Jump to content


Vent

Membro
  • Content Count

    9,747
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3
  • Pontos

    2,719 [ Donate ]

Vent last won the day on December 25 2018

Vent had the most liked content!

Community Reputation

5,339 Excelente

About Vent

  • Rank
    Intermediário

Recent Profile Visitors

1,197 profile views
  1. Nem precisa... daria para fazer fofoca e até brincar com isso, inclusive a Mônica fez isso no caso da Joelma de forma única.
  2. Mas estupro de mocinhas é só o que tem... Inclusive em Anjo
  3. Nada disso é possivel. Primeiro que o público de hoje é diferente e segundo que não existe verba pra isso. Quanto mais infantil for o programa maiores serão as restrições quanto a publicidade.
  4. Chocado que o canal dele tem mais de 500 mil inscritos e só esse vídeo tem 200 mil visualizações
  5. Pior que em toda escola de verdade tem a aluna que vai quase nua e sempre tenta seduzir o professor
  6. Não dá para ser só animes mesmo não. E acho ótimo ter um Simpsons, assim como animações de heróis em alta da Marvel e DC. Sobre Hora da Aventura o SBT nunca deu o devido valor para esse desenho, um absurdo.
  7. Sim, exatamente. Inclusive pelo fato do público de sábado ser diferente e que durante a semana não está em casa no horário. Ai de boa investir em desenhos mais antigos e simples que não precisa acompanhar todos os dias para entender a história.
  8. Sim, seriam animações juvenis e jovens. Mas não apenas isso. Para mudar o gênero do programa toda a linguagem seria diferente, desde a linguagem visual, apresentador, modo de se comunicar com o público, de tratar os seus conteúdos e por ai vai. Como uma forma de primeiro conseguir maiores possibilidades comerciais, atraindo um leque maior de marcas e não apenas de produtos estritamente infantis, como falei antes, operadoras de celular, refrigerantes, cinemas, tecnologia, e por ai vai. Assim como também de fidelização de público e maior repercussão. Fato é que atualmente baseando o programa quase inteiro em animações episódicas e distantes do interesse do público, ele não tem para onde crescer e nem mesmo manter. Observa por exemplo Dragon Ball Super no Cartoon. Gerou audiência e principalmente repercussão. O Bom Dia atualmente está tão morto que nem parece existir. Tornou-se irrelevante.
  9. Morrendo. Eu queria muito o vídeo disso. Se achar posta aqui no fórum
  10. O ruim disso é que impediria a possibilidade das propagandas dentro do programa, que são as mais caras. No Youtube por exemplo, diversos canais focados em produções juvenis e jovens, fecham contratos com marcas grandes como operadoras de celular, bancos, refrigerantes, e por ai vai.
  11. É uma questão de linguagem e reposicionamento no mercado. A Silvia tentando imitar a Xuxa descendo de um guindaste vestida de fada não é o caminho para isso.
  12. O problema de apenas pegar o elenco jovem do SBT e fazer um programa sem animações, são alguns. Primeiro, a questão do custo de produção, principalmente considerando que a Toei por exemplo já entrou em contato com o SBT para ceder suas animações como hoje faz a Mattel, por exemplo. Segundo, a audiência, pois tem um potencial menor. Terceiro, a faixa, existe um espaço de quase 5 horas a ser preenchido e não faria sentido ter uma ilha adolescente pequena no meio de programas adultos enormes. Sobre a dificuldade de animações, não seria o caso. Quando falo em animações jovens não estou eliminando o potencial das mesmas de atingir também a parcela mais infantil. Mas a linguagem e o foco ser juvenil e jovem. Dragon Ball Super exemplo, ou mesmo o fenômeno que Naruto foi para o Bom Dia. Ou pensando até mesmo nos clássicos X-Men e principalmente Liga da Justiça que tinha um enredo mais maduro. Mas a questão é que o programa sempre foi vendido apenas como infantil, e esse rótulo hoje em dia vem com sérias restrições comerciais. Não faz sentido manter um rótulo que apenas prejudica a venda dos produtos e ainda por cima reduz um público enorme a um nicho. Sabia que por exemplo o público do Bom Dia sempre foi maior entre adultos do que crianças? É o mesmo caso das novelas infantis. Mas lá o SBT faz todo ume esforço para vender como "novelas familiares" e sempre foge do rótulo de produção infantil. Pois sabe que isso é prejudicial para o produto e pagaram por isso em Carrossel e ainda hoje sofrem as consequências.
  13. Na verdade não. Existe uma restrição legal para programas infantis. Transformar ele em jovem, seria uma possibilidade de driblar isso como a Maisa está fazendo.


×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.