Jump to content


Pedro M.

Membro
  • Content Count

    230
  • Joined

  • Last visited

  • Pontos

    44 [ Donate ]

Community Reputation

89 Ok

2 Followers

About Pedro M.

  • Rank
    Calouro

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Portugal

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Pior que a culpa não é do Walcyr, os autores recebem o texto bem cedo. Pelo menos houve uma notícia em que a Amora dizia qur já tinha lido muita coisa do futuro da novela. A culpa é do planejamento de gravações mesmo.
  2. Vou dizer Amor à Vida, porque rendeu uma cena longuíssima cheia de texto e com os atores brilhando demais. Em O Outro Lado do Paraíso o gancho foi impactante, mas depois o Gael agrediu o Patrick e a Clara logo foi pra casa, sem nem enfrentar a Sophia. Mas sem dúvida o gancho foi um arraso. A Dona Do Pedaço ainda não vi.
  3. A Britney também já sofreu preconceito numa casa de banho. O Walcyr às vezes escorrega nestes temas, mas aqui eu não vejo desserviço nenhum. A família aceitou-a, ela é formada e bem sucedida profissionalmente. Tem medo de se assumir perante o Amaro porque tem medo da rejeição. Nem todas as personagens trans têm de sofrer horrores. Abordagens mais leves são super dignas também. Não vejo nada de errado.
  4. Não foi Segundo Sol que inventou isso. É um recurso muito usado na dramaturgia. Inclusive em filmes e séries americanas.
  5. Com certeza é uma personagem do género da Eva de A Vida da Gente.
  6. Rainha Mandy Moore finalmente indicada. Foi feita justiça.
  7. É assim mesmo. TVI às vezes usa uns filtros bem estranhos.
  8. O falso anjinho de Nathália Dill em 'A Dona do Pedaço'   Nathália Dill surgiu pela primeira vez em “A Dona do Pedaço” num convento. Fabiana, diferentemente de sua irmã, Virgínia (Paolla Oliveira), cresceu num ambiente simples. Foi bem cuidada pelas freiras, mas sem luxos. Um dia, casualmente, assistindo a um programa de televisão, reconhece, através da medalha de uma correntinha, a irmã de quem foi separada na infância. A novela de Walcyr Carrasco se abre em muitas tramas. Essa é uma das que tem mais potencial para galvanizar o público. Há várias razões para isso. A primeira delas está na boa construção das personagens. É nesse núcleo que se concentra a maior carga de ambiguidade da novela até aqui. Fabiana foi apresentada como uma figura angelical, impoluta e doce. Mas logo mostrou sua maldade. Rapidamente, ficaram bem claras suas piores intenções. Procurou a irmã perdida e, mesmo recebida com muita gentileza por Virgínia, não revelou sua verdadeira identidade. A voltagem do suspense subiu numa cena da semana passada, quando Fabiana, saindo da casa da irmã, falou sozinha e expressou sua inveja irrestrita: “Ela é rica, tem um namorado maravilhoso, tem tudo o que eu não tive. A vida dela podia ser a minha”. Nathália vem acertando no tom dessa vilã disfarçada de ex-noviça boazinha. A tarefa oferece desafios porque a personagem é multifacetada. Mas a atriz já mostrou muitas vezes que tem talento de sobra. A dupla com Paolla Oliveira tem tudo para ganhar o centro das atenções e garantir ótimos momentos à novela. https://kogut.oglobo.globo.com/noticias-da-tv/critica/noticia/2019/06/o-falso-anjinho-de-nathalia-dill-em-dona-do-pedaco.html
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.