0% e 0,9% / 8,4%, respetivamente. Cristina Ferreira continua imparável nas manhãs. O Programa da Cristina marcou 4,4% de rating e 29,9% de share, deixando Você na TV! (2,3% / 15,8%) e A Praça da Alegria (1,8% / 12,7%) longe do primeiro lugar. Fonte:Espalha Factos
  5. Audiências: Totais de domingo, 19 de janeiro de 2020 RTP1 – 10.3% RTP2 – 1.4% SIC – 19.2% TVI – 17.3% Total CABO – 37.2% O “Pesadelo na Cozinha” alcançou neste domingo o pior resultado do ano e um dos piores resultados da temporada. Apesar do recuo no que à quota média de mercado diz respeito, Ljubomir Stanisic continuou a dar a liderança à TVI na faixa. Esta semana, porém, o horário foi (ainda) mais disputado e “A Máscara”, da SIC, também conseguiu furar para a liderança em alguns momentos. O resultado de ontem do “Pesadelo na Cozinha” colocou a TVI num resultado de 13.7 de audiência média com 25.4% de share. Foram 1 milhão e 294 mil os espectadores que estiveram fidelizados na recuperação do restaurante. O pico máximo deu à quatro um valor de 15.7/28.1%. Na faixa a SIC teve o final do “Jornal da Noite”, um intervalo comercial e parte de “A Máscara”. Paço de Arcos fechou na vice-liderança das audIências em média. A RTP1 estreou ontem a edição de 2020 do “Got Talent Portugal”. O regresso do programa fez a estação pública subir, mas o lugar continuou o mesmo da passada semana: O terceiro. A emissão de “A Máscara” de ontem cresceu face ao domingo anterior, mas continua aquém da edição de sábado. O concurso musical com famosos liderou durante alguns períodos contra o peso-pesado “Pesadelo na Cozinha” (TVI), mas não venceu o rival na média. Com um resultado de 12.0 de audiência média e 23.4% de share, o programa de João Manzarra garantiu a vice-liderança para a SIC. Com 1 milhão e 137 mil espectadores, “A Máscara” teve o seu melhor momento quando bateu nos 14.1/28.6%, numa altura em que liderava audiências. Na faixa a TVI emitiu a grande maioria de “Pesadelo na Cozinha” e levou de vencida o entretenimento da SIC no confronto direto. Fonte: Zapping
  6. TVI VOLTA AO SEGUNDO LUGAR AO SÁBADO COM ALTERAÇÕES DE PROGRAMAÇÃO As alterações drásticas na programação de sábado (18) deram resultado e depois de dois fins-de-semana em que este dia foi sempre de mínimos para a TVI, o cenário inverteu-se. A estação de Queluz conquistou 13,8% de share e subiu mais de dois pontos percentuais face aos resultados das últimas duas semanas (11,2 e 11,3% de quota de mercado). O canal conseguiu ainda voltar ao segundo lugar, depois de nos últimos quatro dias ter empatado uma vez com a RTP1 e perdido as outras três. A estação pública ficou com 12,2% e a SIC liderou com 17,2% da quota. A inserção do Somos Portugal durante a tarde elevou os números, com o formato a conquistar 5,1% de audiência média e 14,4% de share, aproximadamente mais cinco pontos percentuais em quota de mercado que as escolhas da semana passada. Mónica Jardim e João Montez desmentiram o fim do programa Sábado na TVI, mas perante os números, o cenário complica-se para o formato, que tem lutado para superar a marca dos 10% de share. O filme português O Bairro, transmitido em horário nobre, também subiu os resultados face aos dois sábados anteriores, conquistando 3,4% de audiência média e 10,5% de share. Ainda assim, valores muito distantes da concorrência, que esteve à frente com Amigos Improváveis (5,1% / 17,3%) e Jogo de Todos Os Jogos (5,1% / 12%). Outros destaques Viagens À Minha Terra (3,1% / 12,5%) não fez muita diferença nas manhãs da TVI e manteve, nesta primeira emissão, valores semelhantes aos registados pelas anteriores apostas. O Jornal da Tarde (6,2% / 18,5%) subiu ao melhor resultado desde o início do ano e aproximou-se do Primeiro Jornal (7,4% / 22,1%), que teve o pior share de 2020. O Jornal da Uma (5,4% / 16,1%) foi terceiro. A série Conta-me Como Foi recuperou cerca de 130 mil espectadores e bateu um novo máximo desde a estreia. A Taça Hugo dos Santos de Basquetebolrendeu bons resultados à RTP2, que marcou 1,8% de share diário. Sporting x Oliveirense (0,7% / 2,2%) e Benfica x Porto (1,3% / 2,9%) foram os jogos transmitidos. EF
  7. FUTEBOL A DOBRAR NÃO CHEGA PARA RTP1 LIDERAR AUDIÊNCIAS Esta terça (14) a RTP1 transmitiu dois jogos da Taça de Portugal, com Porto e Benfica a entrarem em campo (e no ar) à tarde e à noite. O futebol não chegou para ultrapassar a SIC. Os valores Total Dia divulgados pela GfK/CAEM demonstram que apesar de a estação pública se ter destacado no segundo lugar (19,3% de share), não conseguiu apanhar a SIC (20,9%) no primeiro. A TVI acabou por descer aos 12,2% e ser penalizada pelo crescimento do canal estatal que, no entanto, “roubou” mais espectadores à televisão paga do que aos dois oponentes em sinal aberto. A partida entre Benfica e Rio Ave foi o programa mais visto do dia, com 15,2% de audiência média e 30,7% de share. O resultado do jogo acabou por empurrar as telenovelas da SIC, Nazaré (12,9% / 24,5%) e Terra Brava (11,1% / 24,8%) para os piores resultados desde o início do ano. Na TVI, também Na Corda Bamba (6,1% / 12%) e Prisioneira (4,9% / 13%) desceram a mínimos. O Telejornal (10,9% / 21,4%) aproximou-se do Jornal da Noite (11,9% / 23,1%), mas continuou sem conseguir ultrapassar o líder dos informativos, que tem mantido grande resiliência apesar da quebra de Amigos Improváveis (8,6% / 18,6%) no acesso ao prime-time. O jogo de futebol entre FC Porto e Varzim, emitida às 17h56, não teve resultados tão elevados, mas também aumentou os valores habituais da RTP1, marcando 9,9% de audiência média e 24,5% de share. Outros destaques A Nossa Tarde (2,8% / 14,3%) voltou a bater máximos e liderou durante vários minutos. Júlia (3,8% / 16,1%) só conseguiu passar para a liderança quando o programa de Tânia Ribas de Oliveira saiu do ar. A Tarde É Sua (3,7% / 13,5%) voltou aos valores habituais. Edição da Manhã (0,4% / 6,6%) bateu um novo mínimo na sua transmissão na SIC. O Programa da Cristina (5,3% / 33%) manteve vantagem dilatada nas manhãs, enquanto surgiu nova aproximação entre Você na TV! (2,2% / 14,1%) e Praça da Alegria (2% / 12,9%). O Primeiro Jornal (8,6% / 33,9%) é ainda mais bem-sucedido que o programa matinal e conseguiu uma quota de mercado superior à soma dos dois concorrentes: Jornal da Tarde (4,1% / 16,3%) e Jornal da Uma (3,7% / 15,3%). Fonte: Espalha Factos
  8. Como o Tatuapú disse, o Zapping deixou de disponibilizar as tabelas. Pode ser que voltem a publicar em breve. Se o fizerem, volto às tabelas, mas por enquanto o texto serve para o efeito.
  9. ‘CONTA-ME COMO FOI’ DERRAPA PARA PIOR AUDIÊNCIA DESDE A ESTREIA A série Conta-me Como Foi marcou este sábado (11) a mais baixa audiência desde que estreou a nova temporada, no início de dezembro. A produção da RTP1 chegou a 5,6% de audiência média e 11,1% de share, sendo esta a segunda semana consecutiva em que não conseguiu superar a marca dos 6% de rating. Nos quatro episódios transmitidos em 2019, a média foi de 6,3% de audiência média e 13,4% de share. E embora a ficção do canal público melhore os resultados quando somados os espectadores que visionam em diferido, também nesse indicador há sinais de quebra. Depois do primeiro episódio ter registado um aumento de 0,8 pontos percentuais nos sete dias seguintes, o segundo episódio já só cresceu 0,7, o terceiro aumentou 0,2 e o quarto somou 0,5. Na concorrência competiu ainda com o final do Jornal da Noite (10,2% / 21%) e com o concurso A Máscara (12,7% / 26,1%), que a SIC trouxe para os sábados e que liderou. A TVI entrou com o Mental Samurai (9% / 18,3%) a partir das 21h14. A quebra de Conta-me Como Foi não impediu a RTP1 de chegar ao segundo lugar no total diário, com 12,6% de quota de mercado, num dia em que a SIC liderou com 17,4%. A TVI fechou com com 11,2% e registou um novo mínimo em 2020. Outros destaques A RTP2 marcou o melhor share de janeiro (1,7%). Entre os principais resultados do dia estão os dos filmes A Domadora de Baleias (1% / 2,5%) e Sonhar Não Custa (0,9% / 1,9%), emitidos ao final da tarde. Num horário mais discreto, às 7h, o Euronews chegou a 4,1% de share, com audiência de 0,2%. Sombras de Azul, com Jennifer Lopez, tem tido resultados melhores que a antecessora Morte em Jerusalém, na TVI. Este sábado marcou 1% de audiência média e o melhor share desde a estreia, 8,4%. O 360º da RTP3 acompanhou as eleições no PSD e liderou entre os informativos com 1,2% de audiência média e 2,7% de share. No período da tarde, a SIC começou à frente com Alta Definição (7,4% / 23,9%) e E-Especial (5,2% / 19%), mas cedeu depois a liderança ao Aqui Portugal da RTP1 (5,3% / 16,1%). A TVI teve ao início da tarde o programa Conta-me Como És(3,3% / 10,8%) e o filme O Legado de Bourne (2,6% / 9,5%). Na SIC, as apostas de cinema O Meu Primeiro Beijo 2 (3,4% / 12,4%) e Mestres da Ilusão (5,5% / 13,5%) não conseguiram aproximar-se do canal público. O Sábado na TVI (3,7% / 9,2%) continua também com valores residuais. https://espalhafactos.com/2020/01/12/conta-me-como-foi-derrapa-para-pior-audiencia-desde-a-estreia/
  10. ‘GOVERNO SOMBRA’ ESTREIA NA SIC A LIDERAR A chegada do Governo Sombra à televisão aberta aconteceu com sucesso e dentro dos números habituais da SIC neste horário. Carlos Vaz Marques, Pedro Mexia, João Miguel Tavares e Ricardo Araújo Pereira estrearam com uma audiência média de 3,8% e 17% de share, multiplicando assim o número de espectadores com que contactavam na TVI24, onde a média do programa em 2019 foi de 0,5%. A audiência foi agora oito vezes maior. À mesma hora, a TVI marcou 7,6% de quota de mercado e a RTP1 ficou com 6,2%, valores pouco superiores aos da CMTV, que neste horário chegou aos 4,9% de share. A estreia dos ministros no canal generalista mereceu mais atenção dos espectadores do Norte (22,8% de share), das mulheres (20,5%), do público com 55 a 64 anos (21,4%) e da Classe D, média baixa (20,5%). Entre os espectadores que apenas têm acesso aos canais da TDT, a quota de mercado do programa foi de 36,3%. Em contrapartida, os resultados foram mais baixos na Classe E – Baixa (9,7%), nos espectadores dos 15 aos 24 (12,1%) e em Lisboa (12%). A SIC liderou com 20,2% nas contas do dia, frente a 13,1% da TVI e 12,6% da RTP1. Estes dois canais voltam a estar muito próximos nos primeiros dez dias de janeiro, com o placard fixado em 13,5 x 13. Outros destaques Depois Vai-se a Ver e Nada voltou à antena da RTP1 com Fátima Lopes como convidada e ligeiramente mais cedo, mas as audiências continuam baixas: 2,4% de audiência média e 6,9% de share. Amigos Improváveis (7,4% / 17,2%) continua a cair no acesso ao prime-time, bem longe dos resultados de O Preço Certo (9,9% / 23,1%). Ver p’ra Crer, contudo, não aproveitou as perdas da SIC e ficou-se por 5,1% de audiência média e 11,9% de share. Nazaré (13,6% / 27,2%) e Terra Brava (12,1% / 27,5%) continuam a ser a dupla da vitória, enquanto a ficção da TVI permanece à distância com Na Corda Bamba (7,5% / 15,2%) e Prisioneira II (5% / 12,3%). Linha Aberta (3,7% / 21,9%) teve emissão especial para acompanhar o julgamento de Rosa Grilo e liderou, com destaque, o horário das 14h. A versão original de MacGyver está em transmissão na RTP Memória e marcou 1% de audiência média e 1,9% de share. Will & Grace chegou a 0,5% de audiência e 1,2% de share. Ambas tiveram o melhor resultado destas duas primeiras semanas do ano. https://espalhafactos.com/2020/01/11/governo-sombra-estreia-na-sic-a-liderar/
  11. SAIBA QUANTO FEZ O DIÁRIO DE "AMIGOS IMPROVÁVEIS" A SIC estreou o diário do “Amigos Improváveis” nesta segunda-feira, 6 de janeiro. Andreia Rodrigues é o trunfo de Daniel Oliveira para tentar bater a liderança de “O Preço Certo”. O objetivo é aproximar gerações, num país onde existe uma grande percentagem de população envelhecida, com vivências e experiências completamente diferentes das novas gerações. Com inicio pelas 19h11, a estreia do diário de “Amigos Improváveis” marcou 8.4 de audiência média e 18.6% de share. Cerca de 794 mil telespectadores seguiram o novo programa da SIC, que garantiu o segundo lugar no horário. Às 19h56, o “Amigos Improváveis” teve o seu pico de audiência ao bater nos 9.9 pontos de rating (934 400 telespectadores) e 20.3% de share. Recorde-se que a antestreia na noite de sábado registou 10.6 de audiência média e 22.2% de share. VEJA COMO FOI A AUDIÊNCIA DO CROSSOVER DE "NAZARÉ" E "TERRA BRAVA" A SIC juntou “Nazaré” e “Terra Brava” ao ligar a história de ambas as novelas. Tony (Afonso Pimentel) e o Ismael (Tiago Aldeia) de “Nazaré” combinaram uma noite de diversão no Carrossel de “Terra Brava” e encontraram-se com Tina (Luciana Abreu), Diana (Catarina Gouveia) e com o Padre Filipe (João Baptista). “Nazaré” conseguiu ser o programa mais visto do dia com 14.8 de audiência média e 28.8% de share com 1 milhão e 400 mil telespetadores. A seguir, “Terra Brava” fechou no terceiro lugar dos mais vistos com 12.2 de audiência média e 29.8% de share com 1 milhão 158 mil telespetadores. Foi precisamente na cena em que Tony e Ismael combinam a ida ao Carrossel que a SIC teve o seu pico de audiência ao bater nos 15.6 pontos de rating e 31.0% de share. A primeira parte de “Terra Brava” na faixa das 22h marcou 13.5 pontos de rating e 29.7% de share. Já na faixa das 23h, a novela marcou 11.1/30.1%. O pico de “Terra Brava” foi de 14.1 pontos de rating (1 339 400 telespectadores) às 22h26. Já as 22h49, a novela da SIC bateu nos 32.3%. Fonte: Zapping
  12. ‘VOCÊ NA TV!’ FECHA SEMANA A LIDERAR AS MANHÃS Com O Programa da Cristina de férias durante uma semana, o Você na TV! conseguiu ter três dias consecutivos de liderança das manhãs, um feito inédito nos últimos tempos. Após ter perdido a liderança para a Praça da Alegria na passada segunda-feira por uma unha negra, o talk show da TVI foi líder na terça e quinta-feira e voltou a sair vencedor nesta sexta-feira. O programa de Manuel Luís Goucha e Maria Cerqueira Gomes conseguiu uma média de 313 mil espectadores (3,3% de audiência) e 19,1% de share. Em competição direta, a Praça da Alegria ficou longe, com uma média de 217 mil espectadores (2,3% / 13,5%). Tal como na véspera, a SIC apostou num best of de A Árvore dos Desejos e numa edição especial gravada de Linha Aberta, com uma retrospectiva dos casos abordados pelo programa em 2019. O formato apresentado por João Manzarra ficou-se pelos 148 mil espectadores (1,6% / 11,7%), disputando o segundo lugar no horário com a RTP1. O programa de Hernâni Carvalho teve melhor desempenho. Emitido entre as 11h41 e as 13h, Linha Aberta registou uma média de 4,4% de audiência (417 mil espectadores) e 20,1% de share. Após o intervalo do meio-dia, o programa da SIC saltou para a liderança e distanciou-se do Você na TV!. Na média bruta do período em que os dois programas competiram, incluíndo os intervalos, registou-se um empate técnico: SIC e TVI marcaram 4,2% / 19,3%, com a estação de Paço d’Arcos a registar 394 mil espectadores, apenas mais 200 que os 393.800 da TVI. Olhando para o período entre as 10h e as 13h, a SIC (2,7% / 16,1%) ficou em segundo lugar, à frente da RTP1 (2,2% / 13,1%) mas atrás da TVI, com o Você na TV! (3,1% / 18,5%). Novelas da SIC recuperam Depois uma quinta-feira pós-natalícia em que estiveram aquém do habitual, as novelas do horário nobre da SIC subiram nesta sexta. Nazaré foi o programa mais visto do dia, com 1 milhão e 298 mil espectadores (13,7% / 27,2%), deixando bem longe Na Corda Bamba (7,3% / 14,5%). De seguida, Terra Brava manteve a liderança folgada com 1 milhão e 139 mil espectadores (12,0% / 27,3%). Na TVI, Prisioneira ficava-se pelos 554 mil (5,9% / 13,7%) e era ultrapassada por momentos pela RTP1, que exibia o concurso Joker (6,5% / 13,6%). A SIC foi líder com 19,7% de quota de mercado, voltando a TVI (13,9%) e a RTP1 (12,9%) a ficarem muito próximas. Nas contas dos primeiros 27 dias do mês, o terceiro canal é líder com 20,1%, contra 14,1% da Quatro e 13,4% da estação pública. Outros destaques Will & Grace, em reposição na RTP Memória, marcou o melhor resultado do ano: 0,9% de audiência média e 1,9% de share. A série, do início dos anos 2000, é transmitida de segunda a sexta-feira às 22h30 pelo canal. A minissérie As Mulheres do Deserto, transmitida pela SIC durante a tarde, marcou 4% de audiência média e 16% de share. Luz Vermelha despediu-se da antena da RTP1 com 2,2% de audiência média e 5,7% de share. https://espalhafactos.com/2019/12/28/voce-na-tv-fecha-semana-a-liderar-as-manhas/
  13. A Praça da Alegria foi o programa líder das manhãs esta segunda-feira (23), numa semana em que a SIC optou por dar férias ao Programa da Cristina. No horário habitual da rainha das manhãs esteve o Olhó Baião. O programa apresentado por Jorge Gabriel e Sónia Araújo marcou 2,7% de audiência média e 16,2% de share, contra 2,6% de audiência média e 15,4% de share do programa da SIC no período em que competiram – das 10h às 13h. O Você na TV! ficou em terceiro com 2,4% de audiência média e 14,6% de share. A subida da Praça da Alegria ajudou a RTP1 a subir o segundo lugar nos totais diários, com 13,5% de share, contra 18,7% da líder SIC. A TVI ficou em terceiro com 12,6% de share. Nos totais mensais, a estação de Paço de Arcos lidera com 19,9% nos primeiros 23 dias do mês, contra 14,3% da Quatro e 13,4% da estação pública. Outros destaques O telefilme Um Desejo de Natal, da SIC, foi o programa mais visto do dia com 11,6% de audiência média e 24,5% de share. A estreia de As Idades da Inocência, na RTP1, marcou 7% de audiência média e 14,5% de share. A emissão de Júlia, na SIC, foi substituída pelo concerto de Marco Paulo no Coliseu, que liderou audiências com 3,7% de audiência média e 15,3% de share. A novela brasileira Corações Feridos estreou na CMTV às 15h24, marcou 1,1% de audiência média e 5,2% de share. https://espalhafactos.com/2019/12/24/sem-cristina-praca-da-alegria-lidera-manhas/


×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.